Como Calcular os Custos de uma Viagem

Sempre que você planejar uma viagem, pode ser útil saber quanto você gastará para ir e voltar do seu destino. Vários fatores devem ser considerados para que você tenha uma noção aproximada do quanto gastará nesse processo. Siga estes passos para saber fazê-lo!

Passos

  1. Calcule o preço do transporte. Esse, provavelmente, será um dos maiores custos que você terá. Se você for de avião, trem ou ônibus, calcule o preço do seu bilhete. Se você for dirigir, terá de calcular o preço do aluguel do veículo (se necessário) e a quantidade de combustível necessária. Este artigo está configurado para valores em dólares. No entanto, você pode converter os números para reais ou euros (dependendo do seu destino).
    • Comece calculando a distância em quilômetros ou outra unidade de medida.
    • Divida essa distância pela economia de combustível do seu carro (quilômetros por litro). A quantidade resultante será o número de litros de que você precisará.
    • Multiplique o número de litros pelo custo médio do combustível.
    • Atenção: se você dirigir um carro alugado, a empresa fornecedora lhe cobrará um preço fixo por quilômetro rodado e, além disso, uma taxa do seguro. Tenha esses fatores em mente e os acrescente ao seu orçamento.
  2. Inclua todos os custos que a viagem possa gerar.
    • Alimentação – se você for viajar por um período longo, precisará parar para comer e beber algo; outra opção é embalar e levar os seus próprios alimentos. De qualquer forma, é preciso incluir essas despesas no seu orçamento.
    • Hospedagem – em viagens que requeiram que você dirija por mais de um dia, você terá de parar para descansar. A menos que você opte por parar à beira da estrada e dormir no carro, será preciso adicionar o custo de alojamento às suas contas.
    • Pedágios – muitas estradas possuem pedágios obrigatórios. O custo deles pode ser alto, especialmente se você estiver fazendo uma viagem longa.
    • Estacionamento – se você escolher pegar um avião, trem ou ônibus, poderá ter de adicionar ao orçamento o custo de armazenar o seu automóvel em uma garagem ou estacionamento.
    • Depreciação – sempre que você dirigir o seu veículo, o valor do automóvel diminui; essa quantia deve ser considerada. Para descobrir a depreciação, multiplique o seu valor médio, 5 centavos de dólar, por 1,6 km e pela distância viajada.
    • Custos indiretos – esses custos devem ser considerados caso você dirija. Eles incluem itens como a manutenção, a poluição, as taxas governamentais, acidentes etc. Para calculá-los, multiplique 0,01 centavo de dólar pelo número de quilômetros viajados.
    • Tempo de viagem – considere também o tempo na estrada e no destino da viagem; para isso, some as horas necessárias para chegar ao local, adicione o tempo de paradas (para se alimentar, ir ao banheiro, reabastecer etc.) com 15 minutos de incremento e você terá o tempo total da jornada. Se quiser saber quanto “dinheiro” você perdeu com esses atrasos (o tempo médio comparado ao seu salário, por exemplo, caso esse seja o motivo da viagem), pegue o valor total que você receberá e subtraia 0,10 centavos de dólar para cada 5 minutos que você passar fora da estrada – isso lhe dará uma média do que você perderá/ganhará por ser pontual.
  3. Se preciso, considere o tempo que você gastará sem trabalhar. Ao calcular os custos de uma viagem, o tempo de “folga” deverá ser adicionado à equação. Pegue o número de horas que você faltará e o multiplique pela quantia de dinheiro que você ganha por hora.

Dicas

  • Se você dirigir um veículo sustentável e “inteligente”, como um híbrido, o custo do combustível poderá ser substancialmente reduzido.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.