Como Ser um Bom Atleta

Ser um bom atleta envolve muito mais do que ser ótimo em um esporte. Há um aspecto psicológico também, pois é preciso preparar a mente e ter a atitude certa para ser o melhor possível. Ao aliar uma mentalidade positiva a hábitos e práticas boas e um estilo de vida saudável, é possível continuar a aperfeiçoar a habilidade física e se tornar a sua melhor versão.

Praticando para ser ótimo

  1. Trabalhe em conjunto com um treinador. Você provavelmente conhece o seu próprio corpo e as suas habilidades físicas muito bem, mas é sempre bom ter uma perspectiva externa. O treinador pode ajudá-lo a estipular objetivos possíveis de alcançar, a ficar concentrado na meta de atingi-los e a encontrar maneiras de melhorar caso você fique para trás. Há diversos treinadores que podem trabalhar o condicionamento, a técnica e muitos outros aspectos do atletismo e nível de habilidade.
    • Outra vantagem enorme de ter um treinador é que eles planejam os exercícios e repetições. Com o profissional, você só precisa se preocupar em chegar na hora certa para a sessão de treinamento, já que ele possui todos os equipamentos e o cronograma pronto para o treino.
  2. Faça um programa individual. Para melhorar o físico, é preciso se concentrar nos pontos fracos em particular. Praticar com a equipe é importante, mas também é preciso reservar um tempo para melhorar a habilidade individual. A variação da rotina também é uma ótima forma de melhorar o desempenho de modo geral e diminuir o risco de lesão. Fale com o treinador ou técnico sobre maneiras de trabalhar os seus pontos fracos específicos e se desenvolver em todas as facetas do esporte.
  3. Chegue na hora certa. No treinamento, seja sozinho ou em equipe, o técnico ou treinador deve reservar um tempo para trabalhar com você. Maximize esse tempo ao não deixar de chegar na hora certa. Ou seja, se a sessão começar em um determinado horário, digamos que as 9 horas da manhã, é preciso chegar, já estar com a roupa certa e pronto para começar e não só estar lá.
  4. Mantenha o foco ao treinar. É fácil deixar a mente divagar ao fazer repetições e exercícios. No entanto, é importante se manter concentrado no que você está fazendo.
  5. Relaxe depois de se exercitar. Ao terminar a musculação ou uma sessão de treinamento, reserve um tempo para dar ao corpo um período de descanso. Alguns movimentos de baixa intensidade e alongamentos são bons para restaurar os músculos e processar o “lixo” metabólico, além de ser uma ótima maneira de relaxar a mente depois de um treino ou partida intensa.

Entrando em forma mentalmente

  1. Encontre um esporte que você adore. Para se tornar um atleta excelente, a melhor coisa que se pode fazer é encontrar algo que realmente importe para você. Pode ser um esporte que você adore jogar e praticar, algo que o ajude a superar os dias difíceis. Além disso, se você gosta do que faz, é possível ficar menos estressado, o que ajuda na recuperação do treino e das lesões.
  2. Faça do esporte uma prioridade. Se é importante para você ser um bom atleta, saiba que o aperfeiçoamento exige a dedicação da maior parte do seu tempo. Pode ser que você não tenha tanto talento ou habilidade para ser um profissional, mas, ao garantir um tempo regular reservado apenas para praticar a jogar, é possível apresentar uma melhora constante.
  3. Tenha uma atitude positiva. Ser um atleta é ter oportunidades de competir com outros e obter sucessos em algo. Concentre-se nas coisas boas que você pode fazer para, dessa forma, almejar a excelência, não a perfeição.
  4. Estipule metas. Quando você começar a praticar ou se exercitar, tenha um objetivo para alcançar. Atletas excelentes são capazes de estipular metas que sejam realistas e alcançáveis tanto em curto quanto em longo prazo. Uma parte do aperfeiçoamento como atleta é ter habilidade de estipular objetivos, mas também de conquista-los com regularidade.
    • Tenha metas de desempenho. Essas metas servem para alcançar marcos específicos ao jogar. Elas podem envolver marcar um certo número de pontos ou gols ou então alcançar um recorde individual, como diminuir o tempo que você demora para correr uma certa distância. Tais objetivos devem ser fáceis de acompanhar para que você perceba a proximidade da conquista.
    • Tenha metas de hábitos. Elas servem para mudar a maneira como você joga, focando no processo e não no resultado. Alguns exemplos são não se esquecer de deixar a cabeça levantada ao fazer um passe ou ir dormir em um determinado horário.
  5. Imagine o sucesso. Uma parte importante de ser um atleta de sucesso é preparar a mente para o que você quer e para o momento quando o desejo for conquistado. Atletas de elite visualizam o sucesso antes de que ele aconteça, o que pode ajudar a manter a calma antes de uma competição ao pensar no quanto é bom atingir uma meta em vez de ficar nervoso e com medo de não conseguir.
    • Um método que pode facilitar o processo é identificar e se concentrar nos sucessos que você já obteve. Pense nas suas maiores conquistas e como foi quando você ganhou algo. Dessa forma, é possível evitar ficar pensando nos erros, pois assim é muito fácil repeti-los.
  6. Seja humilde. Os bons atletas não cuidam apenas do corpo e das habilidades; eles também respeitam as outras pessoas envolvidas no esporte, inclusive os oponentes. Um bom atleta é capaz de controlar as emoções, sem ficar com muita raiva quando as coisas não dão certo. Essa atitude, além de ajudar a ter um bom relacionamento com os técnicos e ajudantes, também é útil para a superação de adversários difíceis ou outros fatores que podem ferir a autoconfiança de um atleta.

Cuidando do corpo

  1. Mantenha-se hidratado. Independentemente do nível de atividades, é importante consumir a quantia correta de água antes, durante e depois dos exercícios. Se você não estiver bem hidratado, o corpo não vai ter o desempenho adequado e você vai ter fadiga, câimbras e tontura, se não tiver algo pior como exaustão.
    • A recomendação geral é que se beba água antes, durante e depois dos exercícios. Beba de 500 a 600 ml de água de duas a três horas antes do início e 240 ml de 20 a 30 minutos antes ou durante o aquecimento. Ao se exercitar, beba de 200 a 300 ml de água a cada 10 ou 20 minutos. Depois de terminar, não deixe de beber mais 240 ml nos primeiros 30 minutos.
    • Se o tempo estiver muito quente ou se a atividade física for muito intensa, sinta-se à vontade para aumentar um pouco a quantia de água.
    • Durante o exercício, as bebidas esportivas podem ser úteis para manter a hidratação e a energia. Procure opções ricas em carboidratos e eletrólitos, pois assim é possível obter energia.
  2. Alimente-se bem. A alimentação correta fornece os nutrientes necessários ao crescimento muscular e manter a energia durante o treino ou partida. Um bom atleta também deve ser capaz de ter uma dieta variada antes e depois de se exercitar para obter o máximo benefício da comida. As particularidades da sua dieta mudam de acordo com o tipo de esporte praticado e da quantidade de treinamento, portanto consulte um treinador, nutricionista ou médico para saber qual é a melhor alimentação para você.
    • Antes de treinar, é preciso consumir alimentos que ajudem a fornecer a energia necessária. Pode ser uma refeição simples com proteínas magras como frango, legumes e arroz integral. Se você precisar de algo mais rápido, prefira carboidratos simples, como meia banana ou uma barra de cereais energética.
    • Depois da atividade física, o objetivo deve ser a recuperação. É preciso ingerir mais alimentos com proteínas e carboidratos para restaurar a energia. O leite, por exemplo, que contém ambos, é uma boa opção. Também é possível consumir coisas como castanhas, granola e iogurte para ajudar no processo.
  3. Durma bem. O sono desempenha um papel fundamental no desempenho consistente e forte de um atleta. Dormir ajuda a regenerar a energia e a força depois do treino, o que possibilita que você esteja novo em folha no dia seguinte para o próximo treino ou jogo. O sono regular também diminui os níveis de estresse, deixando-o mais calmo e concentrado nas competições.
    • O ideal é dormir oito horas todas as noites, mas sempre é possível dormir um pouco menos ou mais dependendo das necessidades e hábitos pessoais.
    • Se você estiver passando por um período de treinamento intensificado ou com uma agenda muito lotada, não tenha receio de adicionar algumas horas a mais de sono à rotina. Um cochilo extra durante o dia pode dar um estímulo à energia para continuar as atividades.

Dicas

  • É claro que você deseja se concentrar em treinar para melhorar o desempenho no esporte escolhido, mas não tenha receio de considerar a ideia de fazer cross training, ou seja, exercícios que não tenham relação com o seu esporte. Assim, é possível trabalhar outros grupos musculares para ficar em forma ou fortalecer os músculos que você não usa muito no treinamento.

Avisos

  • Muitos esportes celebram atletas que conseguem “jogar até com dor”, mas não negligencie nem ignore as lesões. Às vezes você se machuca e precisa descansar e se recuperar. Continuar a praticar ou jogar pode deixar a lesão mais grave.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.