Como Fazer Rochas Falsas

Criar rochas artificiais pode ser bom para todos, desde aos entusiastas de jardinagem aos criadores profissionais de paisagens. Combinar capacidades básicas de construção e criatividade artística permite que qualquer um faça rochas artificias a partir do concreto, sendo praticamente idênticas às de verdade. Esta é uma maneira econômica e simples de enfeitar um jardim ou local com rochas muito parecidas com as naturais.

Dando o formato de rocha

  1. Escolha um material como base para o formato da rocha. É possível utilizar vários materiais para criar o formato da rocha. Todos os itens são facilmente encontrados:
    • Isopor.
    • Papelão.
    • Jornal amassado.
  2. Comece a dar o formato à rocha. Corte o isopor ou papelão no formato que deseja que a rocha tenha, combinando diferentes materiais com cola, caso queira criar uma de forma bem “diferente”.
    • Caixas de papelão são as melhores opções para rochas quadradas.
    • Use um cortador de isopor para dar à rocha a forma desejada.
  3. Cubra a rocha com arame de galinheiro ou grades. Use malha metálica para deixar a rocha redonda ao mesmo tempo que reforça o objeto e dá sustentação para que a argamassa do cimento adira.
    • Dobre o arame para firmá-lo com a base da rocha.
  4. Deixe as curvas da rocha mais reais. Para que o objeto fique igual às rochas naturais, dobre e coloque as pontas do arame para várias direções, simulando vincos e declives e deixando a superfície irregular.

Misturando a argamassa

  1. Combine ingredientes secos para obter a argamassa. Misture cimento Portland com uma quantidade de areia três vezes maior e despeje o conteúdo em uma betoneira ou carrinho de mão, dependendo do tamanho da rocha a ser criada e a quantidade de argamassa misturada.
    • Para criar uma rocha mais porosa e artificial, diminua a quantidade de areia e adicione um pouco de musgo de turfa.
  2. Coloque água na argamassa seca e na mistura de areia. Lentamente, despeje um pouco de água à mistura seca; às vezes, pode ser necessário adicionar mais água, dependendo da umidade e temperatura. Após este Passo, a mistura virará uma pasta grossa.
    • Misture a água na argamassa enquanto a despeja.
    • Ao colocar água, fique de olho para que a mistura não fique molhada demais.
  3. Misture a argamassa por alguns minutos. Mexa o conteúdo do carrinho de mão durante alguns minutos ou ligue a betoneira. Isso é necessário para que a argamassa obtenha a consistência de uma massa de bolacha.
    • Verifique se a mistura está bem consistente e totalmente úmida.
    • Adicione mais água, se necessário, para obter a consistência de uma pasta grossa. Ela não pode ficar muito líquida.
    • Partes de areia que se destacarem deixarão pontos frágeis na rocha, exigindo que toda a massa seja bem misturada.

Esculpindo a rocha

  1. Aplique a mistura sobre o arame. Use uma espátula de ponta final para aplicar uma camada de 5 a 7,6 cm de argamassa sobre a armação de arame.
    • Ela deve ser formada de baixo para cima.
    • Faça uma camada de argamassa em volta da base da rocha e suba em direção à armação do arame.
  2. Dê mais textura à argamassa. Crie uma rocha com aparência realista fazendo contornos e “falhas” na superfície da argamassa.
    • Use a espátula para criar vincos e declives na superfície da argamassa.
    • Pegue uma rocha de verdade e pressione-a contra a argamassa para fazer “falhas” parecidas com as reais.
    • Pressione uma esponja do mar ou bucha contra a rocha para criar pequenos furos.
    • Enrole uma sacola plástica em volta da sua mão e pressione-a contra a argamassa para dar um aspecto mais “enrugado” à rocha.
  3. Cure a rocha durante 30 dias em um local seco. O processo de cura é resultado de uma reação química, e não de secar o cimento. Apesar de 75% da reação de cura terminar após uma semana, pode demorar até um mês para que o cimento seja totalmente curado.
    • Vaporize a superfície da rocha a cada dois ou três dias durante a cura.
    • Mantenha o cimento longe da luz do sol direta para evitar rachaduras.
    • Cubra a rocha com uma proteção plástica durante a cura.

Finalizando a rocha

  1. Raspe a rocha para tirar as pontas. Use uma pedra de raspagem ou uma esponja com bucha dura para esfregar a superfície da rocha, deixando mais suaves as bordas com pontas muito afiadas na superfície dela.
    • Deixe a rocha curando durante uma semana antes de raspá-la para não haver risco de parti-la.
  2. Lave a rocha. Enxágue completamente a superfície da rocha e escove a superfície com uma bucha ao mesmo tempo, removendo pedaços soltos de argamassa. Dê atenção especial para vincos e declives da rocha para remover o pó dela.
  3. Faça manchas na rocha e deixe-a com uma aparência mais natural. Use produtos que penetrem no concreto, cobrindo a superfície da rocha com as cores que você desejar. Várias colorações podem ser utilizadas para dar uma aparência bem natural.
    • Use um pincel para “manchar” a rocha com pinceladas.
    • Dê mais profundidade à coloração empregando mais de uma cor.
    • Faça mais manchas em certas áreas para obter contrastes mais escuros.
  4. Sele a rocha. Use um selador de concreto com base em água ou solvente para proteger a rocha artificial do desgaste natural. Alguns seladores possuem acabamentos que dão um toque a mais ao concreto, enquanto outros não possuem esse elemento extra, mas protegem melhor o objeto.
    • Passe três camadas de selador. Espere 15 minutos entre cada camada.
    • Mantenha o selador reaplicando uma camada do produto a cada um ou dois anos.
  5. Retire a base interna da rocha. Corte ou raspe os materiais utilizados para dar o formato certo à rocha. A forma e força dela vêm da argamassa e da estrutura de arame; os materiais internos não dão mais sustentação depois da cura do concreto. Evite que os materiais se decomponham removendo-os antes de colocar as rochas fora de casa.

Montando uma bela paisagem com rochas artificiais

  1. Decida onde você deseja colocar as rochas falsas. Elas podem ser utilizadas como enfeite de um caminho de pedra, de jardins ou até de pequenos corpos d’água. Determine o melhor lugar para a rocha dependendo do tamanho e de como ela se combina ao local.
  2. Faça um pequeno furo no local onde a rocha será posicionada. Coloque-a em um lugar e faça um buraquinho de 2,5 a 5 cm sob a rocha. Colocar as bordas da rocha embaixo do solo dará uma aparência mais natural de que ela realmente apareceu ali com a ação da natureza.
  3. Posicione a rocha no buraco. Coloque terra e outras pequenas pedras contra a borda da rocha artificial para que ela fique mais “incorporada” na paisagem. Faça várias rochas falsas para elaborar paisagens preenchidas com formações do tipo.

Avisos

  • Muito cuidado ao manusear cimento. A cal pode causar queimaduras químicas se entrar nos pulmões ou em contato com a pele. É indispensável usar luvas e máscara ao misturar cimento.
  • Não tente usar rochas artificiais como enfeite em piscinas ou banheiras de hidromassagem.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.