Como Ligar um Carro no Clima Congelante do Inverno

O clima completamente congelante pode causar problemas ao motor do carro. É por isso que é importante estar preparado para a estação do inverno e os problemas que a acompanham. Aqui estão alguns conselhos amigáveis sobre o que fazer quando seu carro não ligar e os passos que podem ser tomados para impedir que isso volte a acontecer!

Quando o carro não liga

  1. Permita que a bateria se recupere caso o carro falhe em ligar. Se seu carro não ligar após dez ou vinte segundos de acionamento, pare e espere um ou dois minutos antes de tentar novamente. Isso dá à bateria tempo para que ela se recupere, permitindo que o motor se resfrie.
  2. Gentilmente empurre o acelerador enquanto ainda estiver parado. Pressione o acelerador uma vez e solte-o. Isso injetará uma pequena quantidade de combustível no motor, o que ajudará a fazer as coisas correrem. Faça isso apenas com motores que contenham carburador. Não há necessidade de fazer isso com motoros com injeção de combustível. Quase todos os veículos hoje possuem instruções para ligar no frio no Manual do Operador (veja só). Instrui-se que o motorista use uma pequena acelerada para ajudar a dar uma partida fria. Consulte o manual para obter mais informações.
  3. Gire a chave e espere 20 segundos. Isso deve ajudar a fazer o motor acelerar. Não segure por mais tempo que 20 segundos, já que forçar demais o motor pode causar danos mecânicos. Se o motor falhar em girar, espere alguns minutos e tente novamente.
    • Desligue todos os acessórios. Isso inclui aquecedores, rádio e faróis. Isso ajudará a maximizar seu poder de partida.
    • Consulte o manual do proprietário. As coisas podem variar de carro para carro e de modelo para modelo. O que funciona para um pode não dar certo para outro. É por isso que o manual do usuário é a melhor fonte de informações sobre como dar partida em um carro específico em um lugar gelado.
  4. Caso você não tenha o manual do proprietário, é possível pedir um na concessionária. Você também pode encontrar um em ferros-velhos ou em lojas de autopeças.
    • Você pode encontrar muitos manuais online. Tente digitar “manual do proprietário” em uma ferramenta de busca respeitável e procure resultados relevantes.
    • Faça uma chupeta. Se o motor de arranque girar muito lentamente – ou não girar –, sua bateria provavelmente terá morrido. Agora é hora de fazer uma chupeta. Você precisará de um jogo de cabos e um voluntário que possua um carro funcionando.
  5. Posicione o carro funcional perto do veículo com bateria morta. Se possível, faça com que ambas as capotas se encarem.
  6. Procure pelos sinais de + e = nos cabos e conecte aquele que possui o símbolo de + ao terminal positivo do carro funcional e do da bateria morta. Prenda o cabo com símbolo de = nos terminais negativos.
  7. Assim que os cabos estiverem conectados, acelere o motor do carro funcional por um ou dois minutos, fazendo com que as RPM do motor aumentem constantemente.
  8. Tente ligar o carro com a bateria morta. Isso pode levar mais tempo que o normal. Se ele não funcionar da primeira vez, verifique novamente se os cabos estão conectados apropriadamente antes da nova tentativa.
    • Se o carro não ligar após algumas tentativas, sua última opção será ligar para um serviço.
  9. Substitua a bateria quando necessário. Em algum ponto da vida de um carro, a bateria precisará ser substituída. Isso acontece pelo fato de baterias terem uma vida útil definida, sendo que nenhuma quantidade de manutenção ou cuidado pode reverter os efeitos de compostos químicos no metal. Baterias tipicamente duram cerca de três ou cinco anos. Se seu carro precisar receber uma chupeta, pode ser hora de considerar a compra de uma nova bateria.
  10. Se for o momento de comprar uma nova bateria, pode ser melhor fazê-lo sempre que os preços estiverem baixos.
    • Se você estiver trocando a bateria do carro por si mesmo, garanta que o veículo esteja desligado e estacionado, com o freio de mão puxado.
  11. Sempre use luvas e óculos de proteção quando trocar a bateria de um carro, já que ela contém ácidos e gases potencialmente danosos, que podem ser liberados acidentalmente. Você deveria garantir que sua bateria seja reciclada usando os procedimentos corretos. É possível fazer isso levando sua bateria usada para um centro de reciclagem local, ou certas lojas de reparos.
    • Se você não se sentir confortável em trocar a bateria do carro por si só, é possível levar o veículo a um mecânico competente.

Medidas preventivas

  1. Adapte o veículo para o inverno. Adaptar seu carro essencialmente significa prepará-lo para a estação congelante do inverno. Com planejamento apropriado, você pode impedir ou ao menos se preparar para muitos problemas causados pelas temperaturas congelantes. Assim como é necessário que coloquemos um casaco, chapéus e luvas no inverno, nossos carros precisam de uma atenção semelhante caso queiramos que eles funcionem da melhor maneira possível.
    • Substitua o limpador de pára-brisas e fluido de pára-brisas. A baixa visibilidade pode aumentar muito o perigo de dirigir em climas frios; portanto, é importante que os limpadores estejam em ótimas condições. As lâminas do pára-brisas são feitas de borracha – com o tempo, elas se racharão, quebrarão e deteriorarão. Sugere-se que você substitua os limpadores a cada 6 ou 12 meses. Manter o fluido de pára-brisas sempre cheio é uma ótima ideia, já que o fluido pode ajudar a quebrar a neve e o gelo no pára-brisas.
  2. Verifique a pressão dos pneus e considere comprar pneus para neve. Estradas molhadas e congeladas aumentam os riscos de acidentes de carro no inverno, sendo importante garantir que os pneus sejam equipados para lidar com tais condições climáticas adversas. Pneus vazios podem diminuir a tração, o que leva a uma chance maior de deslizamento em estradas congeladas. Certifique-se de que os pneus estejam cheios com a quantidade certa de ar. Muitos postos de gasolina oferecem ferramentas para verificar a pressão dos pneus e enchê-los. Se você viver numa área que sempre esteja muito congelada ou sofra muito com a neve, considere investir em pneus específicos para melhorar a tração, o freio e o controle. .
    • Mantenha o tanque de gasolina cheio. O frio e as mudanças bruscas de temperatura podem causar a formação de condensação nas paredes de um tanque de gasolina. Logo, a água respingará e cairá na gasolina. Isso eventualmente afundará no tanque, já que a água é mais pesada que a gasolina. Se a água entrar nos tubos do combustível, ela os congelará, bloqueando qualquer fluxo de gasolina ao motor e destruindo eficientemente seus planos de viagem. Qualquer conserto a ser feito será caro – portanto, apesar dos preços altos da gasolina, manter o tanque cheio é bom para seu carro e sua carteira.
  3. Faça a manutenção da bateria. O inverno é duro para baterias por dois motivos principais. Os motores giram com muito mais dificuldade pelo fato de tudo dentro dele ter se transformado em melaços. Isso exige muito mais potência da bateria. Além disso, a bateria não consegue produzir sua quantidade normal de energia por causa do frio. As reações químicas que geram eletricidade são mais lentas em temperaturas menores. Verificar a bateria do carro de quando em quando lhe ajudará a permanecer nas melhores condições de manutenção por um bom tempo – esteja atento ao fato de que a maioria das baterias durará apenas entre três e cinco anos.
  4. Verifique os cabos e grampos da bateria para identificar sinais de desgaste ou corrosão. Se houver uma substância branca e com forma de pó ao redor dos grampos, isso nada mais é do que a corrosão do ácido da bateria – é possível limpar isso facilmente com bicarbonato de sódio, água e uma escova-de-dentes.
  5. Sua bateria também é preenchida com fluido – portanto, certifique-se de que haja o bastante dentro dela. A maioria das baterias tem tampas no topo, sendo que você pode verificar o nível de fluidos ao remover tais tampas. Se estiver baixo, despeje água destilada nos buracos tendo o cuidado de não fazer o líquido transbordar.
  6. Use uma linha de combustível anti-congelante com estabilizador de gasolina. Linha de combustível anti-congelante, também conhecida como gasolina seca, é um composto químico (essencialmente Metil Hidrato) que é adicionado no tanque de gasolina para inibir o congelamento das linhas de combustível. Se a linha de combustível congelar, o carro não conseguirá ligar antes do descongelamento. Muitos postos de gasolina possuem um agente anti-congelante em suas gasolinas durante os meses mais frios de inverno. Verifique com seu posto de escolha e veja se essa é a prática deles.
  7. Adicione gasolina seca no seu tanque “antes” de encher o tanque (se possível) para garantir que ele se misture completamente à máquina.
  8. Esse produto também ajudará a conservar combustível.
  9. Aqueça o motor com um aquecedor ou com embrulho de bateria. Manter a bateria do carro aquecida durante a noite pode impedir que as temperaturas congelantes afetem o motor. Você pode fazer isso usando um aquecedor ou um embrulho de bateria.
  10. Um aquecedor de motor é um pequeno dispositivo de aquecimento instalado no motor que é ligado a uma tomada. Ele aquece o motor e o óleo e mantém a bateria em condições ideais para a partida inicial. Aquecedores não são caros, mas eles precisam ser instalados apropriadamente por um mecânico.
    • Um embrulho de bateria (ou cobertor) é um pedaço isolado de plástico que preserva a temperatura da bateria. Embrulhe o pacote ao redor da bateria e deixe-o lá durante a noite. Remova antes de ligar o motor pela manhã.
  11. Estacione dentro da garagem. Estacionar dentro da garagem ajuda a proteger o motor do veículo dos ventos frios e das temperaturas congelantes. Aqueça a garagem, se possível, para manter uma temperatura mais quente.
  12. Use um óleo mais fino. Em frios extremos, o óleo engrossa e não flui rapidamente para partes vitais do motor que precisam de lubrificação. Um óleo leve de inverno flui facilmente em temperaturas baixas e aumenta a economia de combustível. Seu manual deve indicar qual tipo de óleo é ideal.
  13. Em motores a diesel, considere usar condicionadores de combustível. Um condicionador de combustível é um aditivo multifuncional. Um motor a diesel terá um início melhor no inverno se você usar o condicionador, que impede que o combustível “engasgue” e garante um desempenho confiável em condições climáticas severas.

Dicas

  • Para manter a bateria quente, você pode desacoplar os terminais e levar a peça para dentro de casa durante a noite. Ainda que isso exija um pouco de esforço, pode ser mais fácil que gastar 30 minutos a cada manhã tentando ressuscitar a bateria.

Avisos

  • Jamais aqueça sua bateria através da aplicação direta de calor. “JAMAIS” faça uma fogueira e estacione seu carro perto das chamas.
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.