Como Decidir o que Você Quer Ser Quando Crescer

Na infância, os sonhos não conhecem limites. Uma criança pode sonhar em ser um bombeiro, astronauta, ator, médico, cantor de música pop, tudo ao mesmo tempo! Conforme você cresce e começa a considerar seu futuro profissional com mais seriedade, é importante preservar essa paixão e autoconfiança. Confúcio estava certo ao dizer: "Escolha um trabalho que você ame e não terás que trabalhar um único dia em sua vida".

Descobrindo seus talentos

  1. Mexa-se. Você gosta de experimentar esportes diferentes ou adora passar horas escalando o trepa-trepa do parquinho? É uma criança um pouco mais prática e gosta de passar o tempo construindo fortes e se divertindo com os amigos? Ou, quem sabe, talvez seja o aluno mais forte e rápido da escola! Acredite ou não, todas essas atividades físicas e divertidas que você ama podem transformar-se em uma carreira no futuro.
    • Os atletas profissionais ganham dinheiro para praticar seus esportes favoritos, e outras pessoas, como treinadores, árbitros e médicos esportivos, também constroem carreiras em torno do esporte. Os mecânicos e operários da construção civil trabalham o dia todo com as mãos, construindo e consertando coisas. As possibilidades são infinitas.
    • "Trabalhar" não significa necessariamente passar o dia todo sentado na frente do computador! Existem diversas profissões divertidas e ativas para pessoas que gostam de ficar em movimento.
  2. Aceite e desenvolva sua paixão pelas ciências e matemática. Embora esse conselho possa soar chato, tais matérias poderão ajudá-lo a encontrar um emprego no futuro. Algumas crianças adoram a aula de matemática e conseguem solucionar até mesmo os problemas mais difíceis de cabeça, outras não podem esperar para fazer experimentos e aprender mais sobre o mundo durante a aula de ciências. Você adora ler e usar a lógica e os fatos? Tome nota! O domínio da matemática ou das outras ciências é uma habilidade incrível que pode transformar-se em uma profissão.
    • Todos os inventores, cientistas, economistas, engenheiros e programadores já foram estudantes como você, e agora trabalham com números, fatos e lógica. Essas habilidades poderão ajudá-lo em todos os tipos de profissão, mesmo que sua futura carreira não seja baseada em ciências ou matemática.
  3. Crie e deixe a imaginação correr solta. Desenhe, escreva, pinte, crie e entretenha. Caso prefira sonhar acordado, fazer artesanato, contar histórias ou compor canções, em vez de aprender fatos e fórmulas, tudo bem, também! Aceite seus sonhos e trabalhe duro naquilo que goste de fazer. Existem muitas carreiras para pessoas como você.
    • A arte, a dramaturgia, a música e o design são algumas das muitas profissões que exigem criatividade. Sonhar acordado e ser um artista são habilidades que poderão ajudá-lo a conseguir um ótimo emprego no futuro!
  4. Desfrute de tudo o que ama incondicionalmente. Caso queira passar todo o tempo livre cozinhando com seus pais, brincando com o cachorro no quintal, ou cuidando dos seus irmãos mais novos, siga em frente. Os hobbies e as paixões podem transformar-se em carreiras um dia, desde que você trabalhe duro e permita que os interesses floresçam. Nossos passatempos favoritos podem ser ótimos indicadores das coisas que amamos e fazemos muito bem.
    • Pense nos motivos que o levam a gostar de um determinado hobby. Caso adore brincar com seu bichinho de estimação, talvez você tenha talento para cuidar dos demais e possa tornar-se um ótimo veterinário ou treinador de animais no futuro. Se gosta de cuidar dos seus irmãozinhos, talvez você possa trabalhar como babá, professor ou mentor quando crescer.

Analisando suas opções como um jovem adulto

  1. Explore o mundo ao redor. Quanto mais vemos e vivemos, mais caminhos possíveis encontramos durante a jornada. Durante a juventude, você tem muito mais liberdade para decidir como passar o próprio tempo, portanto, use tal vantagem para experimentar de tudo e aprender muito sobre todas as coisas que o interessem. Nós nunca sabemos quando vamos encontrar algo que amamos de verdade.
    • Não tenha medo de abandonar a zona de conforto. Matricule-se naquele curso de oratória que tanto o intimida, ou candidate-se àquele estágio que você pensa que nunca conseguirá. Uma oportunidade inesperada poderia ser a porta para o emprego dos seu sonhos. A pior coisa que alguém pode fazer é permitir que o medo e o receio a impeçam de dar o primeiro passo.
    • Lea Michelle, a famosa estrela do seriado Glee, iniciou sua carreira na Broadway de forma acidental. Ela foi acompanhar outra pessoa em uma audição e decidiu fazer o teste também, só de brincadeira. Dessa forma, Lea encontrou a vocação dela por acaso, e você também pode fazer isso se decidir assumir riscos.
  2. Ouça seus instintos. É muito fácil dar ouvidos às opiniões alheias ou seguir os planos que outras pessoas fizeram para você. Sempre haverá alguém para julgar suas escolhas, além de familiares, professores, amigos e até mesmo estranhos que tentarão dizer-lhe o que fazer. Porém, só você sabe a sua vocação.
    • Isso não significa que os conselhos das pessoas queridas devam ser ignorados. Os entes queridos só querem o seu melhor e talvez tenham mais experiência de vida, portanto, as sugestões deles certamente podem ser úteis. Porém, no final das contas, só você pode determinar quem e o que será quando crescer. Não desista de um sonho ou ignore um objetivo só porque os outros não acreditam nele.
  3. Pratique, pratique, pratique. Caso encontre algo que ame mas que não faça tão bem, pratique. Se encontrar alguma atividade em que se destaque naturalmente, pratique também. Não importa se você é um novato completo ou um prodígio, é importante afiar seu talento. Ninguém pode se especializar em um determinado campo sem antes dedicar muito tempo e energia. Independentemente da habilidade, é importante aperfeiçoar seu talento ao máximo.
    • Quando o assunto é identificar os próprios talentos, não hesite em ser criativo. Talvez não seja um esporte, uma matéria escolar ou alguma outra coisa muito evidente. Seus amigos sempre o procuram para pedir conselhos? Você ama todos os animais? Adora liderar os trabalhos da escola? Todos esses são pontos fortes que poderão ajudá-lo no mundo profissional!
  4. Seja realista e paciente. Sonhe alto e seja otimista em relação ao futuro, mas lembre-se de que só com muita paciência e dedicação nós conseguimos chegar aonde desejamos. Muitas pessoas que amam suas carreiras agora não estavam tão satisfeitas quando começaram. Seria ótimo conseguir o emprego dos sonhos logo na primeira tentativa, mas, muitas vezes, precisamos descobrir em qual indústria queremos estar e, a partir daí, começar a trabalhar duro para galgar os degraus da profissão.

Encontrando um emprego que ame

  1. Faça testes vocacionais. Esses testes são perfeitos para quem não sabe ao certo por onde começar no processo de escolha de uma carreira. Existem diversos tipos de testes que poderão avaliar suas habilidades e interesses, indicando profissões adequadas. Os resultados do teste não são suas únicas opções, mas poderão fornecer sugestões úteis para colocá-lo no rumo certo.
    • Alguns testes vocacionais analisam suas habilidades naturais, fazendo perguntas com respostas objetivas, outros têm perguntas mais abertas e analisam sua personalidade. Experimente alguns!
    • Com uma rápida pesquisa no Google, você poderá encontrar diversos testes vocacionais online. Se quiser mais opções, peça ajuda ao seu professor ou conselheiro. Opções não faltam!
  2. Coloque todas as suas paixões e pontos fortes no papel. Abaixo de cada item, inclua diferentes empregos ou carreiras que utilizem essa determinada habilidade. Dessa forma, você conseguirá organizar os pensamentos e visualizar melhor todas as diferentes oportunidades disponíveis. Elimine as profissões que soem totalmente inadequadas para você e circule todas aquelas que queira conhecer melhor. Preste atenção nas profissões que apareçam mais de uma vez na lista — em outras palavras, carreiras que exijam várias das suas habilidades ou interesses.
    • Os itens da lista podem ser abrangentes ou mais específicos. Por exemplo, você poderia começar escrevendo "sensível". Abaixo de tal característica, talvez liste coisas como médico, professor, assistente social, etc. O próximo item da lista poderia ser "Muito bom em ciências" e, abaixo dele, você poderia listar profissões como químico, médico, programador, etc. Não pense demais — é ótimo visualizar todas as possibilidades.
    • Reflita sobre como os pontos fortes podem traduzir-se em diferentes profissões. Por exemplo, talvez você cante muito bem, mas isso não significa que precise virar um cantor famoso. Pense em outros trabalhos relacionados, como produtor musical, professor de música, caça-talentos e muito mais.
  3. Reflita sobre o estilo de vida que deseja ter quando crescer. Você gostaria de um emprego em que precise viajar sete dias por semana, ou sonha com a liberdade do trabalho remoto? Considere suas prioridades em um emprego ou carreira e não tenha vergonha de responder honestamente. Algumas pessoas estão dispostas a seguir uma carreira pela qual não têm nenhum interesse pessoal, desde que o emprego traga um ótimo salário. Outras podem colocar o prazer acima do dinheiro. Todo mundo é diferente, portanto, decida o que é mais importante para você.
    • As prioridades de cada um podem mudar ao longo do tempo. Não tenha medo de explorar diferentes caminhos.
  4. Pesquise informações específicas sobre as indústrias nas quais estiver interessado. Aprender tudo o que puder sobre uma indústria específica poderá ajudá-lo a decidir se ela é a opção certa para você. Identifique quais habilidades são mais importantes para a área e trabalhe para desenvolvê-las e aperfeiçoá-las. Além disso, determine o nível de educação e as certificações necessárias. Pesquisando mais a fundo, você poderá descobrir seu nível de empregabilidade em uma certa indústria e determinar se precisará ou não de um “plano B”.
  5. Procure um mentor. Depois de afunilar as opções de empregos e carreiras mais interessantes, tente encontrar uma pessoa que trabalhe nessas indústrias. Conversar com alguém que tenha a carreira que você deseja é muito útil, e tirar todas as suas dúvidas também é. Descubra como essas pessoas chegaram aonde estão e o que gostariam de ter aprendido mais cedo, quando começaram a trabalhar. Pergunte como é um dia típico de trabalho e, se possível, acompanhe-as por um dia. Seguindo um profissional que tenha seu "trabalho dos sonhos", você poderá aprender mais sobre o assunto e decidir se essa carreira realmente é adequada para sua vida.
    • Encontrar um mentor na área escolhida também oferecerá uma oportunidade valiosa de networking. Um velho ditado relacionado à busca por um emprego é: "Não é o que você sabe, é quem você conhece". Embora esse nem sempre seja o caso, os contatos poderão colocar seu currículo no topo da pilha de candidatos quando chegar o momento de tentar conseguir uma entrevista.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.