Como Ficar Esperto em Matemática

Опубликовал Admin
24-05-2019, 16:00
330
0
Caso a matemática não seja um de seus fortes, então você deve lutar! Leia para saber como melhorar sua compreensão e se exceder nessa matéria.

Passos

  1. Durante as aulas, peça por ajuda para compreender um conceito particular. Se a resposta não iluminar o tema, então fale com o professor após o fim da aula. Frente a frente, algo que não pôde ser sugerido durante o tempo de aula pode surgir.
  2. Certifique-se de compreender o que as palavras significam. A matemática está além da subtração e adição. Geralmente, ela é uma coleção de operações separadas. Por exemplo, a multiplicação também envolve adição, assim como divisão envolve subtração. Antes de você descobrir completamente estes conceitos, você precisará compreender o significado de todas as operações envolvidas. Tente fazer o seguinte para cada palavra usada em um problema matemático (por exemplo, “variável”):
    • Memorize a definição de um livro. “Um símbolo é um número que ainda não conhecemos. É normalmente representado pela letra x ou y.”
    • Pratique exemplos do conceito. Por exemplo, “4x – 7 = 5”, onde x é a variável, enquanto que 4, 7, e 5 são constantes (eis outra definição a ser descoberta).
  3. Dê ênfase no aprendizado das regras. Propriedades, fórmulas, equações e métodos são ferramentas de matemática. Será mais tranquilo aprender a matéria se você entender o funcionamento dela.
  4. Participe durante as aulas. Se você não sabe a resposta de uma pergunta, peça por explicações. Diga o que você realmente entendeu, de forma que seu professor possa focar nas partes confusas.
    • Por exemplo, usando o caso da variável acima, diga: “Eu entendo que 4 vezes uma variável desconhecida (x), menos 7 é igual a 5. Mas, qual das operações devo fazer primeiro?”. Dessa maneira, o professor conhecerá seu problema. Se você dissesse “Eu não entendi”, o professor provavelmente pensaria em explicar tudo sobre constantes e variáveis novamente.
    • Nunca tenha medo de perguntar. Até mesmo Einstein fez perguntas (e mais tarde as respondeu)! Ninguém aprende ao ficar somente olhando para um assunto. Se você não quer perguntar algo a um professor, então tente peça ajuda a um amigo ou outro estudante.
  5. Procure por ajuda de fora. Caso ainda precise de ajuda e o professor não puder compreender as explicações do professor, então peça para que ele indique alguém para ajudar você. Encontre um clube de estudos ou um programa de monitoria, ou peça ao seu professor por ajuda extra antes ou depois das aulas.
  6. Escreva seu trabalho. Por exemplo, enquanto estiver resolvendo equações, divida a operação em passos e escreva o entendeu em cada um.
    • Escrever seu trabalho ajuda a manter a lógica das operações, ajudando-lhe a compreender sua parte nos erros caso eles aconteçam.
    • Seus passos escritos mostrarão seus erros.
    • Escrever seus passos também ajudará a reforçar e fortalecer aquilo que você já sabe.
  7. Tente resolver todos os problemas que lhe entregam. Você talvez pegue o ritmo após resolver alguns exemplos. Caso contrário, você conhecerá melhor os pontos em que perde tal ritmo.
  8. Revise suas provas assim que forem entregues. Leia as anotações do professor e aprenda com os erros. Peça para que o professor revise qualquer problema que você não tenha entendido.

Dicas

  • Certifique-se de fazer suas tarefas. Você poderia até confeccionar seus próprios problemas para praticar.
  • Tente compreender o que faz. Não faça as coisas sem pensar. Por exemplo, ao aprender sobre a adição de números maiores, pense por que os excessos são levados para a casa seguinte. Caso ainda não compreenda – pergunte.
  • Após você ir além de aritmética (passando a estudar álgebra, geometria, dentre outros), cada assunto novo terá forte conexão com o que já foi aprendido. Sendo assim, certifique-se de ter conhecimentos sólidos sobre cada matéria antes de seguir adiante.
  • Não tema a matemática, mesmo que ela seja desafiadora. O nervosismo tornará tudo pior. Mantenha-se paciente e use o tempo que for necessário para aprender.
  • Divirta-se. Ainda que não pareça, elegância e ordem fazem da matemática uma disciplina bastante bela.
  • Caso não compreenda algo, pergunte ao professor. O trabalho dele é explicar.
  • Não desista por ter medo de cometer erros. Tente algo, mesmo que não esteja certo do que fazer.
  • A habilidade de fazer cálculos aritméticos rápidos e precisos é importantíssima para nossa vida profissional e pessoal, gostemos disso ou não. Interessantemente, a aritmética estimula a atividade cerebral nos hemisférios esquerdo e direito do lóbulo frontal, fazendo mais do que a leitura ou a apreciação de música. O estímulo do lóbulo frontal traz uma série de benefícios para nossas atividades diárias. O lóbulo frontal controla nossa função motora, capacidade de resolver problemas, memória, linguagem, julgamento, autocontrole, além de nosso comportamento sócio-sexual.
  • Pratique o tanto quanto puder, mas com pausas regulares. A matemática requer prática.
  • Pratique por pelo menos 30 minutos diários. Resolva 5 questões todos os dias, passando para 10 mais tarde. Relaxe no Sábado e no Domingo! Desse jeito, você se sentirá recompensado e renovado para continuar na Segunda-Feira. Caso você se sinta incomodado durante a semana, crie um pequeno calendário e comece a riscar os dias de prática. Será reconfortante pensar que faltam quatro dias... três... dois... um... e fim de semana!

Avisos

  • Não é “quase impossível” aprender matemática. Ela requer apenas compreensão das fórmulas e prática.
  • Não memorize exemplos matemáticos. Ao invés disso, insista para que seu professor explique-os para que você entenda completamente o que está acontecendo. O segredo é trabalhar com cada exercício diferente que surgir.
Теги:
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.