Como Apresentar um Filhote de Cachorro ao Gato da Casa

Apresentar um filhote de cachorro para um gato que já mora na casa provavelmente será uma experiência estressante para os dois animais. Entretanto, se essa apresentação for feita da maneira correta, eles podem ser mantidos em segurança e razoavelmente calmos enquanto constroem um relacionamento.

Passos

  1. Escolha um cômodo para o filhote de cachorro. Todos os filhotes precisam de um cômodo para se adaptar com segurança e conforto à casa nova. Escolha um cômodo pequeno e seguro com um chão reto (para evitar acidentes). Forneça tudo o que for necessário: cama, água e brinquedos. Dê aos seus animais de estimação carinho e atenção separadamente nos primeiros dois dias.
  2. Dê uma volta na casa com o cachorro. Prenda o gato fora de casa e leve o filhote em uma coleira para passear por um ou dois cômodos novos. Seja rápido e torne essa experiência agradável, deixando que ele cheire e investigue sem deixá-lo animado demais ou assustado.
  3. Deixe o gato investigar. Coloque o filhote de volta no cômodo dele e deixe o gato investigar o cheiro novo que que o filhote deixou na casa.
  4. Apresente o cachorro dentro de uma gaiola. Apresente os animais em um ambiente controlado colocando o filhote em uma gaiola e deixando que gato investigue no tempo livre dele. Faça isso por apenas alguns minutos, duas vezes por dia, até que o gato pare de demostrar medo ou agressividade. Tente distrair o filhote com atenção e carinho, recompensando-o por não latir ou rosnar quando o gato estiver por perto.
  5. Apresente na coleira. Depois que alguns encontros forem pacíficos, tente novamente fazer isso só que com o filhote em uma coleira. É melhor fazer isso quando o filhote estiver exausto depois de brincar e se exercitar. Escolha um cômodo com uma saída fácil ao gato caso ele fique assustado. Enquanto segura a coleira, deixe o filhote ocupado com comandos, recompensas e/ou carinho. Deixe o gato se aproximar por conta própria. Comece com encontros curtos e, se tudo correr bem, aumente o tempo pouco a pouco. Se possível, deixe uma membro da família sentado longe do cachorro para dar atenção e reforço ao gato.
  6. Deixe-os interagir com supervisão. Depois que o gato e o cachorro interagirem consistentemente sem demonstrar agressão ou medo por nenhuma das partes, você poderá fazê-los se encontrar sem a coleira. Escolha um cômodo com uma saída fácil para o gato ou com espaço o bastante para que ele se afaste do filhote. Supervisione sempre as interações entre os animais com muita atenção. Comece com encontros pequenos e aumente gradualmente o tempo para dar a cada um deles atenção, carinho e recompensas por tudo estar em paz.
  7. Permita interação entre eles sem supervisão. Só depois que os animais estiverem completamente acostumados um com o outro, você poderá deixá-los sozinhos. Sempre dê aos dois animais meios para que eles encontrem privacidade. Instale portas para o cachorro e para o gato, além de prateleiras altas.

Dicas

  • Quanto mais exercícios o filhote fizer antes do encontro, menos chances haverão de que ele tente 'brincar' com o gato.
  • Não tem problema nenhum e progredir lentamente.
  • Ensinar o filhote a responder comandos simples aumentará suas chances de conduzir uma apresentação segura.
  • Sempre tenha cuidado quando deixar os animais se aproximarem um do outro.
  • Você terá mais chances de ser bem sucedido se conseguir controlar a atenção do filhote, mesmo se ele estiver animado.
  • Certifique-se de segurar o filhote nas mãos caso o gato fique bravo.

Avisos

  • Raças de cachorro com instintos de pastoreio ou de caça, ou com muita agilidade e energia, serão mais difíceis de se acostumar.
  • Nunca deixe os animais sozinhos se houver alguma dúvida quanto a prontidão de ambos.
  • Sempre há uma chance que o filhote não tolere o gato, não importa quão bem tenham sido as apresentações.

Materiais Necessários

  • Uma gaiola adequada para o filhote cachorro
  • Uma coleira para o filhote de cachorro
  • Petiscos de gato e filhotes de cachorro
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.