Como Criar um Plano de Investimento

Criar um plano de investimento viável requer um pouco mais do que simplesmente fazer uma conta poupança e comprar algumas ações. Para fazer um bom plano é importante ter definido o que você pretende fazer com os investimentos, como você irá atingir essas metas e avaliar as opções de investimento para decidir quais são as mais propícias para a realização dos seus objetivos. A boa notícia é que nunca é tarde para se criar e pôr em prática um plano de investimento pessoal e começar a fazer um pé de meia para o futuro.

Passos

  1. Determine as suas metas para o futuro. Um plano de investimentos bem elaborado pode ser o meio de se alcançar os objetivos de longo ou de curto prazo. Por exemplo, um objetivo de guardar para a faculdade de um filho, usando os rendimentos de certos tipos de investimentos, ou de guardar para a velhice. Ter objetivos definidos facilita a elaboração de um plano de investimentos que atenda às suas necessidades.
  2. Defina o quanto você pode investir inicialmente. Dependendo dos seus objetivos, um corretor pode orientar o quanto você precisa para começar. Tenha em mente que muitos corretores recomendam que você tenha pelo menos a mesma quantia em outros investimentos ou em uma conta poupança ao invés de investir todo o seu dinheiro em ações e títulos.
  3. Considere os riscos. Na maioria dos investimentos você não só corre o risco de não obter retornos mais elevados, mas também o risco de perder todo o seu dinheiro. Pessoas mais conservadoras com dinheiro podem começar o seu plano se focando em títulos e ações menos arriscados ou voláteis. Você pode partir para um investimento mais arriscado posteriormente, quando tiver entendido as projeções e tendências do mercado.
  4. Diversifique os seus investimentos. Ao invés de focar estritamente em ações associadas a uma determinada indústria, opte por ações que abranjam diversos setores diferentes. Considere investir em obrigações e outros investimentos relativamente seguros como parte do seu planejamento de investimento. Essa diversificação ajuda a prevenir perdas quando a indústria entra em crise, havendo uma boa chance das perdas sofridas em um investimento serem compensadas por outros.
  5. Conheça o mercado. Mesmo que você tenha um excelente corretor, estude o mercado, aprenda a projetar movimentações de ações e, em geral, a prever o que vai acontecer com os seus investimentos no futuro. Isso pode evitar perdas e até mesmo possibilitar a descoberta de um novo investimento com grandes potenciais.

Dicas

  • Mesmo o melhor plano de investimento pode precisar ser ajustado devido às mudanças na economia ou problemas pessoais. Veja essas situações como oportunidades para repensar a sua estratégia mantendo os seus objetivos em primeiro lugar. Fazendo isso, os seus investimentos terão um rumo e será mais fácil vislumbra-lo.
  • Reveja o seu plano de investimentos com o passar do tempo. Analise o sucesso dos seus investimentos e faça alterações quando necessário. Saiba que, se as circunstâncias permitirem, você pode aumentar os seus investimentos para obter maiores retornos e alcançar os seus objetivos mais cedo.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.