Como Falar "Oi" em Italiano

Опубликовал Admin
30-05-2021, 07:00
827
0
Se comparado a outras línguas, o italiano é um idioma bem formal. Quando vamos cumprimentar alguém, geralmente dizemos “buongiorno” (fala-se “buondiorno”), que significa “bom dia”; se já for mais tarde, pode-se dizer “buona sera” (pronunciado assim mesmo), que é “boa noite”. Uma expressão bem conhecida é “ciao” (diz-se “tchau”), que serve como “oi” e “tchau”, mas ela não deve ser usada com desconhecidos. Como regra geral, deixe os termos informais para amigos, familiares e conhecidos mais jovens.

Usando os cumprimentos básicos

  1. Ao encontrar alguém pela manhã, diga “buongiorno”. Essa expressão serve tanto para desconhecidos quanto para pessoas próximas de todas as idades, e é a mais utilizada quando ainda está claro. Basicamente significa “bom dia”.
    • Assim como a maioria dos cumprimentos em italiano, o “buongiorno” pode ser usado como “oi” e “tchau”, ou seja, na chegada e na despedida.
  2. Se já for mais tarde, use “buono sera”. A partir das 4 da tarde, faz mais sentido utilizar essa opção. Vai jantar com alguém ou dar um passeio à noite? Cumprimente todo mundo com “buono sera”.
    • É um costume italiano tirar uma soneca (um “riposo”) à tarde, entre as 2 e 4 horas. É por isso que, após essa pausa, já se considera período da noite.
  3. Pergunte como a pessoa está. O costume é parecido com o nosso: não basta cumprimentar, precisa completar com um “tudo bem?”. Para isso, se estiver falando com um estranho, diga “come sta?” (“comestá”), principalmente se o indivíduo for mais velho ou tiver uma posição de autoridade. No caso de jovens e pessoas conhecidas, aposte em “come stai” (“comestai”), que é uma opção mais descontraída.
    • A resposta padrão para “come sta” é “bene, grazie” (“bene, gratzie”), que quer dizer “estou bem, obrigado”. Se a pergunta partir da outra pessoa, basta responder assim e completar com “e tu?” (para jovens e conhecidos) ou “e lei?” (para situações formais).
  4. Estenda a mão quando for conhecer alguém. Nesse ponto, os italianos são muito parecidos com os brasileiros, porque gostam de contato físico e são muito amigáveis. Quando for cumprimentar o outro, mesmo que rapidamente, é legal dar um aperto de mãos.
    • Em algumas regiões da Itália, se você é mulher e vai falar com um homem pela primeira vez, espera-se que você tome a atitude de estender a mão.
    • Durante o cumprimento, faça contato visual e sorria. Não é muito comum os italianos colocarem as duas mãos sobre a sua, mas talvez a pessoa toque gentilmente no seu cotovelo ou braço.
  5. Para atender o telefone, diga “pronto”. A tradução é a mesma do português, mas na Itália, esse termo equivale ao nosso “alô”.
    • O “pronto” só é utilizado em ligações. Não use no dia a dia, ou vão achá-lo meio estranho.

Arriscando nas gírias e expressões casuais

  1. Quando encontrar alguém próximo, diga “ciao”. Embora seja uma das expressões em italiano mais conhecidas, ela só deve ser usada com os entes queridos. Nunca diga “ciao” para estranhos, pessoas mais velhas ou em posição de autoridade; não vai soar bem.
    • Talvez você já tenha ouvido “ciao, bella/bello” (“tchau, bela/belo”), que significa “oi, linda/lindo”. Geralmente, essa é uma frase de flerte, mas também pode surgir entre amigos. Só tome cuidado para não soltá-la com um conhecido mais distante! Você pode acabar passando a impressão errada.
    • O “ciao” serve como cumprimento e despedida, ou seja, “oi” e “tchau”.
  2. Ao ver um grupo de amigos, diga “ciao a tutti”.
  3. Aposte no “salve” se estiver em dúvida sobre o contexto. “Salve” (pronunciado assim mesmo) significa “oi”, e pode ser usado em qualquer situação, embora esse não seja o caso para a maior parte dos cumprimentos em italiano.
    • Caso vá falar com um ente querido, o “salve” vai soar um pouco formal demais. É melhor manter o “ciao”.
  4. Diga “bella” quando encontrar pessoas mais jovens. Basicamente significa “bonita” ou “legal”, mas os jovens na Itália também usam essa expressão como cumprimento geral, assim como “ciao”. No entanto, é uma gíria bem informal, por isso, evite usá-la com indivíduos acima dos 30 anos (e até mesmo se você já tiver essa idade), ou vai soar meio imaturo.
    • O “bella” costuma vir junto com um complemento, como “bella lì” (“bela li”) ou “bella zio” (“bela zio”), e serve só para os mais íntimos.
  5. Para perguntar “tudo bem?”, adicione um “come butta” (“come buta”). O “come sta” é totalmente aceitável, mas caso prefira algo mais jovem e descolado, aposte no “come butta”.
    • Fique ligado: evite essas expressões em lugares públicos, como restaurantes. Mesmo que o atendente seja mais ou menos da sua idade, não é o contexto ideal para tanta intimidade, e você pode acabar sendo mal visto.

Apresentando-se

  1. Diga o seu nome após o cumprimento inicial. Quando for falar com alguém pela primeira vez, complemente a fala com “mi chiamo” (“mi quiamo”), seguido do seu nome.
    • Para perguntar o nome da outra pessoa, diga “come ti chiami?” (“come ti quiami”) em situações informais, ou “come si chiama?” (“come si quiama”) em ocasiões mais sérias. Se já tiver se apresentado, pode simplesmente completar com “e tu?” (informal) ou “e lei?” (formal), que significam “e você?”.
  2. Mostre que está feliz em conhecer o seu colega. Depois de saberem os nomes, é gentil dizer “piacere” (“piatchere”), que quer dizer “prazer”. Caso queira algo mais completo, aposte em “piacere di conoscerti” (“piatchere di conocherti”) em contextos mais descontraídos, ou “piacere di consocerla” (“piatchere di conocherla”) para um ar mais formal.
    • Se o indivíduo for da sua idade ou a ocasião for mais tranquila, também vale dizer simplesmente “incantato/incantata”. Esse termo equivale a “encantado/encantada”, e geralmente é usado para flertar.
  3. Diga de onde você é. Especialmente no caso dos turistas, é interessante contar a sua origem para o seu colega. Fale “vengo da” ou “sono di”, e complete com o nome do seu país ou cidade, se ela for conhecida.
    • Para perguntar de onde o outro é, diga “di dove sei” (informal), ou “di dov'è” (“di dové”) em situações mais sérias.
  4. Avise que não é nativo, se for o caso. Depois das apresentações, é legal dizer à pessoa que você ainda está aprendendo italiano; talvez tenham outro idioma em comum, quem sabe? Por outro lado, se a ideia é praticar, peça para continuarem falando mesmo assim. Diga:
    • “Parli inglese o portoghese?” (informal) ou “Parla inglese o portoghese?” (formal): “Você fala inglês ou português?”.
    • “Può parlare più lentamente?” (pronuncia-se dessa forma, é só ignorar os acentos): “Você pode falar mais devagar?”.
    • “Parli un'altra lingua oltre l'italiano?”: “Você fala outro idioma fora o italiano?”.
    • “Parla italiano con me”: “Fale em italiano comigo”.

Dicas

  • O italiano tem regras de fonética bem definidas, e os sons nunca mudam. Assim que dominar a pronúncia geral, basta aplicar em todas as ocasiões.
Теги:
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.