Como Evitar Atrasos

Vez por outra todo mundo se atrasa. Carros quebram e atrapalham o trânsito; “quem nunca dormiu demais sem querer?” – é claro que uma criança que vomita precisa de atenção médica imediata, e as roupas que você se atrasou só para buscar na lavanderia também. Ainda assim, para algumas pessoas se atrasar é algo muito corriqueiro, quase sempre por motivos alheios à vontade delas; o atraso beira a definição do estilo de vida e delas mesmas. Numa sociedade em que a prontidão e pontualidade são sinais de comprometimento e entusiasmo em relacionamentos, trabalho, estudos, etc., essa peculiaridade é vista com péssimo gosto – e isso é um problema sério. Você provavelmente está perdendo ofertas de emprego, relacionamentos e oportunidades por deixar que o atraso domine sua vida; se ele já virou uma representação de você, é possível que tenha Distúrbio do Atraso Crônico. Sim, você está deixando isso acontecer e é mais do que hora de fazer algo a respeito, antes que a situação piore ainda mais! Este artigo é para pessoas que se atrasam regularmente; ele aborda aspectos psicológicos profundos por trás do hábito de se atrasar. Para saber mais sobre ser pontual de modo geral, em que o atraso não é um hábito e sim uma exceção, leia Como Ser Pontual.

Passos

  1. Aceite que se atrasar nunca é apropriado. Existem algumas culturas que veem o atraso como algo aceitável e até elegante, mas se você faz parte de uma que preza pela prontidão, terá que ceder à pontualidade – pelo menos nas partes da vida em que o atraso tenha um impacto negativo demais. A não ser que você viva de rendas, ou de arte e outros meios que tolerem esse hábito, você só tem uma opção: aceitar que o normal é chegar no horário. Deixe a apatia para quando estiver de férias, ou qualquer outro momento em que demorar não seja um problema.
    • Tenha em mente que, não importa quantos exemplos de culturas que aceitam o atraso você consegue lembrar (algo que os atrasados fazem para se justificar) – isso não vai colar com o seu chefe, com o entrevistador de emprego, professor de seu filho, ou qualquer pessoa que obedeça a horários e espera o mesmo de você.
  2. Identifique as razões de estar sempre atrasado. Pergunte-se “por que eu nunca fiz nada a respeito?”. O atraso pode ser sinal de vários problemas psicológicos e Keith Ablow (psiquiatra americano e médico consultor da Fox News nos Estados Unidos) descreve muitas das ainda mais variadas possibilidades que levam uma pessoa a se atrasar, sendo: 1) um jeito de aliviar a ansiedade; 2) um modo de fazer as pessoas se sujeitarem a ela e 3) um jeito de testar as pessoas e fazê-las provarem seu amor. Há ainda outras razões para isso, como desorganização ou otimismo. Quase sempre há uma necessidade psicológica que faz com que o atraso seja visto como uma solução para lidar com o verdadeiro problema. Para saber se qualquer uma dessas razões é a sua, observe algumas questões:
    • Driblar a ansiedade. Você se estressa sobre coisas que não pode, não quer ou não tem recursos para fazer, mas em vez de buscar uma solução, atrasa-se para os compromissos numa tentativa de aliviar a ansiedade?
    • Exigir a sujeição dos outros. Você costuma usar seu atraso para garantir que haja pessoas esperando por você, por suas palavras, sua aprovação? Você se sente superior por deixá-las esperando?
    • Testar o amor que sentem por você. Você sente que fazer as pessoas esperarem serve como prova de que elas gastariam tempo precioso em seu nome? Isso confirma que elas o amam, apesar do que você as faz passar?
    • O caos como sinal de habilidade ou dedicação. Você sente que sempre perde prazos porque tem trabalhado tanto que acabou nessa situação atolada e seria mais eficiente se simplesmente parasse, relaxasse e retomasse o foco? Você acha que parecer muito ocupado é algo a se prezar?
    • O otimismo ajudará a chegar no horário. Você costuma subestimar tempo de viagem, de trabalho, tempo que falta para o prazo, etc.? Você costuma ter certeza de que, não importa o que aconteça, você alcançará o objetivo mesmo sem um planejamento adequado?
  3. Faça planos para dissipar a ansiedade. Caso seu problema seja medo de não saber chegar ao destino, custo, desempenho ou qualquer outro motivo, planejar com antecedência será de grande ajuda para chegar no horário. Por exemplo, se receia chegar junto com todo mundo do grupo de ginástica para não mostrar que é desajeitado, trabalhe esse medo em vez de evitá-lo. Agende algumas aulas particulares para superar a falta de jeito com os novos exercícios à vontade, ou fale com o instrutor sobre seus medos – você também pode escolher um lugar mais afastado, no fundo da sala, onde possa seguir os outros sem eles perceberem (tanto). O planejamento permitirá que você resolva os problemas através de soluções práticas. Outros modos de reduzir a ansiedade são:
    • Deixe todas as anotações, materiais e outros itens necessários em ordem com antecedência ao evento, assim poderá simplesmente pegar as coisas e sair quando chegar o grande dia. Faça o seu melhor para se adiantar na noite anterior se você é um dos que sofrem pela manhã.
    • Fale com quem o incomoda sobre o problema entre vocês. Em vez de se atrasar para a ocasião, chame a pessoa de canto durante o próprio evento e discuta o comportamento dela que o chateia. Tenha tato, mas resolva o assunto, pois é melhor do que ficar evitando e se atrasando.
    • Caso o motivo seja dinheiro (ou a falta dele), diga honesta e abertamente para seus amigos que seu orçamento está apertado e não pode bancar as mesmas refeições, baladas ou eventos que eles nesse momento; ou você sugere programas e reuniões mais baratos, ou só vai aos que caibam no seu bolso. Assim, todo mundo entenderá que você não é atrasado, mas que tomou uma decisão e todos estarão cientes do que está acontecendo.
  4. Pare de se atrasar para controlar os outros. É hora de parar esse hábito, antes que você tenha poucas pessoas para confiar e chamar de amigos. Todo mundo está vendo o que está acontecendo e as pessoas só toleram isso porque precisam por algum motivo, mas não por respeito ou vontade própria. Pense em como você se sentirá quando descobrir a verdadeira razão para as pessoas aturarem seus atrasos – pode apostar que não é pelo seu poder sobrenatural. Não vai demorar muito, uma pessoa mais assertiva vai acabar chamando sua atenção pelo seu joguinho de controle e pode ser até em público, o que só piora as perspectivas.
    • Keith Ablow diz que você não precisa mostrar que é o líder assim. Liderança é muito mais do que o simples poder de mandar nas pessoas a ponto de esperarem por você. Em vez de disso, seja e faça você o que quer que elas sejam e façam. Demonstre sua verdadeira habilidade em liderar através de atitudes efetivas e não porque você manda; se isso é um problema para você, busque ajuda profissional de um coach, sessões de mentoring ou workshops de liderança.
    • Tenha mais respeito e consideração pelos outros. Thomas Szasz disse que “fazer alguém esperar é uma estratégia básica para definir uma pessoa como superior e outra como inferior.” O tempo de todos é precioso, não só o seu; atrasar-se quer dizer que você está atrasando também aos outros. Pode não parecer muito para você, especialmente se estiver em uma posição de poder, mas isso é uma forma de abuso. Aprenda a reconhecer o dano que isso causa na vida dos outros e pare com esse hábito.
    • Esteja consciente de que as pessoas percebem o seu atraso e não gostam nada disso, ponto final. Se elas aguentam isso, só pode ser por necessidade, não porque o respeitam. Além do mais, você não quer que elas tenham tempo para ficar contando seus defeitos nos dedos enquanto o esperam, especialmente se não tiver absolutamente nada para fazer durante esse tempo.
  5. Encontre a raiz de sua autoestima. Se acha que ficar esperando é uma forma de as pessoas provarem seu amor e lealdade por você, há algo muito sério faltando em sua vida, mais especificamente amor próprio. Tente lembrar-se que não é abrindo mão do próprio tempo que as pessoas mostrarão o valor que dão a você; eventualmente a situação não se sustentará e alguém acabará dizendo o que você não quer ouvir. Faça com que a sua pontualidade seja um ato de amor, uma expressão do privilégio de pertencer a um grupo e não um sinal de carência e insegurança; se a sua autoestima precisa de estímulo, não tenha medo de tentar! Isso melhorará todos os aspectos de sua vida.
    • Veja algumas ideias em Como aumentar sua autoestima e Como elevar sua autoestima.
  6. Relaxe. Sua ideia de sucesso é ser tão ocupado que está sempre atrasado? Cuidado para não ter uma parada cardíaca quando o estresse bater à porta! Quem costuma mostrar muita “correria” para cobrir todas as tarefas atrasadas, ficar reclamando que não tem tempo para resolver tudo e ainda age como se fosse indispensável apesar dos atrasos transforma tarefas simples em verdadeiras emergências, tão complicadas e urgentes que acabam gerando ainda mais atraso em outras tarefas. Cultivar a tranquilidade na vida eliminará o atraso para concretizar coisas e cumprir prazos. A escolha é sua – você não ganha nenhum bônus por se estressar. Lembre-se de que você vai acabar o que precisa fazer dentro do prazo e, quanto mais calmo você estiver, mais eficiente e focado ficará, aumentando as chances de conseguir.
    • Por exemplo, pense em uma pessoa preparando um jantar em família. Ela tem duas escolhas – ou cozinha e cuida de tudo de forma tranquila ou se afoba e faz tudo de um jeito desorganizado. Talvez ela tenha crescido em um ambiente em que a confusão é o método para preparar as festas e aí o mau-hábito já está adotado. Na verdade, não tem necessidade para tanto rebuliço – essa não é uma prova de dedicação, nem uma demonstração de habilidades e fica tudo tão mais fácil quando há calma... Deixe-se levar pelo ritmo das tarefas e relaxe.
  7. Seja realisticamente otimista. Todos amam otimismo, mas até a “vibe do bem” pode ser demais quando atinge o mundo mágico da esperança à custa de resultados reais. Assim como uma pessoa ansiosa, um otimista se ilude quanto à própria capacidade em cumprir o prazo de um projeto (mesmo sem recursos), ou em chegar do ponto A ao B no horário de pico e esse otimismo acaba parecendo falta de planejamento. Não abra mão de seu otimismo de jeito nenhum, mas faça planejamentos embasados, com espaço para contratempos e atrasos, como trânsito, ou uma caneta que possa estourar em seu bolso ou algo fundamental não acontecer no tempo previsto. Tenha um plano A, B e C na manga para driblar as possibilidades mais óbvias. Não estamos falando de só esperar pelo pior, mas de prontidão quando houver imprevistos. Ter foco e pensar à frente do tempo pode ser a diferença entre chegar atrasado ou no horário.
  8. Arrume sua vida para que ela flua melhor. Caso você seja o tipo de pessoa que encavala vários compromissos em um dia só ou acha difícil dizer não, pode estar atrasado por causa desse comportamento – é difícil equilibrar tantas tarefas e algumas acabam sendo negligenciadas. É uma pena que as melhores intenções não sejam justificativa suficiente para o atraso, ainda mais quando a pessoa esperando ainda não sabe dessa mania. É tão mais fácil reorganizar suas tarefas diárias para que elas não se esbarrem. Pare de se doar para todos os lados e faça intervalos entre tarefas. Não se esqueça da importância de se cuidar – você deve isso a si mesmo e àqueles que você dedica sua atenção.
    • Leia seu diário. Ele é cheio de promessas que você nunca cumpre? Comece a pensar em um modo de reorganizar seus compromissos e adotar um plano para aceitar menos obrigações no futuro, assim você terá mais tempo com seus amigos e familiares quando se encontrarem.
    • Atribua algumas de suas tarefas para os outros. É bem provável que as pessoas com quem convive sejam capazes de cumprir algumas tarefas suas de vez em quando, de familiares à equipe de trabalho. Faça apenas as obrigações que estão à mão e que possam ser feitas com agilidade. Desdobrar-se para tentar fazer tudo sozinho faz mal para a saúde e para as interações sociais. Leia este artigo para saber mais sobre não ceder quando você tem razão e deve dizer “não”.
    • Aprenda a deixar algum tempo extra entre as tarefas e encontros. É insuportável se arrastar entre uma reunião e outra sem nenhuma pausa. Esse tipo de rotina pode ser normal para políticos e celebridades, mas eles têm equipes inteiras para lidar com várias coisas como funcionários domésticos, cozinheiros, agentes e assistentes pessoais, que fazem tudo por eles – você tem tudo isso? Não, portanto, não ache que é uma super pessoa ou você vai surtar. Além de poder respirar nesse intervalo, ele também pode funcionar como reserva caso algo aconteça e você tenha que chegar atrasado a um evento, sem comprometer o horário do próximo.
  9. Honre o tempo. Respeitar o valor de “seu” tempo fará com que você mesmo se policie para não se sabotar, como checar e-mails na hora de ir para a cama, etc.. Seu tempo é valioso e você tem o dever de aprender a encará-lo com seriedade para otimizá-lo ao máximo e não deixá-lo passar sem perceber. Respeitando o próprio tempo você respeitará o tempo dos outros e acabará notando que deixá-los esperando é um desperdício do tempo precioso delas.
    • Entrar em sintonia com o tempo requer foco. Quem está sempre atrasado não tem consciência do tempo como algo que deve ser cuidado para se alcançar o potencial máximo da vida. A meditação pode ajudar a abrir os canais de aprimoramento do uso do tempo, assim como ler sobre o conceito de tempo, manter uma agenda de compromissos e fazer planos do dia todas as manhãs. Surpreenda-se com todas as coisas que você tem evitado confrontar.
    • Cuidado com as armadilhas temporais. A tecnologia rouba nosso tempo, nos fazendo achar que precisamos estar conectados sempre. No entanto, estar disponível e on-line o tempo todo pode fazer com que deixemos de correr atrás de coisas mais produtivas e prazerosas. Ficar conectado pode parecer eficiente e esperto, mas também pode significar que você não está vendo o tempo passar, bem em frente de seus olhos. Caso você já tenha percebido esse fenômeno, lembre-se de que a tecnologia é uma ferramenta que lhe serve, não domina. Quando checar e-mails ou jogar videogame for a causa de você se atrasar para uma reunião ou perder prazos importantes para sua vida, é hora de redefinir suas prioridades.
    • Visite a página [DeathClock.com] para lembrar quanto tempo você realmente tem. Seus resultados pessoais podem ser o suficiente para motivá-lo a usar seu tempo melhor!
  10. Não se deixe levar pelo papo de que você “é uma pessoa atrasada”. Toda vez que alguém diz que você “se atrasará para seu próprio enterro”, subconscientemente essa definição de você acaba se tornando um símbolo de orgulho. Ao aceitar esse tipo de comentário (“Pois é, meu primeiro nome é “Atra” e o segundo é “Sado”), o que você está dizendo para si mesmo é uma confirmação de que você se resume a isso. Pare de se definir como um atraso. Converse consigo mesmo para parar de legitimar seu atraso e comece a praticar a “pontualidade positiva”. Por exemplo, diga o seguinte para si mesmo:
    • "Eu sempre chego na hora."
    • "Eu sou sempre pontual."
    • "Eu respeito o tempo e o aproveito ao máximo.”
    • "Estou tirando o maior proveito da vida, sem procrastinar.”
    • "Ser pontual me torna importante.”
    • "Eu sou um líder zeloso porque estou sempre dentro do cronograma, facilitando a vida de meus funcionários e colaboradores para cumprirem suas tarefas de maneira criativa, produtiva e interessante.”
    • "Estou dentro do planejamento e estou tranquilo. Quando eu acabar, terei cumprido o prazo."
  11. Encare a pontualidade como um sinal de boas maneiras. Estar atrasado é falta de educação e estar no horário é uma demonstração clara de respeito pelo próximo. Você não pode devolver o tempo que as pessoas perderam esperando por você, portanto, seria rude achar que tem o direito de privá-las desse tempo sem um bom motivo. A etiqueta do tempo varia de acordo com o evento, mas é raro poder se dar o luxo de atrasar. De acordo com Peggy Post, consultora especializada em etiqueta, as situações a seguir requerem pontualidade rígida:
    • Entrevista de emprego: chegar cinco minutos atrasado a uma entrevista de emprego já é imperdoável. Seja sempre pontual se quiser o emprego.
    • Reunião de negócios: chegue no horário ou mais cedo para se preparar para apresentações, etc.. Ninguém é obrigado a esperar você arrumar o computador com a apresentação de PowerPoint ou reorganizar as cadeiras, pois você poderia ter feito isso antes.
    • Compromissos em refeições: quem cozinha merece respeito dos convidados porque a comida pode esfriar, portanto, não se atrase; para encontros em um restaurante, tente chegar na hora, pois é rude atrasar mais de cinco minutos. Em um jantar comemorativo, organize-se para não chegar cedo demais (dê tempo para o anfitrião terminar os últimos toques) nem se atrasar mais de 15 minutos. Em países em que o tempo é visto e usado de forma diferente, pergunte como se portar ao anfitrião e, se perceber que vai mesmo se atrasar, avise-o para que ele não torre o jantar tentando esquentá-lo mil vezes para você.
    • Um filme ou peça de teatro com os amigos: se tiver que comprar os ingressos, chegue com bastante tempo para pegar a fila, que pode ser longa; se já tiver os ingressos, chegue cerca de 10 minutos antes de o espetáculo começar.
    • Compromissos com profissionais (médico, dentista, cabeleireiro, etc.): chegue no horário agendado. O tempo desses profissionais é valioso e se você se atrasar, causará transtornos na agenda dele e dos próximos clientes também. Caso esteja atrasado, ligue e avise quanto tempo acha que vai demorar.

Dicas

  • Programe o despertador do telefone ou do computador quando tiver compromissos com horário. Mude o som do alarme quando perceber que começou a ignorá-lo.
  • Você usa relógio ou celular com hora? Não saber a hora pode ser uma desculpa para se atrasar. Reorganize seu senso de tempo – tenha um relógio à mão.
  • Vá para a cama mais cedo para acordar mais cedo e com disposição.
  • Outras pessoas de sua família ou amigos pontuais podem ajudá-lo, avisando quando você estiver atrasado e apressando-o para chegar a tempo aos compromissos. Não se surpreenda se eles saírem sem você caso tenham um programa com horário e você esteja segurando todo mundo em casa. Isso fará com que eles não sintam culpa e você se mexa para chegar na hora (na medida do possível).
  • Como em qualquer área da vida, é claro que existem exceções. Chegar atrasado de vez em quando porque ficou preso em algum lugar, sofreu um acidente, teve que lidar com um filho doente, etc. são desculpas aceitáveis, mas usá-las sempre não é. Estamos na era dos celulares, uma ligação rápida de onde estiver, ou um simples SMS pode ser útil para avisar e acalmar quem está esperando.
  • Mude o padrão de pensamento e reavalie suas prioridades.
  • Adiante o relógio em cinco minutos para achar que está atrasado, assim você fará tudo com cinco minutos de antecedência.
  • Sempre tenha dinheiro trocado para pegar ônibus, comprar miudezas, tomar um café, etc. sem precisar perder mais tempo esperando troco ou procurando um caixa eletrônico.

Avisos

  • Quando você receber uma comunicação formal no trabalho por causa de seus atrasos, leve isso a sério. É muito provável que sua pontualidade esteja sendo monitorada a partir do segundo em que você foi avisado e você não poderá mais se atrasar sem ninguém perceber.
  • A falta de educação do atraso é agravada se a pessoa que estiver esperando não souber o que causou o atraso – para ela, alguma coisa muito séria pode ter acontecido com você. O mínimo que se espera é que, se o atraso não pode ser evitado, um aviso seja dado com uma boa desculpa.

Materiais Necessários

  • Diário, alarmes, calendários, agendas, etc..
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.