Como Fritar Alimentos com Óleo Quente em Casa

Опубликовал Admin
11-09-2018, 20:00
63
0
Fritar alimentos em óleo quente é muito fácil e dominando essa técnica você pode preparar em sua casa muitas comidas que geralmente compramos prontas. Dessa forma, você pode controlar a quantidade de sódio e gordura, conseguindo uma refeição mais saudável. Que tal fazer bolinho de chuva, pastel, bolinho de bacalhau, frango e batatas fritas?

Preparação

  1. Pegue uma  uma frigideira funda, panela, panela wok ou fritadeira. Algumas pessoas juram que é mais fácil fritar alimentos mergulhados em óleo quente na wok, basicamente porque faz menos sujeira – as paredes altas inclinadas bloqueiam os espirros de óleo e dão mais espaço para o óleo quente se expandir, se necessário. Mas qualquer panela com altura de pelo menos 10 cm dá conta do recado.
    • Nesse artigo, consideraremos que você não está usando uma fritadeira. Se for usar, leia o manual de instruções, que provavelmente dirá algo como: “Ligue. Encha até a marcação. Coloque a comida.” – É bem simples!
  2. Use seu termômetro de alimentos, pinça, cesta para fritura, colher de pau e/ou escumadeira se tiver. Mas se não tiver, não entre em pânico, eles são úteis mas você pode se virar sem.
    • Algumas pessoas dizem que um termômetro é um item de extrema necessidade.  O ideal é que o óleo esteja em cerca de 150°C (dependendo da receita) e a única forma de saber isso é medindo com o termômetro. Mas, se você não tiver um, pode usar uma colher de pau. Coloque a ponta no óleo e se ele borbulhar em volta da colher está no ponto.
      • Mas se você pretende fazer bastante fritura, invista em um termômetro.
    • A pinça, cesta de fritura e a escumadeira são acessórios para a sua segurança. A última coisa que você quer é se queimar com óleo quente e esses instrumento garantem um de espaço de manobra, apesar de não serem extremamente necessários para o processo.
  3. Escolha o seu óleo. Você precisa de um óleo “neutro”, com alto ponto de fumaça. As melhores opções são soja, girassol e amendoim. Qual o melhor? Isso é uma escolha pessoal.
    • Posso usar azeite de oliva? É claro – se você não se importar com o gosto e desde que não esquente o azeite a mais de 150°C, porque ele tem um ponto de fumaça mais baixo do que os outros óleos, ou seja,  queima com maior facilidade.
    • O óleo de canola e outros óleos vegetais são boas opções também.
    • Se for fritar massa enrolada ou comida empanada, use gordura vegetal ou banha – o prato vai ficar mais crocante e menos gorduroso.  Se puder, use banha de porco ou de carne não hidrogenadas, são opções de primeira linha.

Fritando sua comida

  1. Encha com óleo a panela que vai usar. A quantidade depende do que você estiver fritando e do tamanho do recipiente. Uma boa regra prática é: use óleo suficiente para, no mínimo, cobrir o alimento até a metade. Mas se você tiver espaço e óleo suficientes, tente fritar o alimento todo mergulhado.
    • Se a sua panela for rasa, como uma frigideira, por exemplo, encha-a só até a metade para deixar algum espaço para quando o óleo quente espirrar.
  2. Aqueça o óleo até a temperatura desejada entre 150-190ºC. Se não houver indicações sobre isso na receita, trabalhe com o óleo entre 160-175ºC - entre fogo médio e médio-alto. Se você fritar a uma temperatura menor do que essa, a fritura não ficará crocante e o óleo mais quente do que isso fará o exterior queimar antes da parte de dentro chegar perto de estar pronta.
    • Se não tiver termômetro e não confiar no método da colher de pau, há algumas outras opções. Uma pitada de farinha vai chiar e não queimar se a temperatura estiver boa. Se você jogar um milho de pipoca no óleo, ele vai estourar se estiver no ponto. Você também pode fazer um teste com um pedaço da comida que irá fritar, ela irá afundar um pouco e então flutuar de volta para o topo. Se o óleo estiver muito frio, a comida vai afundar e ficar no fundo e se estiver muito quente, ela não passa da superfície.
      • Mas é melhor usar o termômetro, pois esses métodos não são exatos.
  3. Certifique-se de que sua comida está seca antes de colocá-la no óleo. É uma péssima, péssima ideia mesmo colocar água em óleo quente, porque ele pode ficar agitado e espirrar e, na pior das hipóteses, ferver para fora da panela. Além disso, fritar remove a água da comida, por isso colocar mais água do que necessário atrapalha o processo e o resultado é uma comida encharcada. Então dê uma boa secada na comida antes de fritá-la.
  4. Coloque os pedaços dentro do óleo com cuidado, um pouco de cada vez.  É legal usar pinças ou uma cesta para evitar espirrar óleo, mas se você não tiver esses utensílios, apenas trabalhe devagar e com calma. Para fritar alimentos compridos ou grandes, coloque o fundo no óleo e empurre o restante para longe de você, para espirrar para o outro lado.
    • Muitos iniciantes se assustam e acabam derrubando a comida na panela do alto. Não! Isso vai fazer o óleo espirrar para todo lado. Você precisa deixar a comida cair no óleo da menor distância possível. Se tiver um pedaço comprido, mergulhe-o devagar, soltando quando a maior parte já estiver no óleo.
    • Se você colocar toda a comida de uma vez, a temperatura do óleo cai significantemente. Por isso, vá devagar, pedaço por pedaço.
  5. Mantenha os alimentos em movimento e evite que fiquem todos juntos, aglomerados. É necessário que haja óleo de todos os lados da comida; se os pedaços estiverem todos juntos, não vão dourar de maneira uniforme. Então, deixem a comida bem espalhada, para ficar mais gostosa e crocante por inteiro.
    • Você deve manter os alimentos em movimento porque eles estão em temperatura ambiente e quando são colocados no óleo e podem formar bolsões de óleo mais frio se você não mexer ou virar os pedaços.
  6. Espere um pouco, mas não muito. Alguns alimentos demoram 30 segundos para fritar e outros alguns minutos. Se você estiver fritando uma bola de futebol, levará mais tempo – mas os alimentos tradicionais como frango, bolinho de chuva e batata frita não demoram muito. Para saber se a comida já está pronta, você pode:
    • Ver se ela está dourada, então provavelmente já estará cozida. Mas verifique se o interior cozinhou o suficiente, especialmente se estiver fritando pedaços maiores de comida.
    • Enfiar um termômetro nela. Alguns produtos até vêm como indicadores de temperatura interna, que dizem quando diferentes alimentos estão prontos.
    • Enfiar um palito nela para ver se já está macia do jeito que você quer, então provavelmente já está pronta. Alguns alimentos precisam de mais testes além desse.
    • Provar. Se o gosto estiver bom, então deve estar bom. Mas tome cuidado e só faça isso com alimentos seguros; comidas como ovos e carne de porco devem estar cozidas o suficiente antes de serem consumidos.
      • Se for provar, espere esfriar! Se você queimar a língua não conseguirá sentir o gosto delicioso que lhe espera.
  7. Quando estiver pronta, retire a comida do óleo com cuidado e coloque em um prato forrado com toalhas de papel.  A escumadeira é útil nessas horas, mas você também pode usar uma pinça ou colher. Só não use as mãos!
    • Lembre de desligar o fogão! A gordura pode pegar fogo e não é nada bonito. Mas caso isso aconteça, você pode apagar o incêndio com bicarbonato de sódio, uma toalha molhada ou um extintor de incêndio. Nunca pegue a panela e saia correndo com ela para fora da casa.

Retirando o Excesso de Óleo e Limpeza

  1. Depois de fritar, retire o excesso de óleo colocando os alimentos em um prato coberto com toalhas de papel. Você pode usar uma grade e deixar o óleo escorrer sozinho, mas o poder de absorção das tolhas de papel é maior.
    • Seque todos os lados para evitar que a comida fique encharcada em algumas partes. Dê batidinhas de todos os lados, virando o alimento e troque as toalhas de papel se necessário.
    • Se a comida esfriar, você pode colocá-la no forno em uma temperatura mais baixa (65-90ºC) para mantê-la aquecida. Essa também é uma boa ideia se você estiver esperando o resto dos pratos ficarem prontos.
  2. Tempere a gosto enquanto ainda estiver quente. Use toda a sua criatividade. O que você prefere? Sal? Pimenta? Cominho, páprica, endro, curry, alho, limão? Você também pode pular essa parte! Mas se quiser temperar, agora é a hora, porque a comida quente absorverá melhor o sabor.
  3. Guarde o óleo! Não jogue o óleo pelo ralo! É péssimo para o encanamento e para o meio ambiente e você pode guardar o óleo para usar da próxima vez! Use um filtro ou escumadeira para tirar os resíduos sólidos que escaparam (jogue isso fora). Transfira o óleo (se não estiver super quente) para uma xícara e então use um funil para colocá-lo em um recipiente. Mantenha na geladeira. Você pode usar o mesmo óleo várias vezes e sua comida continuará deliciosa.
    • Está na dúvida se isso é uma boa ideia? Não fique. Você terá 100% de certeza quando o óleo tiver estragado, ele ficará marrom e com um cheiro horrível. Quando isso acontecer, jogue fora dentro do recipiente.
    • Nunca jogue óleo quente em um saco de lixo de plástico, porque você pode se queimar ou ele pode derreter. Sempre espere até que o óleo tenha esfriado antes de fazer qualquer coisa com ele.

Experimentando!

  1. Faça batatas fritas. Uma das coisas mais fáceis de fazer usando esse método são batatas fritas. É muito difícil fazer batatas fritas horríveis e o grande volume é uma ótima oportunidade de aperfeiçoar sua estratégia. Você também pode fritar batatas diferentes, como a batata rústica, em rodelas ou palha!
    • Enjoou das batatas fritas comuns? Que tal fazer batata doce frita?!
  2. Tente fritar um peru mergulhado no óleo. Você pode fritar um peru mergulhado no óleo quente e ele pode ficar pronto em até 45 minutos. Se quiser fazer uma receita diferente para o Natal ou no final de semana, essa é uma ótima ideia!
  3. Faça sorvete frito. Você provavelmente já viu restaurantes que anunciam essa sobremesa e sempre se perguntou Como eles fazem isso?!. Agora você também pode fazer e ser o sucesso de qualquer festa com seus super poderes quentes e frios.
    • Isso pode ser feito com qualquer sabor de sorvete e qualquer tipo de cobertura!
  4. Tente fritar queijo. Você pode fazer essa opção chique e sofisticada, se quiser. Você pode transformar queijo comum em tiras caseiras de muçarela ou fazer uma opção gourmet com queijos franceses e deixar a hora do aperitivo mais moderna. Independente do estilo que escolher, a reação é sempre a mesma: Queijo frito? Delíííícia!
    • Você pode usar um molho a base de tomate, mas geléia fica maravilhoso também!
  5. Faça chocolate Snickers frito. Certo, é hora de testar seu colesterol. Você pode ter ouvido falar sobre isso na internet, mas até agora era só um mito. Você pode comer barras de chocolate recheadas fritas no conforto de sua casa! Essa é a desculpa perfeita para fazer uma festa no fim de semana. Todos podem trazer sua barra de chocolate favorita para uma festa do chocolate frito! A tecnologia é impressionante.
    • Se pode ser envolvido em cobertura, pode ser frito. Você não precisa se limitar às barras de chocolate! Nutella frita? Pizza frita? Tang frito? Macarrão? Lasanha? MORANGOS?! Você está prestes a adentrar águas perigosas, meu amigo – experimente fritar tudo que o que puder imaginar!

Dicas

  • Verifique a temperatura do óleo de vez em quando depois de colocar ou retirar alimentos e ajuste o fogo de acordo ou, melhor ainda, use um termômetro culinário que lhe manterá informado sobre a temperatura do óleo constantemente.
  • Tempere logo depois que retirar a comida do óleo.
  • Sempre deixe espaço na panela para evitar que o óleo derrame quando você adicionar comida e ele borbulhar (encha a panela só até a metade se ela for rasa ou deixe cerca de 7 cm vazios se for mais funda).
  • Quanto maior a quantidade de óleo, mais constante sua temperatura e mais tempo levará para ficar muito frio ou quente.
  • Se for usar a escumadeira para limpar o óleo, mexa em uma direção e passe a escumadeira na outra direção.
  • Para conseguir uma fritura uniforme, frite pedaços mais ou menos do mesmo tamanho.
 

Avisos

  • Quando estiver enchendo o recipiente de óleo, considere o volume de comida que irá adicionar. Se a comida fizer o óleo transbordar, ele pode atingir o fogo e causar um incêndio.
  • O óleo e a comida estarão muito quentes. Dependendo do tipo de óleo que usar, se utilizar uma panela comum ele pode explodir se a temperatura ficar muito alta. Ou seja, se não for usar uma fritadeira, compre um termômetro.
  • Nunca coloque água ou gelo no óleo quente, isso pode causar uma reação violenta.
  • Não use instrumentos de plástico ou borracha no óleo.
  • O óleo pode espirrar e queimar, então coloque a comida nele com gentileza, use uma colher comprida e cubra seus braços (óleo mancha tecidos).
  • Os objetos de metal podem ficar muito quentes.
  • Nunca use jornal para retirar o excesso de óleo da comida. A tinta sai e ela é tóxica. Isso é comum em países de língua inglesa, inclusive em estabelecimentos comerciais e foi proibido por lei.
  • Verifique se há itens inflamáveis perto da área na qual você vai cozinhar e retire tudo o que puder oferecer perigo.
  • Não coloque comida demais na panela. Se a panela estiver lotada, a comida não fritará direito.
 

Materiais Necessários

  • Óleo (soja, girassol, vegetal, canola, milho)
  • Recipiente para fritar (não precisa ser uma fritadeira, pode ser uma panela, frigideira ou wok fundos)
  • Termômetro culinário para frituras (opcional, mas recomendado)
  • Toalhas de papel ou grade de metal para drenagem
  • Tempero a gosto, como sal e pimenta
  • Escumadeira (opcional)
  • Cesta para fritar (optional)
  • Pinça (opcional)
  • Colher de pau (opcional)
   
Теги:
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.