Como Tricotar Meias

Опубликовал Admin
29-01-2019, 09:00
141
0
Você tem uma lã maravilhosa e não pode esperar para transformá-la em uma meia? Relembre o básico e siga esses passos. Você deverá saber como fazer o ponto tricô, ponto meia, montar a base e arrematar o trabalho. Nesse modelo você irá tricotar do dedo para cima. Você também precisará de agulhas de duas pontas.

Passos

  1. Escolha a linha que você queira. Cuidado, pois linhas muito grossas não fazem meias muito práticas –– embora façam um belo par de pantufas!
  2. Escolha agulhas de duas pontas para tricotar a lã. Como esse modelo de meia é simétrico, você vai precisar de cinco agulhas: quatro para segurar o trabalho e uma agulha livre para tricotar a meia.
  3. Use essa montagem de base que permitirá que você não tenha que costurar a ponta dos dedos depois. Pegue duas agulhas e enrole a linha entre elas formando um oito. Cada volta se tornará um ponto. Para fazer meias pequenas e médias monte oito laçadas em cada agulha, para meias grandes, faça dez laçadas.
  4. Pegue uma terceira agulha e tricote cada laçada da primeira agulha. Depois pegue a primeira agulha e tricote os pontos da segunda agulha. Agora, os pontos devem estar na primeira e terceira agulhas. Esses pontos podem estar um pouco folgados, mas você irá apertá-los depois.
  5. Repare como os pontos quando tricotados em cada agulha ficam suspensos entre as duas agulhas. Voce vai achar essa montagem menos esquisita com o tempo!
  6. Usando a terceira agulha (a agulha livre) tricote um ponto, monte um ponto (usando a linha entre os pontos). Tricote até chegar ao meio da agulha. Insira um marcador para marcar o centro de trás da meia. Pegue uma nova agulha e tricote até que esteja faltando um ponto, monte um ponto e tricote o último ponto.
    • Para montar um ponto segure seu trabalho aberto e encontre a linha da carreira anterior suspensa entre as agulhas. Pegue essa linha usando a ponta da agulha na mão direita, passe o ponto para a agulha da mão esquerda e tricote como se fosse um ponto comum.
  7. Faça o mesmo na segunda agulha de base. O trabalho deverá ser simétrico e deve ter quatro agulhas ativas e mais uma livre. Nas meias grandes você deve ter seis pontos por agulha e nas menores você deve ter cinco pontos.
  8. Lembre-se desse esquema de acrescentar um ponto ao segundo e penúltimo ponto de cada lado. Tricote a primeira carreira (de todas as quatro agulhas) e acrescente os pontos dessa forma na próxima carreira. A cada outra carreira acrescente pontos dessa forma. Continue até você ter 11 (meia pequena), 12 (média), 13 (grande) ou 14 (extra grande) pontos em cada uma das quatro agulhas.
  9. Tricote até que a meia esteja a aproximadamente 4 cm antes do calcanhar quando experimentada. (Se o pé não estiver disponível, pergunte as medidas antes!)
  10. Comece a trabalhar o calcanhar. Mantendo os pontos finais bem apertados evitará buracos estruturais. Esse método é chamado de tricotar em carreira encurtada.
    1. Mude para um novo jeito: trabalhe só nas duas agulhas ao lado da sua marca. Deixe as duas agulhas da frente da sua meia paradas e faça pontos tricô e meia nas agulhas de trás para fazer o calcanhar. Trate essas duas agulhas como se fossem só uma –– você também pode passar todos os pontos para só uma agulha desde que mantenha a simetria.
    2. A primeira metade do calcanhar envolve colocar sistematicamente pontos "em espera". Tricote todos os pontos exceto o último depois passe a linha para a frente do trabalho (entre as agulhas). Passe o ponto não tricotado para a outra agulha e passe a linha para atrás do trabalho novamente. Vire o trabalho e passe o ponto não tricotado de volta para a agulha vazia –– depois continue a fazer os pontos meia, normalmente. Assim o ponto não tricotado será de "uma carreira atrás", parecendo que foi laçada pela linha. Esse ponto ficará "em espera" até que você volte nele depois. Esse ponto vai se manter na agulha e haverá sempre o mesmo número de pontos na agulha.
    3. Faça ponto meia no resto da carreira, exceto no ultimo ponto, "passando-o" do mesmo jeito deixando esse ponto não tricotado em espera.
    4. Vire o trabalho e tricote até que tenha dois pontos sobrando na agulha (sendo um o ponto em espera). Passe esses dois últimos pontos como ensinado antes e vire o trabalho. Faça ponto meia em todos, menos nos dois últimos ponto, passe os dois últimos pontos e vire o trabalho.
    5. A cada carreira, passe o próximo ponto para ficar em espera até que tenha passado sete pontos de cada lado. A última carreira desse processo deve ser de ponto meia seguido pelo sétimo ponto em espera.
    6. Para finalizar a segunda metade do calcanhar, comece a pegar os pontos um por vez. Tricote uma carreira e quando chegar ao primeiro ponto em espera pegue uma laçada e tricote o ponto. Deixe o próximo ponto em espera de novo. Depois vire o trabalho e comece a fazer ponto meia. Agora esse ponto está "ativo" de novo.
    7. Ao fim de cada carreira pegue e "reative" outro ponto, tricotando a laçada com o ponto. Cada vez que fizer isso pule o próximo ponto em espera como fez quanto os estava desativando.
    8. Quando você tiver reativado todos os pontos, você deve ter um pedaço de tricô no formato de um calcanhar. A última carreira do calcanhar deve ser uma carreira de ponto meia na qual você irá pegar e reativar o último dos pontos em espera.
  11. Volte todas as suas agulhas ao normal de novo, com quatro agulhas ativas (simétricas) e uma agulha livre. Tricote até alcançar a parte onde o calcanhar se junta à parte principal da meia que você estava ignorando.
    • Se você simplesmente continuar a tricotar haverá um pequeno, mas aborrecedor, buraco no tornozelo onde o calcanhar se junta à meia. O próximo passo é evitar esse buraco.
  12. Continue a tricotar as quatro agulhas como você estava fazendo antes de começar o calcanhar. Quando chegar à parte onde o calcanhar se junta com a parte principal, pegue a linha por entre as duas agulhas e faça um novo ponto. Na próxima passada tricote esse ponto junto com o ponto próximo a ele. Isso irá evitar o buraco. Faça o mesmo do outro lado do calcanhar.
  13. Continue a tricotar até que esteja faltando de 2,5 a 5 cm para a boca da meia, então comece a fazer dois pontos tricô, dois meia para montar o punho. Fazer o punho evitará que o cano da meia enrole – a não ser que você queira um efeito de bota-de-duende para pantufas ou algo do tipo, nesse caso, sinta-se livre para pular esse passo!
  14. Arremate os pontos bem folgados, tão folgados quanto você achar necessário, já que um arremate apertado pode deixar sua meia difícil de calçar e desconfortável.

Materiais Necessários

  • Agulhas de tricô, um conjunto de 5 agulhas de duas pontas
  • Diagrama de meia de tricô
Теги:
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.