Como Retirar uma Carta de Demissão

Independentemente das razões que te levaram a apresentar uma carta de demissão inicialmente, você pode acabar repensando o assunto e realmente quer ficar em seu trabalho atual. Retirar uma carta de demissão nem sempre funciona, mas sempre há modos de fazer que irão aumentar suas chances de sucesso.

Mande uma Requisição Escrita

  1. Submeta uma carta o mais rápido o possível. Assim que você tiver tomado a decisão de permanecer no seu trabalho atual, você deve escrever uma carta breve explicando que você gostaria de retirar seu pedido de demissão. Envie esta carta ao seu gerente ou ao departamento de Recursos Humanos dentro de um dia ou dois da sua decisão.
    • Mandar sua requisição por escrito é o primeiro passo. Depois que a pessoa certa na sua companhia receber a carta, você deve então tentar falar com essa pessoa diretamente, tanto pelo telefone ou pessoalmente.
  2. Use o formato de carta de negócios. A carta pode ser curta, mas ainda assim deve ser escrita como uma carta formal. Você deve mostrar maior profissionalismo possível quando quer persuadir seu empregador a aceitar seu pedido de retirada pois irá ajudar a mostrar um alto grau de seriedade e respeito.
    • Escreva seu nome, endereço, e número de telefone no topo da carta.
    • Coloque a data abaixo das suas informações de contato.
    • Escreva o nome do indivíduo para quem você está enviando a carta, seguido pelo título da pessoa e o endereço da empresa.
    • Após acabar as informações do cabeçalho, coloque sua saudação. O que deve ser algo como, “Caro Sr. ______:” Pontue a saudação com dois pontos ao invés de vírgula.
    • Escreva o corpo da sua carta imediatamente após a sua saudação.
    • Feche a carta com algo profissional, como “Sinceramente” ou “Respeitosamente.” Seguindo o final com uma vírgula.
    • Assine seu nome próximo ao fechamento e inclua seu carimbo abaixo da assinatura.
  3. Declare sua intenção. No primeiro parágrafo, é preciso afirmar claramente que você pretende retirar a seu pedido de demissão anterior. Bem como, inclua detalhes sobre sua carta de demissão.
    • Declare seu desejo de retirar sua carta de demissão antes de mencionar qualquer coisa.
    • Liste a data em que você mandou sua carta de demissão e o dia em que você pretendia que fosse seu último dia de trabalho. Fazer isso vai facilitar ao seu gerente encontrar sua carta de demissão prévia nos arquivos dele ou dela.
    • Essa seção não deve ser longa. De fato, uma ou duas frases normalmente são suficientes.
    • Exemplo: “Eu desejo cancelar minha carta prévia de demissão, enviada em (dia original da carta) com ultimo dia de trabalho projetado para (dia da demissão antecipada; normalmente duas semanas da data original da carta). Por favor, aceite esta carta atual como notificação do meu desejo de retirada do pedido de demissão.”
  4. Dê mais detalhes no segundo parágrafo. No segundo parágrafo, você deve declarar suas razões para querer retirar seu pedido prévio de demissão. Você também pode ter que mostrar ao seu empregador o porquê seria benéfico manter você no time.
    • Se você mudou de ideia sem nenhuma persuasão do seu chefe atual, explique o que o fez mudar. Você também deve passar mais tempo convencendo seu gerente de todas as razões pelas quais ele ou ela deveria manter você. Considere a falar sobre o seu registro de trabalho anterior caso tenha sido notavelmente bom, ou mostre que mantê-lo como empregado seria menos oneroso do que contratar de um novo funcionário.
      • Exemplo: “Após pensar bastante, eu percebi que eu deveria permanecer na minha posição de (título do cargo) na (nome da empresa). Trabalhar para essa empresa me deu muitos benefícios no passado, e eu acredito que me manter como funcionário irá beneficiar a empresa também. Meu último registro de empresa foi consistentemente confiável, e eu conheço bem meus deveres nesse trabalho.”
    • Se você deseja retirar a sua demissão, em resposta a uma contra-oferta feita por seu atual empregador, descreva os termos acordados nesta seção da carta. Isto inclui qualquer nova promoção, aumento de salário, ou outro benefício oferecido.
      • Exemplo: “Seguindo nossa conversa, eu decidi que ficarei muito feliz em aceitar a promoção para o cargo (novo título ao qual será promovido) generosamente oferecido a mim.”
  5. Termine em uma nota positiva. No terceiro e último parágrafo da sua carta, você precisa trabalhar no sentido de aumentar opinião geral do seu gerente sobre você, então escreva coisas positivas sobre a empresa expressando gratidão.
    • Mencione o quão grato você é para o seu empregador e peça desculpas por qualquer inconveniência causada. Humilhação é a chave.
    • Você pode mencionar seus planos para o futuro, e como eles se relacionam à empresa e seu sucesso, mas fazer isso não é sempre necessário.
    • Exemplo: “Eu espero poder continuar a trabalhar na (nome da empresa) e peço desculpas por qualquer inconveniência que este assunto tenha causado. Muito obrigado pelo seu entendimento e compreensão.”

Falar com o Gerente ou Recursos Humanos

  1. Expresse claramente sua intenção. Quando for falar diretamente com seu gerente ou com algum membro da equipe de RH, você deve claramente enfatizar seu desejo de permanecer na companhia.
    • Após “Oi”, a primeira coisa que deve vir para fora da sua boca durante a reunião é uma declaração sobre o seu desejo de cancelar o requisito prévio de demissão. .
    • Tenha cópias da sua carta de demissão e a com o pedido de retirada em mãos, só para o caso do seu gerente não as ter.
  2. Explique suas razões. O gerente com quem você vai falar provavelmente vai perguntar porque você queria ser demitido e porque agora você não quer mais. Seja honesto. Dependendo das circunstâncias, seu gerente pode estar disposto a trabalhar com você para ajudar a melhorar a sua moral e dedicação.
    • Neste ponto, você precisará aprofundar com mais detalhes a situação do que você escreveu na carta de demissão e no pedido de retirada.
    • Discuta as razões pelas quais você queria sair, especialmente se houver alguma chance de essas razões serem concertadas. Se você está encarando problemas financeiros, quer desenvolver novas habilidades, ou está enfrentando outros problemas no seu departamento, mencione essas questões primeiro, já que elas são em maioria fáceis de resolver, como o desejo de seu trocado para outro departamento por questões pessoais. Há alguma chance de que seu empregador pode ser capaz de movê-lo para outro ramo ou elaborar um cronograma de tele trabalho que permitiriam que você passasse mais tempo em outros lugares.
    • Também fale sobre as razões pelas quais você quer voltar. Mencione as coisas que você gosta no seu trabalho atual e expresse o desejo de ficar neste trabalho. Explicando as razões pelas quais você quer ficar, você pode demonstrar bastante seriedade sobre sua decisão.
  3. Saiba quais são as informações que você não deve falar. Se a oferta de trabalho que você planejou aceitar com a demissão não se concretizou, é geralmente considerado prudente deixar essa informação de fora da conversa quando se discute os detalhes de seu possível retorno.
    • Deixar seu empregador saber que você não tem para onde ir coloca você em desvantagem, especialmente se você pretende discutir os termos da sua permanência. Se você não tem outra proposta de emprego disponível, você provavelmente está desesperado e mais propenso a ficar no seu trabalho atual em condições mais pobres de trabalho.
    • É claro, se te perguntarem diretamente, você não deve mentir que você tem outra proposta de trabalho encaminhada quando você não tem.
  4. Demonstre sua dedicação. Como você já pediu demissão, você pode dar a impressão ao seu chefe de que você não está comprometido com a empresa como deveria. Enfatize sua dedicação renovada quando você falar com o gerente ou com o RH para ajudar a aliviar este receio deles.
    • Seja humilde, respeitoso e cortês. Agradeça ao seu gerente pelo tempo que ele dispendeu para discutir o seu pedido de retirada com você e falar sobre o seu apreço pela empresa.
    • Ao mesmo tempo, você também deve falar coisas positivas sobre suas habilidades, seus registros de emprego, e sua ética no trabalho. Você deve deixar claro para seu empregador que ficar com você é melhor do que demiti-lo.
    • Se o seu pedido inicial foi feito no calor do momento, você deve manter o controle agora. Aborde o assunto com calma, mesmo se o gerente ou o membro do RH estiver tentando pressioná-lo.

Lide com as Consequências

  1. Saiba o seu lugar. Infelizmente, seu empregador não tem nenhuma obrigação legal de aceitar seu pedido de retirada, especialmente se seu pedido inicial de demissão foi feito na forma de carta escrita. Seu empregador pode considerar seu pedido dependendo das circunstâncias, no entanto, ainda vale o esforço de fazer a solicitação de retirada.
    • Seu empregador estará mais propenso a aceitar seu pedido de retirada se sua performance passada tiver sido excelente e se você pediu demissão calmamente e legitimamente, e tiver tido boas razões.
    • Seu empregador estará menos propenso a aceitar seu pedido de retirada se você tiver feito um trabalho ruim no passado, se você se demitiu em um acesso de raiva, ou se as suas razões iniciais para querer se demitir pareciam fracas ou pouco claras.
  2. Trabalhe duro independentemente da resposta. Se o seu empregador decidir aceitar seu pedido de retirada da demissão, prove que ele tomou uma sábia decisão trabalhando duro. Se o seu empregador decidir rejeitar seu pedido, você ainda precisa trabalhar duro por causa da sua carta de recomendação dada pela empresa.
    • Mesmo se o seu empregador se negar a cancelar seu pedido de demissão, você ainda será legalmente obrigado a continuar trabalhando até a data da demissão especificada na sua carta original.
    • Estourar é uma má ideia em locais de trabalho. Você deve mostrar que não há ressentimentos, especialmente pelo motivo que seus futuros empregadores podem contatar esta empresa quando considerar contratar você ou não.
  3. Mova-se quando necessário. Se o empregador recusar seu pedido de retirada da demissão, isso pode colocá-lo em uma situação difícil, especialmente se você não tiver outra oferta de emprego. Comece a procurar emprego assim que você descobrir que a perda deste emprego é inevitável.
    • Aprenda a sobreviver enquanto procura por um novo emprego. Há vários serviços, programas, benefícios, e agencias designadas a ajudar aqueles que estão desempregados enquanto procuram emprego.
    • Procure por um novo emprego, fazendo upload do seu currículo, preparando-se para entrevistas, e aplicando-se para vagas de trabalho.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.