Como Ser Atencioso e Cuidadoso

Na sociedade moderna, é frequentemente considerado cool o ato de fingir que você não se importa com nada — com o que as pessoas pensam, com o que está acontecendo na sua comunidade, e mesmo com como sua própria vida vai se revelar. Mas quando você não se importa, você deixa muita coisa escapar. Ser atencioso e se importar com as pessoas que você ama, com os valores em que você acredita e com o que acontecerá no futuro pode tornar sua vida mais feliz e muito mais significativa. Quer você tenha esquecido de como se importar, quer você queira se importar mais profundamente, esse artigo lhe ajudará a perceber o que é importante para você e a praticar a expressão desses sentimentos.

Pensando nas coisas com as quais você se importa

  1. Faça uma lista de coisas que lhe interessam. Talvez tenha sido há muito tempo a última vez que você realmente tenha se importado com algo, que parece que você perdeu a habilidade de se importar. Mas não importa a profundidade a que sua vontade de ser atencioso esteja enterrada, ela está lá em algum lugar, e é hora de descobri-la. Ser atencioso e se importar é demonstrar "valor ou interesse; interessar-se", "atribuir importância" a algo ou alguém. A partir dessa definição, com o que ou quem você se importa? Faça uma lista de qualquer coisa pela qual você se interesse, que lhe cause preocupação, a qual você se sinta apegado.
    • Escreva os nomes das pessoas por quem você se sente apegado — pais, irmãos, amigos, e qualquer outra pessoa que tenha um lugar em seu coração. Se você pensa em uma pessoa com frequência, e sente falta dela quando ela não está, você provavelmente se importa com ela. Você não tem que amar nem gostar da pessoa para se importar.
    • Na mesma medida, escreva coisas além de pessoas com as quais você se importa. Não escreva as coisas com as quais você deveria se importar, apenas as coisas que realmente lhe interessam. Talvez sua vida seja melhor porque você joga futebol, ou talvez você não consiga imaginar um mundo sem World of Warcraft. Talvez você se interesse por poesia, ou adore um certo astro do cinema. Não há limites para o comprimento da lista — escreva tudo.
    • Seja honesto consigo mesmo quando fizer sua lista e não deixe nada de fora. Talvez você tenha sido condicionado a agir como se estivesse acima de tudo, ou a esconder as coisas que o motivam. As pessoas vão tentar dizer com o que você deve e não deve se importar, mas você terá que aprender a ignorá-las pelo bem de sua própria felicidade. E, na maioria dos casos, agarrar-se às suas armas e expressar que você se importa conquistará, eventualmente, a admiração dos outros.
  2. Observe o modo como você gasta seu tempo livre. Ainda não tem certeza do que é importante para você? Dê uma boa olhada no que você faz com seu tempo uma vez que todas suas obrigações tenham sido completadas. Quando o dever de casa estiver terminado, o expediente acabou e as tarefas estão todas feitas, o que você faz normalmente? O modo como você usa seu tempo livre pode ser bem revelador. Você provavelmente o utiliza para fazer algo que lhe interessa e com o qual se importa.
    • Você passa seu tempo livre tendo uma longa conversa com alguém pelo telefone, enviando sms para seus amigos, ou escrevendo comentários no Facebook? Isso pode mostrar que você se importa com conexões sociais, para ficar por dentro dos acontecimentos e fortalecer suas relações.
    • Pode ser que você use seu tempo livre trabalhando sua arte - escrever, pintar, tocar algum instrumento ou o que quer que mova seu interesse. Ou talvez você aproveite seu tempo livre para correr, fazer exercícios, jardinagem, ou cozinhar. Se é algo que você está fazendo por espontânea vontade, você provavelmente se importa com isso.
    • O que você lê ou assiste também pode ajudar a definir seus interesses. Por exemplo, se você lê notícias mundiais todos os dias, você provavelmente se interessa pelo que está acontecendo fora da sua esfera local. Mesmo os programas de TV a que você assiste podem apontar para o que você se interessa. Procure por temas comuns ou gêneros em torno dos quais o seu mundo gira.
  3. Preste atenção ao que você pensa enquanto está adormecendo. Durante o dia você provavelmente tem que falar sobre assuntos que não lhe interessam muito. Entre jogar conversa fora, tentar impressionar as pessoas e discutir temas relacionados ao trabalho ou escola, você pode ficar confuso sobre o que realmente o estimula. Se esse é o caso, preste atenção em seus pensamentos durante os momentos que antecedem o sono à noite. Durante esse tempo privado e ininterrupto, seus interesses subirão à superfície.
    • Em quais pessoas você pensa mais enquanto espera o sono chegar? Quer você esteja pensando em alguém que faz você se sentir bem ou mal, o fato dessa pessoa estar na sua mente significa que você se importa com ela.
    • Você pensa em algo pelo qual está ansiando, ou algo pelo qual você não está esperando para o dia seguinte?
    • Às vezes os interesses tomam a forma de preocupações. Se perceber que logo antes de adormecer você está preocupado sobre como agirá na apresentação do dia seguinte, essa preocupação pode representar seu grande interesse por isso.
  4. Veja o que atrai seu interesse. Que situações, ideias, histórias ou conceitos despertam uma forte reação em você? O que faz você querer aprender mais, manifestar-se livremente ou oferecer ajuda? Prestar atenção em coisas que despertam sua vontade de investir mais pode ajudá-lo a entender sua própria capacidade de se importar.
    • Por exemplo, talvez a visão de sua irmã caçula sendo provocada faça você sentir uma vontade ardente de interferir e protegê-la.
    • Ou talvez você tenha ficado sabendo que o rio de sua cidade está sendo poluído e você sente motivado a participar da limpeza do rio ou encontrar uma outra forma de acabar com a poluição em sua região.
    • Investidas menos séries contam como cuidado, também. Talvez você tenha assistido a um vídeo hilário de comédia stand-up e acabou caindo numa toca de coelho, assistindo a todos os vídeos do comediante, ou talvez você tenha lido uma notícia sobre um gato que salvou seu dono de um incêndio e clicou em muitos outros artigos sobre o assunto.
  5. Descubra o que faz seu coração acelerar. Quando você se importa com algo, você tem uma resposta emocional para isso. Isso faz você se sentir feliz, excitado, nervoso, culpado, assustado, triste ou algo completamente diferente. Você pode ser o tipo de pessoa que emoções muito sutis, ou talvez elas sejam grandes e esmagadores. De qualquer modo, elas são como letreiros apontando para o que você se importa.
    • A depressão tem sido descrita como uma sensação de não sentir nada ou não se importar com nada — você está vazio. Se é assim que você se sente, e você se encontra preso em um estado de não sentir e não se importar, procure por tratamento para depressão. Com o tratamento adequado, você será capaz de experienciar emoções e se importar mais uma vez.

Aprendendo a Se Importar Mais Profundamente

  1. Deixe-se afetar mais. Envolva-se com o mundo e deixe-o fazer um impacto em você ao invés de rejeitar as coisas ou sendo desprezível. Quando você reconhecer que alguma coisa importa para você, você abrirá o caminho para ser atencioso de forma mais profunda. Claro, pode ser melhor agir como se você não se importasse. Mas quando você ignora o quanto algo significa para você, você está perdendo uma oportunidade de adquirir sabedoria da situação.
    • Às vezes, levar as coisas para o lado pessoal pode significar que você tem que estar fora da norma. Por exemplo, um grupo de pessoas na sua turma de Português nunca faz a leitura exigida. Eles pensam que é ridículo perder tempo com a leitura de livros, e sentam no fundo da sala para conversar e enviar mensagens em vez de prestar atenção. Se você se interessa em tirar boas notas e percebe o valor de estudar literatura, você deverá ter coragem suficiente para fazer sua parte e prestar atenção à aula, mesmo se isso não fizer você ganhar pontos com seus colegas.
  2. Seja menos desdenhoso. Você é bastante sarcástico? Sua resposta padrão para algo novo que você aprendeu é normalmente desdenhosa ou cínica? Você não está sozinho. Mas pense nas pessoas mais interessantes que você conhece — aquelas seguras de si que sabem aonde estão indo em suas vidas. Todas elas provavelmente compartilham a qualidade de serem zelosas e positivas quando discutem sobre o que elas se importam. Em vez de tentar esconder suas paixões atrás de um véu de sarcasmo, elas orgulhosamente exibem o que as motivam.
    • Não tenha medo de tentar coisas novas. Ao invés de rejeitar instantaneamente algo novo para você, dê a ele a chance de te interessar.
    • Em vez de agir como se você não ligasse para as coisas, tente conversar com orgulho sobre coisas que o movem. Mostre o que você atribui importância como algo que deve ser exposto ao invés de escondê-lo.
  3. Sinta as emoções em vez de tentar escapar delas. Se importar não faz a pessoa se sentir bem sempre. De fato, pode trazer uma sensação absolutamente péssima, como quando vem em forma de culpa ou tristeza. Mas deixar-se sentir profundamente — mesmo quando as emoções são dolorosas — tem tudo a ver com se importar. Como recompensa, você terá melhores relacionamentos e estará mais engajado com o mundo ao seu redor.
    • Por exemplo, pode ser tentador ignorar os sentimentos de tristeza que você tem a respeito de sua avó, que está em uma casa de repouso e adora quando você a visita. Mas quando você se deixar ser atencioso, quando você tiver a coragem de lidar com a tristeza e visitar sua avó, você não se arrependerá da decisão de seguir seu coração.
  4. Trabalhe no fortalecimento de suas relações com as pessoas. Algumas das coisas com as quais você mais se importa estão relacionadas às pessoas de sua vida. Importar-se com as pessoas é o que leva as relações adiante e as torna satisfatórias. Às vezes, apenas passar mais tempo com as pessoas que são próximas a você pode influenciar o quanto você se importa com elas. Quanto melhor você as conhece, mais você se importará com elas.
    • Nas relações amorosas, as pessoas se contêm emocionalmente com frequência porque elas têm medo de se machucar. Ninguém quer estar em posição de se importar mais do que a outra pessoa. Isso requer coragem. Isso exige que você saia de si mesmo, mesmo que não tenha certeza do que receberá em troca.
  5. Conviva com pessoas que se importam. Você pode aprender muito sobre se importar passando um tempo com outras pessoas que são atenciosas e cuidadosas. É bom cercar-se de pessoas assim em vez de ter ao seu lado pessoas indiferentes e egocêntricas. Veja como as pessoas atenciosas interagem com os outros, lide com novas situações e imite o comportamento delas. Assim que você começar a se importar, perceberá que isso acontece mais naturalmente com você.

Demonstrando que você se importa

  1. Aja como se você se importasse, mesmo que você não sinta de verdade. Se você estiver mesmo sem prática, poderá ter que fingir até conseguir se importar. Às vezes, é só assim que você pode se colocar no caminho certo para desenvolver seus sentimentos sobre algo até que você realmente comece a se importar com isso. Não é que você deva fingir interessar-se por certas coisas apenas porque outras pessoas têm interesse por elas, ou fingir se importar com algo que você não suporta. Mas em algumas circunstâncias, não há problema em praticar esperando que você comece a sentir algo o mais breve possível.
    • Agir como se você se importasse pode aproximá-lo de algo ou alguém que você normalmente não teria a chance de conhecer muito bem. Por exemplo, talvez você não se preocupe muito com sua vizinha, mas você limpa a entrada da casa dela quando neva, somente por gentileza. Depois de um tempo, as conversas educadas que vocês dois têm, que foram provocadas pela sua cortesia, poderiam levar a um relacionamento verdadeiramente acolhedor.
    • Agir dessa forma também pode ajudá-lo a aprender mais a respeito de algo, levando-o a se importar mais. Você pode pensar que não dá muita importância para biologia, mas você está dando seu melhor nas aulas para tirar uma boa nota. Após estudar bastante e interagir nas discussões em sala de aula, você poderá perceber que o tema é, na verdade, interessante para você.
  2. Faça parte ao invés de permanecer à margem. É muito difícil começar a se importar com algo quando você está assistindo ao invés de participar. Toda chance que você tiver para tentar algo novo ou conseguir envolver-se mais, tente dizer sim com mais frequência do que diz não. Nunca se sabe aonde sua atitude positiva o levará. Você pode descobrir talentos e paixões ocultos que você nunca soube que estavam lá.
  3. Cuide de si mesmo, também. Se você tem baixa auto-estima, você pode precisar começar sua missão para se importar ao valorizar a si mesmo primeiro. Cuidar de si mesmo significa tratar-se com gentileza e preocupar-se com a forma como a sua história acaba.
    • Pratique o auto-zelo diariamente para manter-se uma boa saúde física e mental. Todo dia, faça coisas que o ajudem a se sentir menos estressado e mais auto-confiante. Muitas pessoas pensam que coisas simples como comer alimentos saudáveis, fazer exercícios e tratar-se a si mesmas de vez em quando tornam a vida mais positiva, em geral.
    • Estabeleça e cumpra suas metas. Parte de cuidar de si mesmo envolve preocupar-se com o que acontecerá em seu futuro.
  4. Saiba quando você deve recuar. É possível abrir demais seu coração e descobrir que ele está sujeito à abusos e manipulações. Às vezes, sentimos a dor profundamente e queremos ajudar os outros sem levar em conta nosso próprio bem-estar. É importante saber quando recuar um pouco. Se você perceber que está dedicando toda sua energia e seu tempo para algo que lhe é importante, com pouca sobra para si mesmo ou outras coisas importantes, pode ser uma boa ideia dedicar menos tempo a essa particular obsessão.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.