Como Aceitar o Interesse do Seu Namorado em Pornografia

Rapazes e pornografia andam juntos como gatos e novelos de lã. Eles adoram! Impulsos sexuais como estes são naturais em homens (e mulheres!) Mas você pode estar desconfortável com seu namorado olhando para outras mulheres. Decidir chegar a um acordo com os hábitos do seu namorado é metade da batalha, e você pode então começar a trabalhar seu desconforto com atividades de casal como falar sobre isso, ou fazer terapia de casal.

Passos

  1. Converse com seu namorado e explique como você se sente sobre a pornografia de uma maneira não ameaçadora. Pergunte sobre o ponto de vista dele em relação a pornografia em um relacionamento. Prepare-se para ouvir os motivos dele para assistir pornografia. Se você vai aceitar que ele faça isso, deve estar confortável com os motivos dele.
  2. Pergunte o que você pode fazer para ajudá-lo a evitar o consumo de pornografia. Ambos precisam sair de casa e se envolver em atividades físicas externas para queimar um pouco de energia?
  3. Pergunte se existe um certo tipo ou gênero de pornografia que interessa mais a ele, para que você possa se informar melhor sobre o que o excita. Talvez isto possa levar a novos estilos de intimidade sexual para ambos que não sejam os que vocês têm praticado, dependendo da natureza deles e da sua vontade de se envolver. Muitas vezes, um namorado quer algo incomum, mas por alguma razão, ele fica relutante de pedir que você faça algo especial. Ele pode apenas querer que você o masturbe ou faça sexo oral, mas é tímido demais para pedir.
  4. Planeje o que pode fazer se começar a se sentir desconfortável e discutir em que níveis a pornografia se torna um problema sério para você.
  5. Faça terapia de casal, se necessário. Um conselheiro pode ajudá-los a ver o ponto de vista e compreender melhor as necessidades do outro.

Dicas

  • Se ele veio até você e disse que assiste pornografia é um bom sinal. Isso significa que ele confia em você para falar sobre assuntos sensíveis, e, por vezes, embaraçosos,. Você DEVE ser cuidadosa e tratá-lo delicadamente. Gritar com ele ou coloca-lo para baixo pode fazer com que ele assista pornografia ainda mais, como resultado de você irrita-lo.
  • Os homens são criaturas sexuais, eles gostam de pornografia... gostam muito. Com o advento da pornografia na internet, muitos homens assistem pornografia com frequência, a menos que o ambiente deles tenha os ensinado que não devem fazê-lo. Ver pornografia auxilia nas fantasias, sendo assim, é tão normal e esperado quanto outros comportamentos auto-sexuais, como a masturbação.
  • Se assistir pornografia não for legal para você, faça-se ouvir. Se ele não está disposto a mudar isso, você terá que decidir se pode ou não aceitar isso. Talvez não seja o cara certo para você.
  • Assistir pornô é às vezes, mas nem sempre, uma saída para a solidão, depressão e falta de auto-confiança. Um bom começo seria fortalecer a auto-confiança do seu parceiro, mas lembre-se de abordar isto com cuidado. Afinal de contas, isso nem sempre é um problema para os homens. Mas diga a eles que você desaprova fortemente e esta aberta a opinião deles.

Avisos

  • Só porque ele assiste pornografia não significa que ele seja um viciado. Na verdade, é mais do que provável que ele não seja, já que se trata de uma prática generalizada.
  • Converse com ele com sinceridade e o apoie. No caso de vício em pornografia, geralmente a primeira pessoa a descobrir é o viciado. Se ele tem um problema, ajude-o. Dependência de qualquer coisa é uma doença.
  • Muitos homens assistem pornôs que mostram as fantasias e fetiches específicos que ele apreciam OBSERVAR, mas não sentem a necessidade de fazer. Na realidade, é improvável que ele esteja esperando que você queira experimentar tudo o que você pode ver no pornô que ele gosta. Enquanto a pornografia não contiver nenhuma atividade ilegal e for entre adultos, é importante você tentar dar apoio a uma ou outra concessão ocasional , mesmo se for algo que seja visto como "estranho".
  • Ele pode ter problemas que exijam o aconselhamento de um terapeuta profissional. Qualquer comportamento que a afaste da família ou entes queridos de forma nada saudável pode ser um indicador de uma disfunção sexual.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.