Como Tratar Úlceras

Úlceras, às vezes, também chamadas de úlceras estomacais, úlceras pépticas, úlceras gástricas ou úlceras duodenais, são feridas ou lesões no estômago ou na parte superior do intestino delgado. Elas se desenvolvem quando o suco gástrico causa danos ao estômago ou às paredes intestinais. Apesar do estresse, a alimentação e estilo de vida contribuírem para o aparecimento de úlceras, estudos mostraram que a maioria das úlceras é causada por um tipo de bactéria chamada Helicobacter pylori, ou H. pylori. Quando não tratada, a maioria das úlceras tendem a piorar.

Passos

  1. Passe a comer qualquer planta do gênero Brassica, principalmente o repolho vermelho, e aprenda a gostar do suco do repolho, ou repolho feito a vapor, para aproveitar suas fibras.
  2. Vá ao médico, se a dor de estômago ou abdominal for persistente ou recorrente, pois estes são, geralmente, os primeiros sintomas de úlcera. Outros sintomas podem incluir náusea, vômito, gases, inchaço, perda de apetite e perda de peso.
    • O seu médico irá analisar a história de seus sintomas e fazer um exame físico, que inclui examinar o seu abdômen.
    • Ele poderá prescrever uma medicação para reduzir a acidez no estômago antes de realizar mais testes, se os seus sintomas não forem muito graves.
  3. Volte ao médico se você notar sangue nas fezes ou vômito, ou se os seus sintomas piorarem ou não responderem à medicação. Ele vai pedir um destes testes:
    • Seriografia digestiva alta: após beber uma substância esbranquiçada chamada bário, você irá fazer um exame de raio-X para constatar possíveis úlceras.
    • Endoscopia: enquanto você está sob anestesia, o médico insere um tubo fino com uma pequena câmera no final em seu estômago, passando o tubo através da garganta e do esôfago. A câmera permite ao médico ver dentro de seu aparelho digestivo e colher uma amostra do tecido digestivo.
    • Exame de sangue para verificar a presença de anticorpos para Helicobacter Pylori.
    • Exame de fezes para verificar a presença do H. pylori.
  4. Teste respiratório, que verifica a respiração depois do paciente beber uma substância chamada ureia.
  5. Siga com o tratamento recomendado pelo seu médico se os seus testes confirmarem a presença de uma úlcera. A maioria dos tratamentos envolve eliminar a causa da úlcera e aguardar o seu desaparecimento, ou removê-la cirurgicamente.
    • Normalmente, uma infecção por H. pylori é a causa; nesse caso, o médico irá prescrever um antibiótico para erradicá-lo.
    • Aspirina e anti-inflamatórios não esteroides (AINE) também podem - causar úlceras. Evite tomar AINEs, enquanto você tiver uma úlcera ativa, e por períodos longos (em qualquer ocasião). Se você precisa tomar um AINE, pergunte ao médico quais são as suas opções - pode ser possível tomar um AINE em combinação com um antiácido.
    • Uma cirurgia pode ser necessária, em casos de graves complicações com risco de vida como resultado de úlceras que passaram muito tempo sem tratamento.
  6. Mantenha uma dieta rica em fibras que contenha uma grande quantidade de frutas e vegetais frescos, para reduzir suas chances de desenvolver uma úlcera e ajudar a curar as existentes.
  7. Consuma alimentos que contêm flavonoides. Boas fontes incluem maçãs, aipo, cranberries, alho e cebola, sucos dessas frutas e vegetais, bem como alguns chás.
  8. Elimine os alimentos picantes de sua dieta, se você achar que a dor aumenta após comê-los. Apesar dos médicos não acreditarem que alimentos condimentados causem úlceras, algumas pessoas relatam que seus sintomas se agravaram após comê-los.
  9. Diminua ou elimine o café, incluindo café descafeinado, e bebidas gasosas. Todas essas bebidas contribuem para a acidez no estômago e pioram os sintomas.
  10. Evite todo o tipo de álcool até que a úlcera esteja completamente curada. Álcool em moderação pode ser aceitável após o fim do tratamento, você deve, porém, discutir com seu médico antes de voltar a beber.
  11. Tome antiácidos para controlar os sintomas como azia e indigestão. Algumas opções de antiácidos incluem:
    • Hidróxido de alumínio, vendidos sob as marcas AlternaGEL e Amphojel, entre outros.
    • Hidróxido de magnésio, comercializado como leite de Magnésia.
    • Uma mistura de hidróxido de alumínio e hidróxido de magnésio, vendido como Maalox, Mylanta e outras marcas.
    • O carbonato de cálcio utilizado em produtos como Clusivol e Alendil.
    • Produtos de bicarbonato de sódio, como Alka-Seltzer, que você misturar com água.

Avisos

  • Pare de fumar. Fumar aumenta as chances de desenvolvimento de úlceras e dificulta a cura das já existentes.
  • Antiácidos oferecerem apenas ajuda temporária para os sintomas e não curam úlceras. Alguns antiácidos podem interferir com a eficácia dos medicamentos prescritos, portanto, converse com seu médico antes de tomá-los.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.