Como Renegar a Sua Família

A sua família é abusiva, destrutiva e disfuncional? Tomar a decisão de renegar a família não é fácil, mas em alguns casos, cortar os laços é a melhor maneira de superar um passado doloroso e proteger a si mesmo, seus filhos e sua propriedade de danos futuros. Dependendo da sua idade e da sua situação, você pode tomar medidas legais para manter a sua família longe. Leia o artigo abaixo para mais informações.

Renegando a Família Sendo Menor de Idade

  1. Considere ligar para o Juizado de Menores. Se você é menor de 18, e acha que está vivendo uma situação perigosa, entre em contato com o Juizado de Menores para pedir ajuda. O passo mais importante é ficar seguro. Depois de ter saído de casa, o Juizado de Menores lhe ajudará a determinar como proceder para garantir que a sua família não irá lhe prejudicar.
    • Se você não tem certeza se deve ligar para o Juizado de Menores, converse com um adulto em quem você confia, como um professor, um conselheiro da escola ou os pais dos seus amigos sobre as opções que você tem.
    • Entenda que quando você fizer 18 anos, seus pais não terão mais direitos legais para fazer decisões por você. Talvez você não se dê bem com seus pais, mas eles estão realmente lhe colocando em perigo? Se não, sua melhor opção é esperar. Quando você fizer 18 anos, você poderá viver sua vida do jeito que você quiser.
  2. Determine se deve buscar emancipação. Se você for um adolescente, a forma legal de renegar a sua família é se emancipar deles. Isso significa que você será tratado legalmente como um adulto, com o direito de tomar suas próprias decisões, e seus pais não serão mais seus guardiões legais. Na maioria dos estados, você pode se emancipar se tiver mais de 16 anos. Esse pode ser o melhor caminho se:
    • Seus pais forem abusivos.
    • Seus pais não podem cuidar de você.
    • A situação na casa dos seus pais é moralmente repugnante para você.
    • Você é financeiramente independente e quer ter os direitos de um adulto.
  3. Torne-se financeiramente independente. Um juiz não lhe dará a emancipação a menos que você seja capaz de provas que pode viver independente dos seus pais, como um adulto. Isso significa que você deve ganhar dinheiro o suficiente para ter um lugar para morar, para fazer compras de supermercado, para pagar por gastos com saúde e outros tipos de gasto. Quando já estiver emancipado, seus pais não serão mais legalmente responsáveis por você para cobrir suas necessidades básicas.
    • Comece procurando um emprego o mais rápido possível. Economize o máximo que conseguir; certifique-se de não gastar dinheiro com coisas que você não precisa.
    • Mude-se da casa dos seus pais e vá para o seu próprio apartamento. Você também tem a opção de ficar com um amigo ou parente, contanto que a pessoa concorde que seja permanente.
  4. Consiga a permissão dos seus pais. O processo de emancipação é muito mais fácil quando os pais concordam em não ser mais legalmente responsáveis por você. Se eles não concordarem em consentir com a emancipação, a carga estará sobre você para provar que eles não são pais adequados.
  5. Envie os papéis. Você precisará preencher uma petição para emancipação, que pode ser obtido no juizado da sua jurisdição. Você também precisará preencher papéis sobre a sua situação financeira, emprego e situação de moradia.
    • Se possível, peça ajuda legal para preencher os papéis. Um advogado familiar com as leis do seu estado será capaz de lhe orientar durante o processo para que tudo seja preenchido corretamente. Procure formas de contratar um advogado se você tiver uma renda baixa.
  6. Vá a uma reunião preliminar e audiência. Depois de submeter a petição e os outros papéis no tribunal, você receberá uma data para a reunião preliminar que você e seus pais terão que presenciar. Sua situação será estudada, e se seus pais se recusarem a aceitar a sua emancipação, você precisará ir a uma audiência para provar que eles não são pais adequados.
    • Uma investigação na situação da sua casa pode ser conduzida depois da reunião preliminar.
    • Se você conseguir provar com sucesso que você pode e deve viver como um adulto, você estará livre para eliminar qualquer contato com seus pais e membros da família – renegando-os efetivamente.

Renegando Sua Família Sendo Adulto

  1. Mantenha distância da sua família. Se você está em uma situação fisicamente abusiva e sente que está no fim da linha, o passo mais importante é ir a um lugar seguro onde sua família não pode machucá-lo. Se você tiver mais que 18 anos, seus pais e membros da família não têm direitos legais para determinar onde você deve morar.
    • Se você não for financeiramente independente, determine se você pode ficar com um amigo ou parente até se recompor.
  2. Acabe com o contato. Quando você é um adulto, renegar a família primeiramente significa cessar todo contato com eles. Pare de ligar para a sua família e pare de atender às suas ligações. O mesmo se aplica a e-mails e outras formas de comunicação. Não dê a eles o seu endereço e oriente os outros a não dizerem onde você está.
    • Você pode querer mudar o número do seu telefone e endereço de e-mail para dificultar o contato com a sua família.
    • Considere enviar uma declaração escrita dizendo que você está encerrando o contato com eles. Declaro que você não quer mais ter contato, que você está renegando-os, e que se eles tentarem entrar em contato com você, você fará ações legais.
  3. Consiga uma ordem de afastamento. Se a sua família for fisicamente abusiva a você ou aos seus filhos, você pode querer conseguir uma ordem de afastamento, para que eles sejam legalmente obrigados a ficar longe de você. Uma Ordem de Afastamento por Violência Doméstica pode impedir que a sua família entre em contato com você e mantenha certa distância.
    • Contrate um advogado para lhe orientar durante o processo de preenchimento da ordem de afastamento. Os procedimentos variam, e você terá maior chance de conseguir as proteções que você
    • Quando você tiver a ordem de afastamento, ligue para a polícia imediatamente se os membros da sua família violarem a ordem.
  4. Tire a sua família do seu testamento. Outra forma de se certificar de que sua família não tem mais nenhum jeito de influenciar a você ou aos seus filhos é declarando explicitamente no seu testamento. Contrate um advogado para lhe ajudar a escrever um testamento que dita as suas vontades em relação às decisões médicas no fim da sua vida, a guarda dos seus filhos, e como você quer que lidem com a sua propriedade.

Dicas

  • Apenas se emancipe se você não puder mais aguentá-los.
  • Isso também depende da sua idade.
  • Tente resolver a situação com um psicólogo.
  • Ouça conselhos de amigos antes de fazer qualquer coisa.

Materiais Necessários

  • Dinheiro para contratar advogado
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.