Como Terminar

Опубликовал Admin
24-09-2016, 05:40
848
0
Quando um relacionamento amoroso termina, não é fácil para ninguém. E se você é a pessoa que está sugerindo o rompimento, pode ser uma das coisas mais difíceis que você venha a fazer. Mas, às vezes, tem que ser feito, caso contrário um relacionamento sem felicidade e nada saudável pode se alongar por anos e anos. Veja como ser forte e terminar tal relacionamento agora.

Avaliando o seu relacionamento

  1. Reflita porque você está pensando em terminar com o(a) seu parceiro(a). Se você está simplesmente chateado com o ele(a), considere conversar sobre o que te deixou assim. É importante concentrar-se na em resolver ao situação, ao invés de terminar o relacionamento como solução. Por outro lado, se esta mesma questão já foi discutida e nada mudou e você está se sentindo insatisfeito, magoado ou traído, então terminar pode ser o único jeito de terminar este ciclo vicioso.
    • Tenha certeza do que você está fazendo.
      • Quaisquer que sejam as questões que estão te motivando a terminar, você já os discutiu com a pessoa algumas vezes?
      • Você tem certeza que você não está terminando por causa de uma mal entendido, falta de comunicação ou algo que pode ser resolvido com uma boa conversa? Ao ter certeza, você evita arrependimentos.
    • Na maioria das vezes, fique atento ao fato que a outra pessoa vai sentir qualquer coisa estranha/insegurança no ar. Isso vai fazer o rompimento mais difícil, mais cheio de drama e mais longo.
  2. Esteja pronto para defender as suas razões. O(a) seu(sua) parceiro(a) vai perguntar porque você quer romper. Vale a pena se preparar: :
    • Esteja pronto com respostas sinceras. Antes de ter “a conversa” que vai terminar o relacionamento, esforce-se para articular as razões para o rompimento.
    • Se você tem dificuldade para lembrar de exemplos durante discussões emocionais, escreva as razões de ante mão. Talvez ajude conversar sobre eles com alguém que você confie.
  3. Concentre-se no que não está funcionando no seu relacionamento, ao invés de dizer à outra pessoa o que está errado com ela. Ela vai estar magoada e vulnerável e você pode causar muito mal ao dizer coisas que a ataca pessoalmente.
    • Por exemplo, ao invés de dizer “Você é insegura e não me deixa respirar”, tente dizer “Eu preciso de muito independência e liberdade no meus relacionamentos”. Se você tentar dizer como ela é, você pode estar errado pois você não está na cabeça dela. E mesmo se você estiver certo, ela pode disciordar de você. Mas ela não pode discordar do que você sente sobre si mesmo ou as suas necessidades.
    • Entenda que o seu ponto de vista pode estar distorcido. Talvez ela pareça ser insegura, mas na realidade não seja. Ou talvez ela seja só com você. Ou talvez a culpa seja sua. Talvez você seja mais distante e desprendido que a maioria das pessoas. Não culpe a outra pessoa enquanto ela estiver magoada. Ou assuma a responsabilidade ou concentre-se no que não está dando certo no relacionamento.
      • Ao invés de dizer “Você é insegura” ou até “eu sou desprendido”, concentre-se em “Eu preciso de mais independência do que a que eu tenho no nosso relacionamento” (o que é verdade independente de quem seja a culpa, se é que é culpa de alguém).

Colocando limites na conversa

  1. Planeje quando tempo você está disposto a gastar como processo de rompimento. Isso pode soar meio insensível, mas a verdade é que este processo pode ser curto e efetivo ou demorado e doloroso – e o que você faz vai determinar o seu resultado. Uma coisa que você pode fazer é decidir antecipadamente que você só gastará uma certa quantidade de tempo discutindo o rompimento da relação, antes de finalizar a conversa. Se você ainda não pensou neste aspecto, a conversa que você virá a ter com o(a) seu(sua) parceiro(a) pode durar mais do que o necessário, especialmemte se ele(a) estiver completamente surpresa e/ou devastada com a sua decisão e tentar fazer falar com a esperança de “mudar a sua idéia”. Vai ser muito mais fácil para você manter o controle da situação se a conversa não se prolongar e se você tiver um intervalo de tempo pré-determinado de tempo para a conversa, logo antes de um “compromisso” o qual você precisa estar presente.
    • Estime pelo menos 1 hora para ter a conversa de rompimento, e mais do que isso se o seu relacionamento tiver mais de 1 ano. Você pode até marcar um encontro com um amigo num local neutro para que você possa dizer “Eu vou me encontrar com João no restaurante em 15 minutos, então eu preciso ir”. Obrigações familiares são outras boa desculpas para usar.

Terminando

  1. Termine pessoalmente. É mais fácil terminar com alguém se você não precisar olhar nos olhos da pessoa, mas terminar pelo telefone, mensagem de texto ou email pode ser interpretado como uma atitude cruel e covarde. Ao menos que você esteja muito distante e não queira espera até encontrar com a pessoa novamente, ou tenha medo da outra pessoa, não termine pelo telefone, email ou mensagem de texto. E nem pense em terminar com alguém escolhendo sumir do mapa, cortando todo o tipo de contato com a pessoa. A incapacidade de terminar um relacionamento de forma adequada pode causar danos psicológicos e deixar incertezas se você realmente teve a intenção de terminar.
    • Você moram separadamente: Se vocês não moram juntos, dê as notícias na sua casa ou na dela(e) e em particular. A sua futura-ex vai agradecer o fato de estar num local onde ela se sente segura para responder emocionalmente. E ninguém quer terminar um relacionamento num local público ou perto de família e amigos, correndo o risco de desaguar em lágrimas ou ser forçado a segurar as emoções. Se você escolher terminar na sua casa, pode ser difícil para a outra pessoa retornar para casa dela. Se você escolher a casa da(o) sua(seu) parceiro(a), você pode ser retirar ao sentir que você comunicou a sua intenção.
    • Vocês moram juntos: Se vocês moram juntos, terminar pode ser algo problemático e estressante. Tenha certeza que você tem um lugar para ficar até a(o) sua(seu) ex digerir a grande mudança. Ou você tira todas as suas coisas enquanto está em casa e depois terminar o relacionamento quando a pessoa chegar ou termine e deixe o local com alguns dos seus pertences, com a intenção de voltar depois que as coisas se acalmarem. Em ambos os casos vai ser muito difícil para a outra pessoa, mas só você sabe qual a melhor forma.
  2. Termine com tranquilidade. Se você disser as famosas palavras, “Precisamos conversa”, seu parceiro vai imediatamente saber o que estar por vir, e isso não é ruim. Você não quer ir logo dizendo “Precisamos terminar” do nada, ou pior, enquanto vocês estiverem discutindo. Inicie a conversa calmamente e com tranquilidade, com um senso de reslução. Sente-se com a pessoa e deixe ela a par da sua decisão de terminar o relacionamento.
  3. Não dê falsas esperanças. Esforce-se para evitar qualquer frase que dê esperança. Não diga coisas como “talvez a gente possa se encontrar novamente ano que vem” ou “talvez a gente possa tentar de novo quando a minha cabeça estiver de volta ao normal’, etc. Essas são formas covardes de enrolar um assunto o qual você precisa ser bem objetivo sobre. Você precisa levar a sua intenção à sério. Você não pode deixar a porta aberta.
  4. Espere qualquer uma ou todas as seguintes reações:
    • Perguntas – Ele(a) vai querer saber o porque e se há algo que ele(a) poderia ter feito para evitar o rompimento. Responda às perguntas da forma mais honesta possível.
    • Choro – a outra pessoa deve ficar chateada e isso vai ser óbvio. Você pode confortá-la, mas não permita que você seja manipulado de forma a mudar a sua decisão.
    • Discussão- A pessoa pode querer contestar tudo o que você falou durante a conversa, inclusive dissecar os exemplos que você usou para explicar o rompimento. Não se envolva numa discussão. Deixe a pessoa saber que brigar não vai fazer você mudar de idéia.
    • Negociação e súplica – a pessoa pode dizer que vai mudar ou que vai fazer coisas diferentes para preservar o relacionamento. Se a pessoa não mudou quando vocês conversaram sobre o assunto no passado, é muito tarde para acreditar que agora ela vai mudar de fato.
    • Ameaças – Normalmente, quando a pessoa diz uma simples frase como “Você nunca vai achar alguém tão boa quanto eu” ou uma assustadora como “Eu vou fazer você se arrepender disso”, é porque ela está tentando se sentir melhor. Ameaças físicas, por outro lado, devem ser levadas à sério e não devem ser ignoradas. Se você acha que a sua segurança está em perigo, mantenha a calma e vá embora o mais rápido possível.

Depois do rompimento

  1. Distancie-se. Vai ser difícil, mas não ligue nem vá a lugares que a pessoa frequenta. Acima de tudo, afaste-se. Sua ex pode tentar entrar em contato, mas dê um tempo (normalmente alguns meses, 6 meses no mínimo) antes de reestabelecer contato (se for o caso). Você se sentiu próximo desta pessoa em algum ponto da sua vida, então provavelmente você tem um ponto fraco por ela, mas é hora de você dois virarem a página.
    • Agora é um ótimo momento para você se concentrar em oportunidades perdidas. Aproveite o tempo para refletir sobre a sua situação e aprender mais sobre si próprio. Faça todas as coisas que você sempre quis fazer, especialmente aquelas que você não faria se ainda estivess com a pessoa.
  2. Entenda que terminar um relacionamento faz parte da vida. Sim, terminar é dfícil, mas quer queira quer não, é algo normal na vida de um adolescente ou adulto. Por mais duro que seja, é muito normal. Às vezes você vai terminar com alguém, outras vezes é você que vai levar o fora. Todo mundo passa por experiências assim; dói, mas você vai sobreviver e a sua(seu) ex também.

Dicas

  • Se você tem certeza que quer terminar com alguém, é melhor fazer o quanto antes. Por outro lado, se o(a) seu(sua) parceiro(a) já teve um dia difícil, você pode achar melhor esperar por um momento mais oportuno. Terminar quando alguém já está pra baixo pode tornar as coisas mais difíceis para ambos vocês.
  • Enquanto a honestidade é a melhor política, concentre-se nas questões principais do relacionamento e não em pequenos aborrecimentos que te incomodam. Tais aborrecimentos normalmente são sintomas de outros problemas maiores – nós temos mais chances de nos irritarmos e de sermos impacientes e frustrados quando o relacionamento não está indo bem.

Avisos

  • Nunca termine no calor de uma discussão. Se o relacionamento já está fragilizado e não tem mais jeito, isso não vai mudar depois que a discussão terminar e a raiva passar. Termine quando vocês dois estiverem calmos e puderem conversar de forma pacífica. Você terá mais chance de finalizar a conversa de forma mais adequada.
  • Nunca ameace o seu parceiro dizendo que vai terminar. Se vocês tem problemas ou questões, tente concertá-los “ou” termine o relacionamento,. Ameaças só pioram o relacionamento e o seu impacto tende a diminuir com o uso repetido.
Теги:
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.
ТОП Комментарии