Como Aceitar Que Seu Filho é Homossexual ou Bissexual

Descobrir que seu filho ou filha é gay, lésbica ou bissexual pode vir como um choque, mas é importante que você aprenda a compreender e aceitar o seu filho por quem ele realmente é. Isto é muito importante, porque não apoiar os pontos de vista do seu filho pode acabar com a confiança dele.

Passos

  1. Tenha certeza de que seu filho sabe que você o ama. Ele ou ela está lutando tanto quanto você está - não o faça se sentir pior.
  2. Converse com seu filho. Fique orgulhoso pelo fato de que ele ou ela confia em você o suficiente para lhe dizer isso. A sociedade de hoje nem sempre aceita essa opção. Tenha um diálogo aberto, onde vocês dois possam fazer perguntas e compartilhar preocupações. Lembre-se, o seu filho provavelmente se sente um pouco confuso e muito nervoso também. Concentre-se em não julgá-lo e não acusá-lo, mesmo que o assunto te deixe desconfortável.
  3. Lembre-se de que isso é apenas o que o seu filho é, e se você acredita ou não que ele/ela nasceu assim, ainda quer que seu filho se sinta confortável o suficiente para sentir que ele pode ser fiel a si mesmo perto de você.
  4. Faça um esforço para aprender sobre a homossexualidade. Você será capaz de entender melhor os pensamentos e sentimentos do seu filho(a). Isso também irá te dar alguma coisa para conversar com ele.
  5. Tente aceitar seu filho. Se você tem problemas em aceitar a sexualidade do seu filho, considere juntar um grupo voltado para os pais, onde você possa conversar com outros companheiros sobre seus sentimentos. Conversar com um conselheiro é uma outra opção.
  6. Torne-se um defensor para a família e amigos. Se você apresentar o seu filho com vergonha ou minimizá-lo, sua família pode reproduzir a sua atitude. Mantenha a aceitação ao mostrar à sua família e amigos que você respeita e compreende o seu filho. Até mesmo fingir que você aceita algo pode ser um passo positivo para abrir a sua mente e a verdadeira aceitação.
  7. Fique calmo. Não fique com raiva ou diga a ele/ela que o que ele/ela "decidiu/aceitou" está errado, e nem sugira que isso é só uma fase e vai passar. Lembre-se de que seu filho pode ter medo de contar isso a você, ou ter a sensação de que você iria negá-lo como filho ou odiá-lo.
  8. Pergunte ao seu filho o que ser um homossexual significa para ele. Para algumas pessoas, não é nada de mais. Isso é apenas um aspecto de quem eles são. Para outras pessoas, isso é uma parte fundamental de quem eles são. É importante que você entenda a posição do seu filho. Se isso é apenas um aspecto de quem ele é, incentivá-lo repetidamente a namorar ou falar sobre a orientação dele constantemente pode aborrecê-lo. Se, por outro lado, isso é fundamental para quem ele é, ser mais que um LGBT + ativista e perguntar sobre a vida de namoros do seu filho pode ser mais apreciado.

Dicas

  • Se você acredita que seu filho "escolhe" o estilo de vida que ele/ela está vivendo, e poderia muito bem escolher um estilo de vida heterossexual, pergunte a si mesmo: Quem escolheria, voluntariamente, uma vida marcada pelo medo da descoberta, discriminação e isolamento por colegas de classe, amigos, colegas e família? Você escolheria viver em circunstâncias que tornaram a sua vida muito mais difícil, e manteria as coisas assim só pra contraria? Você ainda acha que eles fariam isso se pudesse ser facilmente aceitos por você e pelo ambiente deles? Será que você "escolhe" ser hétero?
  • Perceba que o seu filho tem enfrentado uma luta incrível. Esconder a homossexualidade e enfrentar preconceitos pode ser extremamente difícil, especialmente no ensino médio. Esteja ciente do sofrimento que ele vivenciou, tenha orgulho e de apoio à capacidade dele de aceitar a si mesmo.
  • Embora possa ser difícil no começo, perceba que seu filho ou filha é a mesma pessoa que sempre foi, e isso é apenas mais uma parte deles.
  • Considere que mesmo que você esteja pensando que os sentimentos ou ações do seu filho são "errados", para eles é tudo muito natural, da mesma forma que seria para você se sentir atraído ou amar o seu parceiro. Como você se sentiria se alguém lhe dissesse que segurar a mão do seu parceiro em lugares públicos ou passar um tempo com ele/ela fosse inaceitável ou algo pior?
  • Ouça o seu filho. Não ignore nada do que ele ou ela tem a dizer. Lembre-se, este é um grande segredo que seu filho tem mantido escondido há muito tempo, por isso ele precisa dizer algo.
  • Seu filho sabe melhor do que qualquer outra pessoa quem ele quer e por quem se sente atraído. Mesmo que seu filho revele sua homossexualidade numa fase mais avançada da vida, ele não se encaixa nos estereótipos que você tem em mente para as pessoas que são LGBT, ou teve aparentes decepções infantis do sexo oposto quando eram mais jovens, isso não significa que seu filho é, na verdade, estritamente heterossexual, e recusar-se a aceitar quem eles são e suas identidades pode danificar o relacionamento que você tem com seus filhos permanentemente.
  • Se suas crenças religiosas desencorajam certos aspectos da homossexualidade, discuta com seu filho o que isso vai significar para ele. Prepare-o para qualquer discriminação que ele poderá enfrentar dentro da sua comunidade religiosa, e informe-o sobre todas as escolhas de estilo de vida que ele poderá ser convidado a adotar (isso poderia incluir a castidade, não mostrar sua homossexualidade publicamente, etc., dependendo das suas crenças religiosas). Entenda que isso pode levá-lo a deixar a sua fé/crença.

Avisos

  • Não tente mudar a sexualidade do seu filho, porque isso não vai acontecer. Aceitá-lo pelo que ele realmente é, é a melhor opção para você e seu filho.
  • Não repreenda o seu filho sobre os perigos que as pessoas homossexuais e bissexuais enfrentam na sociedade devido à discriminação. Seu filho provavelmente já sabe, ao menos um pouco, sobre toda essa discriminação, e ao repreendê-lo sobre isso, você só o está fazendo se sentir pior.
  • Não o expulse de casa e nem use palavras de ódio contra ele, pois isso também pode arruinar seu relacionamento com ele/ela para sempre.
  • Fazer o seu filho se sentir envergonhado, mesmo sem intenção, pode arruinar seu relacionamento para sempre.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.