Como Plantar Pimenta Fantasma

Опубликовал Admin
28-04-2019, 22:47
133
0
A pimenta fantasma é um tipo extremamente ardido de pimenta, perfeito para quem gosta de grandes emoções. Ela também é bem fácil de cultivar: só precisa de bastante sol e calor. Basta fertilizar o solo e regar as plantinhas com frequência que, em mais ou menos 100 a 120 dias, a sua horta vai estar cheia de pimentinhas deliciosas. Quando for colhê-las, porém, lembre-se de usar luvas. A pimenta fantasma é tão picante que pode queimar até mesmo a sua pele!

Preparando o solo

  1. Escolha um solo com uma boa drenagem. Para plantar as pimentas em uma horta, escolha uma área livre de lama e poças de água. Porém, tente não colocar as sementes em um local muito seco. Caso o solo da sua casa não tenha uma boa drenagem, o melhor é plantar as pimentinhas em vasos com um substrato apropriado. Para testar a drenagem do solo, siga o passo a passo abaixo:
    • Remova a tampa e a parte de baixo de uma lata.
    • Abra um buraco de 10 cm no solo.
    • Coloque a lata dentro do buraco e encha o espaço ao redor dela com terra.
    • Encha a lata de água.
    • Espere uma hora e, com uma régua, meça o quanto o nível da água baixou.
    • Caso ele tenha baixado mais de 5 cm, isso significa que o solo tem uma boa drenagem.
  2. Teste o pH do solo. As pimentas crescem em substratos levemente ácidos ou neutros, com um pH entre 6,2 e 7. Compre um kit de teste em uma loja de produtos agrícolas, com tirinhas de papel ou um medidor digital, e siga as instruções do fabricante.
    • Espalhe calcário em pó no solo se ele estiver muito ácido. Use por volta de 2,5 kg por cada área de 30 m². Caso o espaço seja menor do que isso, apenas salpique um pouquinho de calcário na terra.
    • Já se o solo estiver muito alcalino (com um pH maior do que 7), espalhe um pouco de enxofre para cultivo no local em que for plantar as pimentas. Alguns agricultores preferem usar palitos de fósforo não acesos, que levam enxofre na composição. Use dois ou três palitos por planta.
    • O calcário em pó e o enxofre para cultivo podem ser encontrados em lojas de produtos agrícolas. Siga direitinho as instruções do fabricante na hora de colocá-los no solo.
  3. Escolha uma área que receba pelo menos seis horas de luz solar por dia. As pimentas precisam de bastante luz e calor para terem um crescimento saudável. Caso tenha optado por plantá-las em vasos, mude-as de lugar ao logo do dia para que elas peguem bastante sol.
    • Proteja as plantinhas com um cobertor de isolamento térmico em caso de risco de geada.
  4. Caso esteja cultivando as plantas diretamente no solo, alimente-as com composto orgânico e farinha de ossos e de sangue. Cubra o solo com uma camada de aproximadamente 7,5 cm de espessura de composto orgânico no local em que quiser plantar as pimentas. Com uma pá, misture o composto com a camada superior da terra. Em seguida, adicione um pouco de farinha de ossos e de sangue para tornar o solo ainda mais fértil.
    • Visite uma loja de produtos agrícolas para encontrar as farinhas e siga as instruções do fabricante no que diz respeito à quantidade.
    • Caso esteja cultivando as plantinhas em vasos, basta usar um solo argiloso de boa qualidade.

Germinando as sementes

  1. Deixe as sementes de molho por, pelo menos, oito horas. Coloque as sementinhas em um copo com água e leve-as à geladeira ao longo da noite. A umidade e o frio vão dar um susto nas sementes, fazendo com que elas germinem mais rápido.
    • Caso alguma sementinha fique boiando na água, jogue-a fora. Plante apenas as que afundarem no copo.
    • Você também pode plantar mudinhas de pimenta fantasma. Porém, é bem mais fácil encontrar as sementes para vender.
  2. Plante as sementes em vasinhos de turfa por volta de seis a dez semanas antes do fim do inverno. Coloque as sementinhas em vasos para brotinhos ou vasos de turfa. Enfie-as no solo em aproximadamente 0,5 cm e cubra-as com terra.
    • Caso opte pelos vasos de turfa, umedeça-os até eles ficarem inchados e empurre levemente as sementes para além da superfície.
    • Já se estiver usando um vaso para brotinhos, encha-o com terra e cubra bem as sementes.
    • Coloque duas ou três sementes em cada vaso. Deixe para separá-las mais para a frente, se todas brotarem.
  3. Regue as sementes. Mantenha as sementes constantemente úmidas enquanto espera os brotinhos nascerem. Elas ficarão molhadinhas por mais tempo se forem plantadas em vasos de turfa. Já se estiver usando vasos para brotos, borrife água no solo aos pouquinhos até ele ficar bem úmido.
    • Cubra os vasinhos com plástico-filme para que eles retenham mais umidade.
    • Regue a terra sempre que necessário para mantê-la úmida.
  4. Mantenha as sementes quentinhas. Coloque os vasos em um local aquecido e bem iluminado, como em cima da geladeira ou em uma janela que receba bastante sol. Isso vai estimular as sementes a brotarem.
  5. Espere mais ou menos uma semana e meia pela germinação. Fique de olho em brotinhos verdes saindo do solo ou da turfa. Isso deve demorar apenas 11 dias, aproximadamente, se as plantas estiverem em condições ideais.
  6. Deixe os brotinhos crescerem. As sementes devem ficar nos vasinhos até os brotinhos alcançarem aproximadamente 7,5 cm de altura. Nessa etapa, as plantinhas também já devem ter três ou mais folhas.
    • Continue regando o solo e a turfa enquanto espera os brotinhos crescerem. Só tome cuidado para não exagerar.

Plantando os brotinhos

  1. Plante os brotinhos na terra, em locais que permaneçam quentes durante boa parte do ano. As pimentas fantasma gostam de climas quentes e úmidos, com temperaturas acima de 20 °C por, pelo menos, cinco meses do ano. Caso tenha medo de que faça muito frio na sua horta, plante os brotinhos em vasos ou em canteiros elevados para garantir que a terra esteja sempre quentinha.
  2. Remova os brotinhos mais fracos. Caso alguma plantinha murche, adoeça ou fique amarronzada, tire-a do solo. Assim, os brotos saudáveis terão mais espaço para crescer.
  3. Transfira os brotinhos para os vasos ou para a terra. Caso pretenda plantar as pimentas do lado de fora, aclimate-as por um período de dez dias. Leve-as para fora, diariamente, por algumas horas, aumentando o tempo de exposição ao ar livre em uma hora por dia. Para plantar os brotinhos, cave um buraquinho um pouquinho maior do que o vasinho de turfa no solo. Em seguida, coloque o vasinho no buraco e cubra os espaços vazios com terra. Regue bem depois que acabar.
    • Para os brotinhos mais jovens, você pode usar vasos de 10 cm. Caso esteja plantando as pimentas diretamente na terra, deixe entre 30 cm e 120 cm de espaço entre elas.
    • Você pode transferir as plantas para vasos maiores se os originais ficarem muito pequenos.
  4. Regue as plantas com frequência. As pimentas fantasma precisam de um solo constantemente úmido, mas não encharcado. Molhe a terra sempre que necessário. A frequência exata vai depender de onde você mora e de como é o clima na sua região.
    • O ideal é regar a plantas pela manhã ou no comecinho do pôr do sol.
    • Coloque uma camada de manta ao redor das plantas para que o solo retenha a umidade.
  5. Adube as plantas com fertilizante de peixe e algas para estimular o crescimento. O fertilizante pode ser encontrado em qualquer loja de materiais agrícolas. Misture-o de acordo com as instruções do fabricante e distribua-o ao redor das plantas. O fertilizante de peixe e algas é uma ótima opção orgânica para alimentar as pimentas.
  6. Troque o fertilizante por um de fósforo e potássio para estimular o crescimento das pimentas. Quando as flores começarem a aparecer (pequenininhas, clarinhas e com pétalas pontudas), troque o fertilizante por um rico em fósforo e potássio para ajudar a planta a produzir pimentas.
    • Opte por um fertilizante 20-20-20. Os números se referem às proporções de nitrogênio, fósforo e potássio do produto.
    • Evite fertilizantes muito ricos em nitrogênio. Eles podem fazer com que as folhas caiam, impedindo o crescimento das pimentas.
    • Visite uma loja de produtos agrícolas para encontrar boas opções de fertilizantes orgânicos.

Colhendo as pimentas

  1. Fique atento a pragas e outros problemas. As pimentas fantasma são tão ardidas que não são muitos os insetos que têm coragem de comê-las. Porém, algumas espécies de lesma podem representar um problema. Caso encontre marcas de mordidas nas folhas, espalhe terra diatomácea na base da planta. A terra diatomácea pode ser encontrada em qualquer loja de materiais agrícolas.
    • De vez em quando, pode ser que as plantinhas sejam atacadas por afídeos, armadilídeos ou minadores, mas esse tipo de ocorrência é bem raro. Caso aconteça, vá a uma loja de produto agrícolas e peça um inseticida orgânico de boa qualidade.
    • Caso as folhas estejam manchadas, é possível que o problema seja causado por um fungo muito comum em solos úmidos. Passe um tempo sem regar as plantas para desestimular o crescimento dele.
  2. Espere as pimentas brotarem. As pimentas fantasma nascem verdes, ficam laranjas e, por fim, chegam a um tom vibrante de vermelho. O tempo necessário para que elas brotem varia de acordo com o clima.
  3. Deixe as pimentas amadurecerem até ficarem mais ou menos do tamanho de um dedo. Na maioria dos casos, isso costuma levar entre 100 e 120 dias. As pimentas maduras devem ter entre 5 cm e 7,5 cm de comprimento. Quanto mais tempo elas passarem no pé, mais picantes elas vão ficar.
  4. Use roupas protetoras na hora de colher as pimentas. As pimentas fantasma são extremamente ardidas e podem queimar a pele humana. Use luvas, mangas compridas e óculos de proteção para colhê-las. Corte os cabinhos das pimentas com bastante cuidado em vez de arrancá-las das plantas e não deixe que elas entrem em contato com a sua pele. Mantenha as pimentas longe do alcance das crianças.

Materiais Necessários

  • Sementes de pimenta fantasma.
  • Vasinhos de turfa.
  • Topsoil (solo superficial).
  • Composto orgânico.
  • Uma pá.
  • Um copinho.
  • Vasos para plantas (opcional).
  • Um cobertor de isolamento térmico (opcional).
  • Farinha de sangue.
  • Farinha de ossos.
  • Fertilizante.
  • Terra diatomácea (opcional).
  • Inseticida orgânico (opcional).
Теги:
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.