Como Ser Autodidata

É possível uma pessoa educar a si mesma? Claro que é. É preciso vontade de aprender, ter autodisciplina para se manter focado e ter interesse além do comum.

Mostrando curiosidade

  1. Seja curioso. Uma mente curiosa sempre procura tornar-se educada. Fazendo perguntas, você poderá descobrir várias coisas que muitas pessoas não sabem e nunca saberão.
    • Não há limites para quantas perguntas você possa ou deva fazer.
    • Saiba que algumas pessoas ficam aborrecidas com perguntas. Na verdade, quanto menos a pessoa sabe, e menos paciente, mais irritada ela ficará com perguntas. Isso por si só mostra muita coisa.
  2. Leia, assista e veja coisas sobre as quais você não sabe nada. Tente expandir sua mente aprendendo além da zona de conforto, e tomando ciência de como as outras pessoas pensam, percebem e entendem o mundo ao redor.
    • Se você só vê comédias românticas, veja um documentário ou um filme de ação no lugar.
    • Se você só lê quadrinhos, experimente um romance.
    • Se você só vê ralis de carro, vá a uma exposição em um museu.
  3. Desafie você mesmo. Ter curiosidade significa ir além do que está acostumado. Algumas vezes, você se sentirá realmente desconfortável, fora de seu alcance e talvez até chateado ao tentar aprender novas coisas. Isso acontece principalmente em áreas nas quais você acha que não sabe nada, ou quando seus princípios e valores são questionados. Esse é o momento no qual você deve insistir em aprender e se tornar mais sábio sobre coisas que geralmente evita.

Melhorando o básico

  1. Leia literatura e melhore sua gramática o máximo que puder. Leia livros de diferentes países, não pense que apenas os autores do seu país são os únicos que valem a pena serem lidos. Ao ler coisas de outras partes do mundo, você descobrirá que existem diversas maneiras de pensar e ver o mundo.
    • Quando se sentir mais competente em sua língua, tente aprender novas línguas. Entenda que aprender outra língua é aprender outra cultura também.
  2. Estenda seu conhecimento além do que a escola ou faculdade ensinam. Se você está aprendendo ou aprendeu o básico da matemática, ciências e outras matérias, descubra o que ainda há para aprender e comece a ensinar a si mesmo. Há muito mais além do básico, que te desafiará de maneiras mais interessantes do que o aprendizado inicial.
    • Se você não se saiu tão bem em uma matéria, não se deixe abater. Todo cérebro tem a capacidade de aprender novamente e novas coisas. Diga a si mesmo que sua falta de capacidade em matemática, equações químicas ou gramática são coisas do passado que você solucionará no presente. Em seguida, comece a colocar em ação.
    • Muitos livros da faculdade ou do ensino médio são pontos de partida úteis para ensinar a si mesmo ou atualizar o básico. Use-os para começar no caminho certo, em seguida, estenda sua aprendizagem para além deles.
  3. Leia diariamente. Sem falta, sempre leia algo, e torne isso importante.
    • Leia a história do mundo e aprenda sobre as diferentes culturas. Compreender a história é uma chave para a compreensão do presente, e uma das melhores formas de ser autodidata.
    • Leia sobre outras pessoas que foram autodidatas. Você terá várias dicas e ideias de como continuar sua jornada buscando o aperfeiçoamento.
  4. Seja disciplinado. Ser um autodidata requer muito boa disciplina. Você não terá pessoas te perseguindo para cumprir prazos, obter as respostas certas ou fazer seu estudo. Toda essa cobrança é sua e você precisa manter-se motivado. O desenvolvimento da autodisciplina é uma parte muito importante da autoeducação.

Aprendendo com outros

  1. Aprenda em conjunto com outras pessoas. Há muitas maneiras de fazer isso, enquanto você continua a se auto-educar:
    • Associe-se com pessoas educadas, grupos e discussões.
    • Matricule-se em um curso ou faculdade para obter um diploma ou alguns certificados, pelo menos.
    • Matricule-se como ouvinte em algumas matérias da faculdade. Ou seja, sem provas, apenas o aprendizado puro. Mergulhe nisso.
    • Participe de conferências, seminários, palestras, etc. Apenas estar entre outras pessoas pode lhe dar uma ideia, enquanto você aprende.
  2. Ouça os mais velhos. Eles já passaram por muitas situações e podem ter boas lembranças sobre como as coisas eram. Você pode, e irá, aprender muito com eles se apenas tirar um tempo para sentar e ouvi-los.
    • Se você acha que o que eles dizem não tem importância ou é estranho, coloque seus preconceitos de lado e realmente ouça. Há coisas autênticas para se aprender com as pessoas mais velhas, independentemente de como a tecnologia moderna está a qualquer momento.
  3. Fique online. Junte-se a um curso online aberto ou cursos similares de aprendizagem online. Muitos deles são gratuitos e realmente aumentarão seu aprendizado para além do básico. Você pode até mesmo interagir com outros colegas, aprendendo a receber e dar feedback.
  4. Observe os hábitos e comportamentos de pessoas educadas. Use o que você considera que funciona bem para melhorar a mente e compreensão.
  5. Escolha um líder ou modelo para seguir em sua vida. Quem inspira você? Quem fez ou falou coisas que realmente te fizeram sentar, escutar e querer praticar também? Essas são as pessoas que fazem a diferença na vida, e você pode usá-las como inspiração para ajudar em seu aprendizado.

Aprendendo além do básico

  1. Torne-se mais aberto para crenças espirituais. Ser um autodidata em religiões é uma forma importante para compreender as crenças e sentimentos mais profundos da humanidade. Tente aprender tudo o que puder sobre todas as religiões, e mostre respeito por todas as crenças.
  2. Aprenda a ser um bom e minucioso pesquisador. A pesquisa responde muitas perguntas, mas muitas pessoas não têm paciência ou tenacidade para ser boas pesquisadoras. Essa habilidade é excelente de se desenvolver, pois te ajudará a descobrir muitas outras coisas, desde o mais simples (como que horas a biblioteca abre nos fins de semana) até as mais complexas (por que as estrelas morrem?). Mas tudo aprendido no meio do caminho também é valido, como as coisas importantes para o dia a dia. Por exemplo, saber como resolver um conflito de terras entre vizinhos, saber qual governo local contatar no caso de um brinquedo quebrado na pracinha, saber como agendar uma reunião com um representante local. Saber pesquisar isso lhe dará várias respostas para as perguntas criadas por sua curiosidade.
    • Ao pesquisar ou encontrar algo novo, se houver algo mais relacionado ao assunto, investigue.

Usando sua autoeducação

  1. Tente se comportar como uma pessoa educada, independentemente de como você se sente. Tente agir; em seguida, aprenda com seus fracassos.
  2. Compartilhe seu conhecimento. Deixe as pessoas cientes de que você sabe das coisas através da maneira como conversa e interage com os outros. Tornar-se um cidadão informado e ativo fará diferença positiva na vida das pessoas e talvez você até consiga dar início a um processo de mudança em sua localidade.

Dicas

  • Desenvolva um conhecimento básico do bem e do mal.
  • Respeite tudo no planeta.
  • Seja realista e estudioso em vez de desperdiçar seu tempo à toa. Ter prazer é necessário na vida, mas isso qualquer um no mundo pode desfrutar. O que te faz diferente dos outros é sua educação e ideias.
  • Leia o jornal ou vasculhe um serviço de notícias online e esteja em dia com o cenário global.
  • Resolva questões de matemática para desenvolver seu cérebro lógico.
  • Considere tudo como parte de seu aprendizado e tire o máximo que puder de todas as situações.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.