Como Escrever um Discurso para se Apresentar

Опубликовал Admin
12-05-2019, 01:00
557
0
Como a primeira impressão conta muito na opinião de uma pessoa sobre outra, a maneira de se apresentar é bastante importante socialmente. Pensando assim, muita gente gosta de escrever de antemão a parte da apresentação de um discurso que tem que fazer para conseguir prender o interesse da plateia (ou até de poucos ouvintes) logo de cara e em pouco tempo. Se você precisa de algo do tipo, leia as dicas abaixo para escolher as palavras certas, não ferir a sua credibilidade e ainda quebrar o gelo com quem está por perto.

Preparando o discurso

  1. Faça um esboço geral da estrutura do discurso. Para começar, divida a estrutura geral do discurso de acordo com os pontos principais. Determine o que é mais importante e em que ordem você quer falar de cada assunto. Essa é a organização básica de todo o conteúdo.
    • Fale o seu nome na primeira frase do discurso. Seja simples e direto: "Bom dia! (ou Boa tarde!) O meu nome é Diego Silva e eu sou estudante de Ciência da Computação na Universidade de São Paulo".
    • Se você vai fazer um discurso relacionado ao trabalho, fale dos seus interesses e objetivos de carreira na mesma frase para poupar tempo e mostrar como o seu lado pessoal pode contribuir com o profissional. Por exemplo: "Eu estou desenvolvendo um aplicativo que ajude o usuário a pedir pizza pelo Twitter".
    • Fale da sua educação e das experiências profissionais do passado — desde que elas sejam relevantes e adequadas. Por exemplo: "É o quinto aplicativo que eu desenvolvo. O segundo que fiz, que mostrava ao usuário os parques públicos mais próximos, venceu um prêmio na universidade".
  2. Fale dos seus hobbies e interesses variados. Dependendo da situação, você também pode citar os interesses e as experiências adicionais que tem para mostrar o seu nível de autoridade no assunto. Só tenha cuidado para não fugir do tema principal do discurso.
    • A sua história vai ficar mais interessante se você falar de uma paixão ou um objetivo seu e como isso contribuiu com a sua jornada até o momento. Por exemplo: se você quer escrever um discurso para uma disciplina da faculdade, explique como começou a se interessar por computação desde novo e por que o assunto é tão importante hoje.
    • Por outro lado, se você for se apresentar a possíveis clientes em um almoço da empresa, eles provavelmente não vão querer saber dos seus hobbies. Nesse caso, limite-se às suas habilidades atuais.
    • Escreva uma versão do primeiro esboço do discurso falando de hobbies e experiências e outra sem tocar no assunto. Depois, mostre ambas a um ouvinte objetivo e que possa dar um retorno direto.
  3. Venda a si mesmo. Para deixar uma boa impressão em um contexto profissional, você tem que abarcar as suas habilidades e competências no discurso. Para isso, fale das suas conquistas do passado e do impacto delas no futuro — sem se gabar — e explique a relação entre o que já foi e o que vem por aí.
    • Destaque as suas qualidades, habilidades e experiências que sejam mais relevantes para a plateia e a ocasião. Por exemplo: "Como eu já tenho experiência com o desenvolvimento de aplicativos e criei uma rede extensa de contatos no mercado, entendo bem o que os profissionais jovens buscam hoje. Nesse sentido, os meus aplicativos aliam conveniência e gratificação imediata".
    • Mostre que você é profissional e deixe uma impressão impactante na plateia.
    • Se você quer vender uma boa imagem a um grupo de colegas novos, não precisa falar da sua vida pessoal ou de qualquer assunto que não tenha a ver com o trabalho.
  4. Aprenda a se diferenciar dos demais. Seja honesto, mas ainda busque formas de se destacar. Por exemplo: fale da importância do papel que você desempenhou em determinado projeto. Extrapole um pouco qual foi a sua função e explique como as suas ideias contribuiriam com o resultado final — e como podem contribuir de novo.
    • Você pode demonstrar habilidade e experiência ao mesmo tempo que mostra disposição para aprender e crescer. Por exemplo, diga: "Eu invisto bastante tempo em convenções de tecnologia e desenvolvimento de aplicativos para descobrir o que o público espera. Por isso, não tenho medo de dizer que estou sempre um passo à frente da concorrência".
    • Alie essas habilidades aos seus objetivos profissionais e ao desenvolvimento pessoal.

Revisando e ensaiando o discurso

  1. Aperfeiçoe o discurso. Alguns especialistas recomendam que os oradores se apresentem em no máximo duas ou três frases, enquanto outros expandem essa quantidade para cinco a sete. Se isso não for possível — ou mesmo se você tiver tempo de se apresentar com mais calma —, seja conciso, mas informativo ao máximo.
    • Siga as orientações do seu professor, orientador ou chefe (caso tenha recebido alguma, claro).
    • Se você tem que falar por três a cinco minutos, não adianta escrever um discurso de dois ou sete.
    • Se você tem que se apresentar brevemente em uma entrevista, não exagere no tempo.
  2. Escreva frases curtas e simples. Lembre-se de que você vai discursar em voz alta e, portanto, a plateia tem que ser capaz de entender tudo de primeira. Portanto, escreva um discurso simples e que seja compreensível de cara.
    • Não escreva frases longas ou enroladas e seja direto e conciso.
    • Pense bem na estrutura das frases. Leia o discurso em voz alta para determinar se você exagerou na extensão delas e se tem que reestruturar algo.
  3. Ensaie o discurso. Leia o discurso em voz alta antes de se apresentar para valer. Mude o tom de voz e experimente ritmos variados para ter noção do que ainda precisa melhorar. Você pode começar ensaiando sozinho, mas depois peça ajuda a alguém que tenha dicas legais.
    • Ensaie na frente de algumas pessoas para determinar se o discurso prende a atenção e o interesse delas.
    • Preste atenção às partes do discurso que atraem o interesse e às que deixam as pessoas dispersas.
    • Peça críticas construtivas bem detalhadas e específicas, assim como outras opiniões generalizadas.
    • Não se limite a perguntar apenas "Vocês gostaram do discurso?", mas também quais foram as partes mais fortes e fracas.
    • Descubra se você conseguiu passar a mensagem à plateia e o que as pessoas absorveram das suas informações.
  4. Memorize o discurso. Memorize o que você vai dizer e como vai dizer com bastante antecedência. Por mais que seja normal ler discursos escritos, é melhor você se familiarizar com pelo menos uma parte do texto para passar uma impressão melhor de controle, conhecimento e confiança — o que prende ainda mais a atenção.
    • A plateia não vai se identificar com a sua história se você ficar olhando para a folha de papel o tempo inteiro.
    • Você também pode levar cartões de consulta com tópicos bem pontuais sobre o que vai dizer. Não escreva o texto inteiro neles, e sim as partes mais importantes e que refresquem a sua memória.
    • Use esses cartões como pontos de referência, não como uma muleta.

Planejando o discurso

  1. Determine qual é o público-alvo. Não se pode usar a mesma linguagem para uma apresentação em um evento profissional e para falar com um grupo de pessoas em contextos mais informais. Portanto, antes de começar a planejar o discurso, reflita sobre o seguinte:
    • Qual é o público-alvo?
    • Qual é o objetivo da apresentação?"
    • O que as pessoas podem esperar do seu discurso?
  2. Decida o que é relevante. Se você tivesse mais tempo, provavelmente poderia listar coisas importantes e interessantes sobre si mesmo. No entanto, o segredo aqui é ser conciso e direto. Ou seja: decida o que é mais importante e relevante para os membros da plateia e expresse-se no menor tempo possível.
    • Fale de um ou dois pontos específicos de si mesmo e acrescente outros detalhes somente quando for necessário.
    • Dependendo da plateia e da função do discurso, é melhor você não ficar tão bitolado em ser breve. Por exemplo: caso tenha que se apresentar a um grupo de possíveis investidores no seu negócio, concentre-se nas suas habilidades para chamar a atenção das pessoas; caso tenha que se apresentar a uma plateia composta por um público mais variado (como na faculdade), seja mais amplo.
    • Lembre-se de que você tem que se apresentar de forma geral, mas ainda ser interessante e aprofundado.
    • Não é por isso que você tem que falar de coisas muito aleatórias e que não tenham a ver com o propósito do evento.
  3. Pense no propósito e no tom do discurso. Sempre que for escrever um discurso, pense primeiro nos seus objetivos e nas possíveis reações das pessoas. Determine que mensagem você quer passar à plateia. Ela é composta de profissionais ou pessoas leigas e que têm um interesse casual no assunto?
    • Você quer convencer os membros da plateia de um ponto de vista com a apresentação ou inspirar ou motivar alguém a se empenhar para trabalhar na sua equipe?
    • Tudo isso afeta o que você tem que dizer na apresentação e a sua forma de se expressar.

Fazendo o discurso

  1. Tente relaxar. Se você costuma ficar muito nervoso antes de falar em público, use técnicas de relaxamento para conseguir se acostumar. Encontre um lugar tranquilo e prepare-se por um tempo. Respire fundo, concentre-se no fluxo do ar passando pelo seu corpo e conte quanto tempo cada movimento de inspiração e expiração leva.
    • Você também pode usar técnicas de visualização para diminuir o nervosismo e ficar mais confiante.
    • Imagine o que você vai sentir quando terminar o discurso e a plateia sorrir e aplaudir. Depois, puxe essa confiança para a hora de falar.
  2. Use bem a linguagem corporal. Pode parecer bobagem, mas arquear as costas, gesticular demais e afins passam a impressão de que a pessoa não está confiante e não é profissional — e podem até distrair a plateia. Por isso, tenha uma boa postura: estufe o peito e contraia a barriga de leve, ainda tentando parecer natural.
    • Não cruze os braços ou cerre os punhos.
    • Não olhe para o chão e nem fique preso à mesa ou a qualquer estrutura que esteja no palco.
    • Faça contato visual com as pessoas da plateia de maneira controlada. Não fique focado demais em um indivíduo específico, mas não brinque de pingue-pongue com os olhos.
    • Tente fazer contato visual com uma pessoa do lado esquerdo da plateia e outra do lado direito. Varie entre esses pontos de forma controlada e natural.
  3. Não tenha pressa. Você tem que achar o ponto de equilíbrio entre ser muito rápido e ser lento demais na hora do discurso — para não afetar a compreensão da plateia. Fale em um ritmo tranquilo, mas não a ponto de ser entediante.
    • Fale no mesmo ritmo que você usa quando vai conversar com as pessoas.
    • Ensaie o discurso na frente de outras pessoas ou grave a si mesmo falando para ter noção melhor do ritmo.
  4. Não se leve a sério se você cometer algum erro. Não entre em pânico caso você erre alguma parte do discurso. Pedir desculpas demais chama a atenção pelos motivos errados e aumenta a gravidade desse tipo de situação. Em vez disso, faça algum comentário engraçado para mostrar confiança e conforto.
    • Você pode usar um pouco do humor autodepreciativo para mostrar humildade e simpatia. Por exemplo: se você pular uma parte do discurso sem querer e tiver que voltar, diga algo como "E agora eu vou voltar um pouco e falar de algo de que não me lembrei antes. Pronto! Vocês estão me vendo de verdade!".
    • Você também pode fazer um comentário breve e engraçado sobre o erro em si. Por exemplo: se você errar logo na primeira frase, diga "Nossa, perdão. Estou aqui falando de mim na maior animação, mas não percebi que confundi as palavras. Vou tentar de novo".
    • Só não pegue pesado demais consigo mesmo. Você ainda tem que mostrar à plateia que é competente. Por isso, seja breve e dê continuidade ao discurso.

Dicas

  • A plateia vai se dispersar se você demorar demais para se apresentar. Seja conciso e direto.
  • Não tenha medo de soar um pouquinho convencido — afinal, essa é a primeira impressão que as pessoas vão ter de você.
  • Ainda assim, não se gabe ou vanglorie das suas conquistas, pois o público pode perder o interesse.
  • Faça contato visual com a plateia o tempo inteiro e seja direto e confiante ao falar.
Теги:
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.