Como Abrir uma Janela do Terminal no Ubuntu

Опубликовал Admin
18-04-2021, 18:00
505
0
A forma mais rápida de abrir o aplicativo "Terminal" no Ubuntu é usando um atalho do teclado. Você também pode procurá-lo no painel de aplicativos ou adicionar um atalho junto aos ícones de acesso rápido. Nas versões mais antigas do Ubuntu, o "Terminal" pode ser encontrado na pasta "Aplicativos".

Usando atalhos do teclado

  1. Pressione as teclas .Ctrl+Alt+T. Isso vai abrir o "Terminal".
  2. Pressione as teclas .Alt+F2 e digite gnome-terminal. Esse atalho também serve para abrir o "Terminal".
  3. Pressione as teclas .⊞ Win+T (somente no Xubuntu). Tal atalho - exclusivo do Xubuntu – também pode ser utilizado para abrir o "Terminal".
  4. Defina um atalho personalizado. Saiba que é possível alterar o Ctrl+Alt+T padrão para algo diferente:
    • Clique no botão "Configurações do Sistema" na barra de aplicativos.
    • Clique na opção "Teclado" na seção "Hardware".
    • Clique na aba "Atalhos".
    • Clique na categoria "Launchers" e selecione "Abrir Terminal".
    • Pressione o novo atalho do teclado.

Usando o Dash

  1. Clique no botão "Dash" ou pressione a tecla .⊞ Win. Ele pode ser encontrado no canto superior esquerdo, e tem o logotipo do Ubuntu dentro.
    • Se você alterou a função da tecla ⊞ Win, então pressione a tecla substituta a ele.
  2. Digite terminal.
  3. Pressione a tecla .⏎ Return.

Usando um atalho no Launcher

  1. Clique no botão "Dash". Ele tem o logotipo do Ubuntu dentro e pode ser encontrado na barra do Launcher.
  2. Digite terminal para pesquisá-lo.
  3. Arraste o ícone do "Terminal" da lista de resultados da busca para a barra do Launcher.
  4. Clique no novo ícone do "Terminal" para abri-lo sempre que quiser.

Usando o Ubuntu 10.04 ou versão anterior

  1. Clique no botão "Aplicativos". Nas versões mais antigas do Ubuntu, ele pode ser encontrado na barra do Launcher.
  2. Clique em "Acessórios." No Xubuntu, clique em "Sistema".
  3. Clique em "Terminal."
Теги:
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.