Como Tornar o Aprendizado Divertido

Como um pai ou educador, você pode ter dificuldade em fazer o aprendizado parecer divertido para as crianças. Se você ajustar a experiência de aprendizado de uma criança ao interesse dela, e apresentar a informação em formatos divertidos, você pode geralmente “treinar” as crianças a associarem o aprendizado com coisas positivas. Quando mais cedo você começar com as crianças, melhor, mas é importante que você persista nos seus esforços, não importa a idade da criança.

Tornando o aprendizado pessoal

  1. Passe um tempo sozinho com seu filho. Pegue o seu filho e passe um tempo ensinando-o separadamente. A maioria das crianças gosta de receber atenção individual. Isso as faz se sentirem importantes, e quando você está satisfazendo o desejo dela por afirmação, ela tem mais chances de ser receptiva para a lição.
  2. Participe das atividades. Quando as crianças estiverem fazendo uma atividade educacional participe. Não apenas suponha que você possa ir lavar as louças enquanto seus filhos se sentam para ler. Em vez disso, aproveite a oportunidade para ler também. Seus filhos irão lhe ver como um exemplo. Se eles suspeitarem que você não gosta da atividade, eles irão pensar que a atividade simplesmente não é legal.
  3. Encoraje a família inteira para participar. Enquanto a atenção pessoal é importante, a maioria das crianças nova também acha as atividades mais divertidas quando elas são feitas com as pessoas que elas mais gostam – os membros da família. Como um pai ou mão, separe um tempo para sua família inteira participar de uma atividade educacional. Como um educador, encoraje as famílias dos estudantes para aprender juntos.
    • Quando as crianças são novas, comece lendo em voz alta em família. Cada membro da família pode ler uma parte diferente da narrativa, ou você poderia narrar o livro inteiro do começo ao fim. Se possível, dê uma cópia do livro para cada membro da família para que cada pessoa possa acompanhar o narrador na leitura.
  4. Ajuste a lição a um interesse específico. Se uma criança tem dificuldade em se focar em uma lição, descubra uma forma de torna-la mais atraente envolvendo um dos seus interesses. Fale sobre a lição de forma que ela possa se relacionar com o interesse em questão.
    • Por exemplo, se seu filho está atualmente passando por uma fase na qual ele ama qualquer coisa relacionada com cachorros, formule problemas de matemática que envolva cachorros ou encoraje a leitura oferecendo livros sobre cachorros.
  5. Seja positive. Você pode se sentir frustrado quando você tiver dificuldade em ensinar uma certa lição a uma criança, mas há uma boa chance de que a criança envolvida se sinta ainda mais frustrada do que você. Seja paciente e calmo. Use uma linguagem positiva e encorajadora, e nunca corte a habilidade de uma criança aprender o material.

Criando lições envolventes

  1. Desenvolva lições práticas. Uma lição prática encoraja crianças a colocar o aprendizado em movimento, e se a atividade for divertida o suficiente, elas irão se lembrar da lição por trás da atividade sempre que elas se lembrarem da própria atividade. Lições práticas podem envolver qualquer coisa, de trilhas na natureza a ciência maluca. Seja criativo e encontre algo que funcione com cada unidade que você está tentando alcançar.
    • Ao aprender sobre pássaros ou insetos, faça uma caminhada perto da floresta e encoraje as crianças a identificarem os diferentes tipos possíveis.
    • Você também pode experimentar alguns experimentos clássicos da "ciência maluca", como um ovo flutuante ou um vulcão com uma garrafa de refrigerante.
  2. Seja criativo e faça atividades artesanais. Lições que estimulam a imaginação podem ser as mais divertidas e mais informativas. Quando a criança se torna criativa, mais do cérebro é ativamente envolvido. Dessa forma, a mente pode absorver mais conhecimento. Atividades baseadas na imaginação podem incluir arte e artesanato, peças teatrais ou uma variedade semelhante de atividades.
    • Crianças mais velhas podem gostar de escrever poesia, contar histórias, fazer uma peça ou criar montagens de colagem. Crianças mais novas tendem a gostar de desenhar e colorir.
    • Imaginação também pode incluir um elemento ativo de imitação. Peça para as crianças mais velhas fingirem que estão em um fórum quando tiver ensinando sobre o sistema judicial. Peça para crianças mais novas se vestirem como algum personagem da história quando as lições adequadas surgirem.
  3. Saia. O mesmo velho ambiente da sala de aula pode ser cansativo quando visto todos os dias. Faça uma viagem de campo. Uma viagem curta durante uma aula à tarde funciona bem se você estiver tentando avivar uma aula pequena, ou você poderia tiver umas férias mais longas em um local histórico quando for ensinar sobre os importantes momentos em um dado campo educacional.
    • Viagens de um dia podem incluir viagens a um museu local, parque ou monumento da cidade.
    • Para férias mais longas, você poderia planejar uma visita a um destino histórico ou educacional, como a capital do país. Alternativamente, você pode tornar um destino mais educacional simplesmente separando um tempo para visitar os museus locais, marcadores históricos e lugares turísticos.
  4. Crie um sistema de recompense. Recompensas funcionam bem principalmente com crianças mais novas. Ofereça a elas uma recompensa se elas completarem muitas atividades ou acertarem muitas perguntas em uma prova ou atividade de casa. Idealmente, você quer que as crianças achem o aprendizado divertido por aprender, em vez de apenar para receber a recompensa. No entanto, instilando o princípio de que “aprender” é igual a “recompensa”, você pode treinar crianças mais novas a automaticamente associarem a educação com experiências e emoções positivas.
    • Tenha um estoque de figurinhas, marcadores de livros divertidos, pequenos brinquedos, lápis coloridos ou bombons em mãos.
    • Isso funciona bem principalmente com crianças mais novas, mas pode ser difícil com crianças mais velhas, pois elas tendem a perder a apreciação por pequenas coisas com a idade.
  5. Faça uma festa. No final de uma unidade educacional, faça uma festa baseada no conteúdo da unidade. Cubra princípios e conceitos ensinados durante a unidade através do uso de jogos, comida e prêmios.
    • Por exemplo, se você recentemente completou uma unidade sobre vida marinha, faça uma festa com o tema do oceano. Faça as crianças prepararem decorações que pareçam ondas ou a vida no oceano. Sirva um bolo decorado com um cenário do oceano.

Usando instrumentos de aprendizado para diverter

  1. Jogue jogos educacionais. Tanto jogos tecnológicos ou não podem funcionar, então inclua jogos de computadores assim como os jogos de tabuleiro tradicionais, jogos de cartas, jogos de conhecimento geral e quebra-cabeça. Jogos são divertidos por natureza, mas se você escolher um jogo que também tenha um elemento educacional, você pode colocar um pouco de conhecimento na diversão sem receber nenhuma reclamação.
    • Alguns jogos são especificamente feitos para lições específicas ou unidades educacionais. No entanto, outros podem ter um valor educacional sem nem mesmo serem classificados como "jogos educacionais". Por exemplo, Monopoly ensina estratégias e matemática, e Scrabble melhora o vocabulário. A maioria dos jogos de carta tradicionais também ensina tanto a estratégia quanto a matemática.
    • Jogos de conhecimento geral e quebra-cabeça interativo tendem a atrair crianças mais velhas, cujas mentes desejam um desafio. Você pode encontrar um jogo de conhecimentos gerais que lida especificamente com um tópico atual de aprendizagem, mas você deve também encorajar jogos de conhecimento geral e quebra-cabeça em geral, pois eles constroem habilidades de resolução de problemas.
  2. Procure softwares educacionais. A maioria das crianças já está emersa em uma cultura digital quando chegam na escola primária. A tecnologia é uma ótima forma de conectar essas crianças, e se você conseguir encontrar um software que seja ajustado especificamente para ser tanto educacional quanto divertido, você pode ter uma chance maior de usar essa tecnologia para o melhor.
    • Além de softwares, você também pode incluir outras formas de tecnologia nas suas aulas. Procure podcasts, fotografias digitais, gravações de vídeo e instrumentos semelhantes de aprendizado na web.
  3. Assista a algo educacional. Os programas de televisão educacionais são as opções mais óbvias aqui, mas quando as crianças crescem, pode ser difícil encontrar programas que sejam tanto educacionais quanto divertidos. Em vez disso, tente encontrar um filme que se relaciona com o período de tempo ou tópico sendo atualmente estudado. Enquanto as crianças podem não aprender nada diretamente útil do programa, elas podem ganhar um grau maior de apreciação pelo tópico do estudo.
    • O teatro em particular pode criar uma apreciação de drama e literatura. Essa é uma ótima opção se você estiver atualmente lendo uma peça específica durante a aula.
  4. Apresente brinquedos e dispositivos educacionais. Assim como com jogos, brinquedos e dispositivos para crianças já são feitos para serem divertidos. No entanto, hoje em dia, há muitos fabricantes de brinquedos por aí que tentam atrair pais e educadores conscientes produzindo brinquedos educacionais. Considere o nível atual de aprendizagem da criança e compre algo adequado.
    • Os grupos etários mais novos podem trabalhar com brinquedos que ensinam formas geométricas, números, letras e cores. Quando esses brinquedos ficarem muito "novinhos", você pode começar a oferecer massa de modelar. Jogos educacionais portáteis ou dispositivos semelhantes tendem a ser mais eficazes quando você lidar com crianças de 10 anos ou mais.

Associando o aprendizado à vida diária

  1. Aplique conceitos aos problemas do dia a dia. Enquanto problemas de palavras são o veneno da existência de muitos estudantes de matemática, o princípio básico é sensato. Quando você ensinar uma lição nova, explique como essa lição impacta as pessoas na vida diária. Você pode ajustar atividades pessoais com essa conexão ou diretamente guiando a criança através desses problemas.
    • Por exemplo, ao ensinar uma criança sobre frações, faça um bolo ou uma torta. Demonstre como cortar a sobremesa em metades, quartos e assim por diante.
  2. Crie desafios dinâmicos. Um desafio dinâmico requer que um estudante use o conhecimento que ele já ganhou para resolver um problema maior. Por exemplo, você poderia instruir uma criança a ensinar o material para você, ou para ensinar outro estudante. Ao fazer isso, você está encorajando a criança a aprender o material cuidadosamente e está oferecendo a oportunidade de ter um estímulo enorme para a autoestima dela, quando ela demonstrar o seu novo conhecimento.
  3. Monte uma loja. A loja pode ser falsa ou verdadeira. De qualquer forma, você precisa encorajar a criança a estabelecer preços e contar o dinheiro e o inventário.
    • Para ideias da vida real, tente fazer uma barraca de limonada ou uma venda no jardim. Certifique-se de que a sua área residencial possa ser usada para esse tipo de atividade, e que qualquer permissão seja adquirida com antecedência.
    • Para opções fictícias, monte uma loja falsa com dinheiro falso na sua casa. A criança deve ser o caixa. Os outros membros da família devem revezar sendo os clientes.
  4. Dê uma tarefa importante para a criança. Dê a ela uma tarefa que afeta o resto da família. Por exemplo, peça para ela calcular a gorjeta em um restaurante e contar o dinheiro. Semelhantemente, você poderia pedir para a criança mais velha pesquisar destinos possíveis para as férias em família.
    • Quando você instruir seu filho a realizar uma tarefa grande, como planejar férias, certifique-se de fornecer recursos úteis, como sites de visitantes de algum local ou outros sites relacionados a viagens, enquanto o orienta com o processo de pesquisa. A criança deve se sentir "no controle", mas você também deve se certificar de fornecer limites e conselhos suficientes para fazer a experiência ser bem sucedida.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.