Como Alegar Estar Doente Para o Seu Chefe

Na alta pressão exercida pelo mercado de trabalho dos dias atuais, muitos trabalhadores sentem a necessidade de ir trabalhar mesmo quando estão doentes – um fenômeno conhecido como "presenteísmo". Ao mesmo tempo, porém, o número de trabalhadores que admitem alegar estar doente para não trabalhar, mesmo quando não é o caso, vêm crescendo no Brasil. Se você estiver realmente doente ou só precisa de um dia para "recuperar as energias", seguir os procedimentos da empresa para decidir como e quando alegar estar doente vai ajudá-lo a manter seu chefe e colegas de trabalho mais felizes e saudáveis.

Decidindo se é preciso ficar em casa

  1. Pense nos seus colegas de trabalho. Mesmo que você não seja melhor amigo das pessoas com quem trabalha, dificilmente haverá alguém que você queira que fique doente. No mínimo, pense no transtorno que você vai causar se metade dos funcionários ficar doente e faltar ou ter uma queda na produtividade por sua causa.
    • Se a doença for contagiosa, fique em casa. Se estiver tossindo, espirrando, com o nariz escorrendo ou com alguma ferida aberta, não vá trabalhar. Pense em como se sente quando está saudável e a pessoa que trabalha ao seu lado passa o dia tossindo e espirra na máquina de xerox.
    • Porém, não confunda sintomas de um resfriado com uma alergias sazonais, que não são contagiosas e (sob as circunstâncias normais) não são dignas de faltar ao trabalho. Tanto o resfriado quanto a alergia podem deixar seu nariz escorrendo ou entupido, mas a alergia não causa febre ou dor no corpo, além de outras diferenças entre elas. Caso você pareça ter um resfriado duradouro na mesma época todos os anos, consulte um médico; pode ser uma alergia.
    • Considere especialmente qualquer colega de trabalho que possa ter um maior risco de doença ou infecção. Os funcionários que estão com baixa resistência, passando por um tratamento contra o câncer ou gestantes, por exemplo, apresentam maiores chances de adoecer e enfrentar complicações mais graves.
    • Não se sinta culpado ao pensar que outras pessoas terão que fazer o seu trabalho na sua ausência. Você está fazendo um favor a elas mantendo-as longe dos germes.
  2. Meça sua possível eficiência. Caso não consiga ficar em pé, enxergar direito, ficar acordado ou passar 10 minutos sem precisar correr ao banheiro, qual será sua utilidade no seu ambiente de trabalho?
    • Seu chefe pode não gostar que você falte ao trabalho, no entanto, ele também não ficará feliz se você não conseguir trabalhar durante o dia todo. Se vale de alguma coisa para você (ou seu emprego), é melhor estar presente quando for possível ser produtivo e ausente quando estiver improdutivo.
    • Sendo assim, se alegar estar doente sempre que não estiver 100%, você dificilmente vai trabalhar. Saiba se consegue ou não se dedicar de verdade durante um dia de trabalho.
  3. Considere suas opções. Atualmente, muitas pessoas já fazem muito de seu trabalho em casa, quando necessário. Pense se você precisa de um dia para trabalhar em casa ou um dia sem trabalho algum.
    • Se você estiver com uma doença contagiosa, mas não estiver incapacitado, ofereça-se para trabalhar em casa, caso o seu trabalho permita isso.
    • Porém, caso você esteja muito doente para trabalhar, não se ofereça para fazer seu trabalho em casa. Nesse caso, descansar é essencial para ajudá-lo a se recuperar.
    • Caso você esteja com receio em alegar estar doente para o seu chefe ou fazer isso sem oferecer trabalhar em casa por pressão dos seus supervisores, procure o departamento pessoal da empresa e se informe sobre a política de ausência ao trabalho por motivos de saúde.
  4. Prepare-se antes de se ausentar do trabalho. Se você é um supervisor ou trabalha em "equipe", você pode ficar com mais receio ainda de faltar ao trabalho por motivos de saúde, mesmo quando deveria, por medo de comprometer o trabalho das outras pessoas.
    • Se começar a se sentir mal durante um dia de trabalho e acreditar que estará indisposto para trabalhar no dia seguinte, crie uma “lista de tarefas” para seus colegas/subordinados seguirem durante sua ausência. Escreva de forma legível e coloque a lista em um local que possa ser encontrada no dia seguinte durante a sua ausência, como a sua mesa.
    • Por precaução, pode ser uma boa ideia deixar uma lista como essa sempre pronta, atualizada e acessível. Mesmo ausente, você pode proporcionar direção e liderança aos seus colegas.

Seguindo as normas para se ausentar do trabalho

  1. Observe como seu chefe reage à ausência de funcionários por motivos de saúde. Ele fica furioso quando algum funcionário falta ao trabalho a menos que essa pessoa esteja infectada pelo vírus Ebola? Ele reclama quando recebe esse tipo de aviso por SMS ou e-mail, em vez de um telefonema? Use essas informações para saber quando e como ligar para ele e alegar estar doente.
    • Mesmo sendo um direito do trabalhador, muitos deles têm medo de ligar para seu chefe e alegar estar doente por medo de deixá-lo nervoso.
    • Na melhor das hipóteses, seus medos serão aliviados quando seu chefe reagir de forma sensata quando você estiver realmente doente demais para trabalhar.
    • Na pior das hipóteses, você pode precisar ser mais insistente e persistente para conseguir se ausentar, mesmo quando realmente precisar.
  2. Dê preferência à uma ligação. Se tiver sorte, seu chefe pode não achar ruim o fato de você mandar um SMS ou e-mail para comunicá-lo que está doente e não vai trabalhar. Porém, para ser mais realista, pode ser preciso uma conversa mais direta com ele para dar a notícia.
    • Na maioria dos casos, uma ligação garante maior seriedade, legitimidade e respeito ao pedido.
    • Também é muito importante decidir quando ligar. Não ligue muito cedo – você pode acordar seu chefe ou dar-lhe a impressão de quem nem ao menos tentou ir ao trabalho. Por outro lado, ligar muito tarde pode parecer meio desrespeitoso por ter que fazer com que seus colegas trabalhem durante o horário de almoço para cobrir sua ausência.
    • A melhor hora para fazer a ligação é depois da hora que você normalmente acorda e antes da hora que costuma sair para trabalhar. Dessa forma, você vai demonstrar que " tentou, mas hoje não vai conseguir ir trabalhar".
  3. Não fale demais. Claro, seu chefe pode querer ter certeza de que você está realmente doente, mas ele não precisa saber de cada detalhe, como por exemplo quando tempo você passou vomitando no banheiro. Seja claro, direto e breve ao explicar sua necessidade em ficar em casa.
    • Ao conhecer o seu chefe e ter uma ideia de como ele reage em relação à ausência ao trabalho por motivos de saúde, você terá uma melhor ideia de quantos detalhes você precisará fornecer a ele sobre sua doença, seus sintomas etc.
    • A menos que esteja certo de suas habilidades em falar no telefone, fingir ou exagerar os seus sintomas provavelmente não é uma boa ideia. É mais provável que isso levante mais suspeita do que empatia se você falar com uma "voz áspera" ou "tossir bastante". Isso pode parecer forçado, mesmo se você realmente tiver esses sintomas.
    • Desculpe-se pelo inconveniente, mas não se sinta culpado se você estiver realmente doente e incapaz de ir trabalhar. Lembre-se de que você estará fazendo um favor a todos os seus colegas de trabalho.
  4. Seja atencioso ao voltar ao trabalho. Não é preciso dar detalhes explícitos sobre sua doença para todo mundo ou simular os sintomas para provar que realmente precisava ter ficado em casa no dia anterior. Por outro lado, você também não deve agir como se já estivesse 100% curado. Em vez disso, demonstre um pouco de consideração a seus colegas de trabalho.
    • Agradeça aos esforços feitos por aqueles que cobriram a sua ausência e peça desculpas por qualquer inconveniente causado.
    • Da mesma forma, demostre que a saúde deles é importante para você, praticando bons hábitos de higiene ao retornar ao trabalho. Lave suas mãos como se você fosse um médico prestes a fazer uma cirurgia e deixe uma garrafa de gel desinfetante para as mãos em sua mesa. Combata qualquer sintoma remanescente que você possa ter.

Alegando estar doente quando você não estiver doente

  1. Escolha o dia certo para fingir estar doente. Se pretende alegar estar doente para não ir trabalhar, dê uma olhada em seu calendário com antecedência para ter certeza de que o dia desejado não seja um dia meio óbvio para isso. Veja algumas formas de escolher o dia certo:
    • Reconheça que, ao escolher uma segunda-feira ou sexta-feira, você terá de ser bastante convincente para não parecer que você está simplesmente tentando conseguir um final de semana prolongado.
    • Verifique se você não se ausentou muitas vezes ao trabalho recentemente, seja devido à uma doença de verdade ou não. Tente não ser a pessoa que sempre está se ausentando do trabalho. Certifique-se de trabalhar todos os dias por pelo menos dois meses, antes de planejar se ausentar.
    • Não escolha um dia particularmente importante ou desagradável, como o dia de uma reunião que todos estão temendo ou um dia em que um cliente com o qual você não se dá bem planeja ir à sua empresa. Vai parecer meio óbvio que você está evitando trabalhar nesse dia específico.
    • Não escolha um dia em que tenha um evento esportivo famoso passando na televisão. Se todos sabem que você é fanático por um certo time e que está morrendo de vontade de ir ao jogo, sua desculpa não vai funcionar.
    • Não escolha uma segunda-feira depois da final de um campeonato. Uma final de campeonato é um grande dia em que as pessoas decidem beber muito. Se você não trabalhar no dia seguinte, será muito óbvio que você está de ressaca, e não doente.
  2. Comece a agir como se estivesse doente um dia antes. Após escolher o tão sonhado dia para não trabalhar, você deve dar sinais de que está prestes a ficar doente um dia antes. Pode parecer meio suspeito, caso você esteja trabalhando duro ou se divertindo com seus colegas de trabalho na pausa para o café, e alegar estar doente no dia seguinte. Sendo assim, exagerar na hora de alegar estar doente pode ser um sinal meio óbvio ao seu chefe e colegas de trabalho, por isso, dê algumas leves indicações de que você está prestes a adoecer.
    • De vez em quando, tussa ou espirre.
    • Durante o horário de almoço, mencione casualmente que está sem fome.
    • Altere sua aparência para parecer mais desarrumado. Se você for homem, bagunce o cabelo e não coloque a camisa totalmente para dentro da calça. Se for mulher, use menos maquiagem do que o normal e não lave o cabelo para ficar com uma aparência “levemente cansada”. Não exagere – lembre-se de que você precisa parecer doente, não desleixado.
    • Não seja tão óbvio sobre a doença. Após tossir ou espirrar, as pessoas perguntarão como você está se sentindo. Tente desconversar. Apenas diga "Não se preocupe, eu estou bem" ou "Eu só devo estar um pouco cansado hoje".
    • Se você consome muito café, beba chá.
    • Coloque as mãos na cabeça como se estivesse com dor de cabeça.
    • Tome casualmente algum remédio para a dor durante o expediente. Leve um frasco de comprimidos ao trabalho para que todos possam ouvir você chacoalhando ele ao tomar um comprimido. Você também pode fingir tomar os comprimidos, mas é preciso ser convincente.
    • Fique mais reservado durante esse dia. Não faça esforços para ser amigável com todos.
    • Se os colegas de trabalho o convidarem para um happy hour ou para almoçar fora, agradeça e diga que não está muito disposto.
    • Se for uma sexta-feira e você planeja se ausentar na segunda-feira, ao final do dia, mencione que não está se sentindo bem, mas que deverá sentir-se melhor durante o final de semana. Então, ao telefonar na segunda-feira, você pode mencionar que ficou muito pior durante o final de semana e que agora está um pouco melhor, mas não totalmente recuperado.
  3. Prepare-se para fazer a ligação. Depois de começar o “plano para faltar ao trabalho”, é hora de preparar a ligação assim que chegar em casa. É preciso se preparar para qualquer coisa que possa acontecer durante a ligação, para não ser pego desprevenido.
    • Conheça a doença a fundo. Você está com uma enxaqueca, um resfriado ou algo diferente? Enxaqueca e resfriado são ótimas desculpas. Não tente escolher uma doença muito complicada, pois será difícil descrever os sintomas; ou algo que demore muitos dias para sarar, como uma infecção na garganta ou intoxicação alimentar.
    • Conheça a doença, mas não dê muitos detalhes. Mantenha a ligação telefônica curta e tranquila. Caso seu chefe faça perguntas sobre a doença, você pode respondê-las.
    • Prepara-se para qualquer pergunta que o seu chefe possa fazer para ele ter certeza de que você está sendo honesto. Saiba quando sua doença começou, como você acredita que vai se sentir no dia seguinte e o que você fará durante o dia para se recuperar.
    • Ensaie a conversa. Você pode até mesmo chamar algum amigo para praticar com ele. Tente escrever o que você pretende falar para ajudar durante o ensaio, mas não simplesmente leia o papel durante a ligação real.
  4. Faça a ligação e seja convincente. Esse é o momento da verdade. Faça uma ligação convincente e você estará livre do trabalho. Faça algo errado e você terá com um chefe zangado (na melhor das hipóteses) ou será demitido (na pior das hipóteses). Ligue na hora certa e da forma certa para aumentar as suas chances de dar certo.
    • Faça a ligação bem cedo. Depois de se preparar para a ligação, ligue para o seu chefe bem cedinho. Mas não tão cedo para acordá-lo. Ligue por volta do horário que normalmente acorda para ir ao trabalho. Assim, vai parecer que você realmente acordou para ir ao trabalho, mas percebeu que não estava se sentindo bem o suficiente para isso.
    • Durante a ligação, fale como se realmente estivesse doente. Independentemente de você deixar um recado na secretária eletrônica ou falar diretamente com o seu chefe, é importante ser convincente sobre estar doente. Existem algumas coisas que você fazer para parecer que realmente está doente ou prestes a adoecer:
    • Tussa ou espirre ocasionalmente durante a ligação. Não faça isso muitas vezes para não parecer falso, mas tossir ou espirrar no momento certo podem lhe ajudar bastante.
    • Deixe sua voz um pouco rouca. Você pode fazer isso gritando em um travesseiro para deixar a sua garganta um pouco irritada ou não tomando água antes da ligação.
    • Você também pode ligar quando estiver deitado com a cabeça pendurada fora da cama (para soar congestionado), com cuidado para não ficar desorientado e esquecer o que você precisa falar.
  5. No dia seguinte, quando chegar ao trabalho, aja como se ainda estivesse um pouco doente. Pode ser meio suspeito chegar para trabalhar com uma aparência bem descansada e todo animado. Em vez disso, você deve agir como se estivesse um pouco melhor depois de um resfriado, porém, ainda demonstrando alguns sinais da doença. Lembre-se de praticar bons modos de higiene para não irritar seus colegas de trabalho.
    • Não se barbeie tão bem como de costume. Novamente, não é preciso ter uma aparência desleixada, mas a sua aparência – cabelo, rosto e roupas – deve estar um pouco desarrumada.
    • Fique mais reservado do que ficaria normalmente.
    • De vez em quando, assoe o nariz ou tussa.
    • Desculpe-se com seus colegas por ter perdido um dia de trabalho.
    • Não vá trabalhar com um bronzeado ou uma roupa nova. Ao fazer isso, vai parecer meio óbvio que você passou um dia no sol ou no shopping.

Dicas

  • Não diga a ninguém no trabalho que mentiu sobre estar doente. Mesmo se você contar para algum amigo próximo, seu chefe pode descobrir e você pode ter problemas.
  • Se alegar estar doente com frequência, isso pode fazer com que seu chefe fique mais restrito em relação a isso, prejudicando os demais funcionários da empresa.
  • Lembre-se: o departamento pessoal e os chefes mantêm um controle das faltas por doença, quantos dias o funcionário ficou ausente e a frequência e padrão com que ficam doentes.
  • Evite sair em público quando estiver doente. Você pode ir ao mercado comprar alguma coisa, mas não vai querer encontrar seu chefe em algum happy hour.

Avisos

  • Se quiser alegar estar doente mesmo quando não estiver, é preciso executar um plano perfeito. Se você não fizer um bom trabalho, seu chefe pode perder a confiança e achar que você é um mau funcionário. E isso pode aumentar suas chances de ser demitido.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.