Como Misturar Rejunte

Além de ser esteticamente atraente, o rejunte mantém materiais no lugar e os protege contra danos. Misturar o rejunte é rápido e fácil, embora recomende-se a preparação de porções pequenas por vez, para que sejam aplicadas antes de secar. Se você ainda não pensou sobre o tipo de rejunte que usará no seu projeto, considere suas opções, já que o produto errado pode acabar despedaçando, propiciar uma proteção pobre ou descolorir.

Escolhendo o rejunte

  1. Use um rejunte lixado para aberturas maiores. Esse tipo de rejunte foi misturado com areia fina, que ajuda a mantê-lo no lugar ao longo de toda a junção, em vez de encolher. Utilize o rejunte lixado para aberturas de pelo menos 3,2 mm.
    • O rejunte lixado não é ideal para espaços estreitos, já que a areia pode ocupar demais o espaço e enfraquecer a estrutura.
  2. Use um rejunte não lixado para espaços estreitos. Esse tipo de rejunte é tipicamente recomendado para espaçamentos menores que 3,2 mm, mas alguns preferem reservá-lo para espaçamentos menores de 1,6 mm. O rejunte não lixado encolherá significativamente enquanto seca, mas, quanto menor for a junção entre os azulejos, menos evidente será esse efeito.
    • Esse rejunte tem um poder maior de fixação e é mais fácil de se trabalhar em comparação ao lixado, especialmente em superfícies verticais.
  3. Seja cuidadoso quando estiver tratando uma pedra polida. Se estiver aplicando o produto nesse tipo de superfície, teste-o primeiramente numa área discreta para ver se as partículas de areia arranharão a peça. Se isso ocorrer, use um rejunte não lixado. Se os espaçamentos forem maiores que 3,2 mm, considere o uso do rejunte epóxi.
    • Uma pedra polida altamente reflexiva é mais suscetível a arranhões que uma pedra de aparência fosca.
  4. Use um rejunte epóxi apenas para áreas de alto risco. Ele resiste à graxa, ácidos e tem durabilidade maior que a do rejunte comum, e pode substituir tanto o rejunte lixado quanto o não lixado. Esse produto propicia uma ótima proteção para balcões de cozinha ou outras áreas com altos riscos de derramamentos, mas tem secagem mais rápida e sua aplicação é muito mais difícil do que a de outros tipos. Além do quê, pode ser consideravelmente mais caro.
    • O rejunte époxi pode descolorir alguns materiais porosos e não esmaltados. Sele a pedra antes de aplicá-lo.
  5. Use silicone de calafetação para conectar superfícies em um determinado ângulo. O silicone cria uma vedação mais flexível. Use-o em vez de preencher a abertura entre a parede e o piso, ou outra junção entre dois planos diferentes.
  6. Escolha a cor. A escolha mais segura é um rejunte discreto, que combine com o material que vai acomodar, mas é possível tentar criar um contraste caso você tenha certeza de que gosta da combinação. Pelo fato de o rejunte branco adquirir uma tonalidade de amarelo sujo com o tempo, as cores cinza claro e marrom claro são melhores, especialmente em ambientes úmidos ou molhados. Se você não planeja selar o rejunte, uma cor mais escura pode ser o ideal.
    • A poeira oriunda de rejuntes pretos, verdes e vermelhos pode ser mais difícil de limpar nas superfícies em seu entorno.

Misturando o rejunte

  1. Considere o uso de um aditivo. Um aditivo de polímeros aumenta a durabilidade do rejunte, mas lembre-se de ler as instruções do fabricante do rejunte antes, pois talvez ele já contenha aditivo. Se esse não for o caso, é possível comprá-lo e seguir as recomendações da embalagem durante a mistura, substituindo um pouco ou toda a água, conforme informado. Caso contrário, o processo será como mostrado abaixo.
  2. Siga as instruções do fabricante para a aplicação do rejunte epóxi. Esse tipo de rejunte tipicamente consiste de dois ou três componentes, e as proporções de mistura geralmente variam dependendo da marca. Para os mais tradicionais, os passos abaixo devem funcionar, mas leia as instruções do rótulo por precaução.
  3. Junte os materiais. Você precisará de um balde vazio, um recipiente com água e uma esponja. Encontre uma colher de pedreito de ponta fina ou quadrada, já que elas podem ser usadas tanto para misturar o rejunte quanto aplicá-lo. Tenha um par de luvas à mão também.
  4. Adicione 3/4 do total de água necessária. Verifique o rótulo do produto para descobrir as quantidades de água e rejunte necessárias para o espaço a ser coberto. Despeje 3/4 da quantidade de água exigida num balde vazio.
    • Se você possui uma grande área a ser coberta, considere misturar metade do rejunte por vez, de forma que a mistura no balde não seque antes de você concluir a tarefa.
  5. Adicione o rejunte em pó. Meça a quantidade necessária e despeje-a no balde com água.
  6. Misture o rejunte com a colher de pedreiro. Use-a para criar uma boa mistura entre os dois ingredientes, obtendo assim uma pasta espessa sem empelotar. Incline o balde levemente à sua frente, rolando-o para os lados enquanto raspa o rejunte seco das laterais.
    • Se você possuir uma furadeira com um anexo de pás de mistura, é possível utilizá-la. Deixe a rotação abaixo dos 150 rpm para evitar que o rejunte se enfraqueça por causa do excesso de bolhas de ar.
  7. Esprema mais água dentro do balde com uma esponja. Dê "uma espremida" por vez, misturando a água completamente com o rejunte. Tente criar uma consistência de "pasta de amendoim" sem empelotar.
    • Se o rejunte ficar aguado, despeje um pouco mais do pó.
  8. Deixe a mistura descansar por 5~10 minutos. Permita que o rejunte "suavize" ou fique mais forte através de reações químicas.
    • Deixe a colher de pedreiro sobre um jornal ou outra superfície para evitar sujar o chão.
  9. Misture novamente e aplique. Misture o rejunte brevemente, já que ele ficará um pouco endurecido enquanto descansa. Use imediatamente, já que eles tendem a assentar em questão de 30~60 minutos.
    • Se o rejunte já tiver endurecido, você precisará descartá-lo e fazer outra mistura. Adicionar mais água após a massa ter descansado não funcionará.

Dicas

  • Sempre guarde um pouco do pó do rejunte caso precise adicionar mais à mistura ou precise fazer outra porção.
  • Quando estiver preenchendo aberturas estreitas com o rejunte, é possível usar utilizar menos do pó durante a mistura, criando uma pasta mais macia. Para áreas maiores, deixe o rejunte mais firme, aplicando uma quantidade maior do pó na preparação.

Avisos

  • Não tente usar o rejunte que estiver começando a endurecer no balde, pois ele não assentará apropriadamente. Descarte-o e faça outra mistura.
  • Prepare apenas uma quantidade que possa ser usada em 30 minutos. Quando a mistura é deixada no recipiente por longos períodos de tempo, ela endurece e fica imprestável.
  • O rejunte não pode ficar com uma consistência de sopa. Nesse caso, a mistura se fixará de maneira inadequada e não ficará segura, além de se esfarelar quando estiver seca.

Materiais Necessários

  • Rejunte em pó
  • Água
  • Colher de pedreiro
  • Balde
  • Esponja
  • Furadeira com anexo de pás de mistura (opcional)
  • Luvas
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.