Como Amar Alguém que Pensa Demais (Overthinker)?

Опубликовал Admin
16-11-2023, 12:10
237
0
Se você estiver saindo com um “overthinker”, ou seja, uma pessoa que pensa muito sobre todo e qualquer assunto, talvez você se pergunte qual a melhor maneira de mostrar que gosta dela. O parceiro pode ser meio indeciso demais, às vezes, mas não se preocupe; há vários modos de apoiá-lo e amá-lo. Neste artigo, você saberá como desenvolver um relacionamento com alguém assim, com o objetivo de entender e amá-lo da melhor forma possível.

Assuma as rédeas da situação.

  1. Não tenha medo em tomar decisões quando notar que o “overthinker” está vacilando. Apoiar alguém assim significa que você precisará ser bastante proativo, portanto, não tenha medo em decidir qual filme vão assistir, em que lanchonete vão comer ou para onde vão no fim de semana. É claro que decisões com grande significância devem ser discutidas com ele, mas divirta-se com seu papel de líder ao fazer escolhas em situações de menor importância!
    • Quando um “overthinker” tomar a iniciativa e decidir, respeite a escolha dele. Não se esqueça que o sujeito já pensou em todas as alternativas.

Tranquilize o companheiro.

  1. Quem não consegue tirar certas coisas da cabeça precisará, com frequência, alguém que diga que tudo vai dar certo. O parceiro pode passar muito tempo se preocupando e analisando as piores hipóteses. Mesmo que creia que o indivíduo saiba que você o ama, diga! Se discordarem sobre algum assunto, ressalte que isso não significa que você o odeia, e se ele estiver inquieto com algo relacionado ao trabalho ou aos estudos, demonstre empatia e lembre-o de que ele conseguirá superar o obstáculo.
    • Abrace-o e beije-o à vontade, sem hesitar em fazer as pequenas coisas que demonstram como você gosta dele.

Seja honesto.

  1. Qualquer mentirinha, por menor que seja, vai fazer que alguém ansioso repense em tudo que você disse. Não brinque ou seja precipitada e fale a verdade para os “overthinkers”, que são observadores e que não vão conseguir deixar de terem suspeitas sobre o companheiro se flagrarem qualquer inverdade. Se você já teve que mentir demais aos parceiros anteriores, não será mais necessário, porque o atual vai ser honesto e você também deverá ser.
    • É claro que você não deve ser cruel com a verdade. Você pode ser sincero sem machucar os sentimentos da pessoa.
    • A comunicação é muito importante para quem remói as palavras dos outros na cabeça a todo momento, então não deixe de dizer como está se sentindo ou o que pensa. Desde que você seja franco e amoroso, o sujeito vai respeitá-lo.

Escolha suas palavras com cuidado.

  1. Os “overthinkers” podem se ater aos mínimos detalhes, então escolha bem o que vai dizer. Se você tirar sarro ou fazer alguma piada que o incomode, esteja preparado: ele pode não levar na esportiva. Mesmo que seja brincadeira ou só queira ser espirituoso com ele, o feitiço poderá se voltar contra o feiticeiro. Não há problema em ser sarcástico ou se divertir, só tenha cuidado com o que você diz.
    • A reputação dos “overthinkers” não é a melhor, já que são considerados sensíveis ou por se preocuparem mais com o que está errado em vez do certo. Estar ao lado de alguém assim é ótimo se você valoriza vulnerabilidade e quer um companheiro que vai apoiar e ter consideração por você.

Elogie-o e exalte-o.

  1. Quem pensa demais em tudo vai se sentir aliviado quando perceber que é valorizado. Talvez o parceiro convença a si próprio que está fazendo algo errado ou estragando um relacionamento, portanto, ame, apoie e empodere-o; se ele estiver ansioso sobre uma situação, mostre que você se importa e estará ao lado do indivíduo para ajudá-lo.
    • Coisas simples, como falar “Você fica muito bem com essa camisa!” ou “Seus olhos são lindos” podem fazer com que ele ganhe o dia!

Respeite os receios do “overthinker”.

  1. Aceite as aflições, quando forem razoáveis, para validá-las. Se ele estiver inquieto com algo, reconheça que é tudo parte do processo e que é normal que ele fique ansioso sobre algum acontecimento, mas lembre-o de que, em algum lugar e de alguma forma, há uma solução para o problema. Assim, o sujeito sentirá que está sendo ouvido e compreendido, até tirando um pouco do peso das costas dele nessa situação.
    • Por exemplo: sua namorada está preocupada em perder o emprego porque não conseguiu segurar um dos clientes mais importantes da empresa. Fale “Eu entendo perfeitamente a sua aflição, é normal. Mas eu não ficaria supondo que o pior vai acontecer, ainda, e qualquer coisa, você conseguirá emprego em qualquer outra empresa!”.
    • É sempre bom falar sobre os medos de alguém que os remói em pensamento e de modo excessivo. Abordar inseguranças legítimas pode levar a uma discussão produtiva, enquanto abordar medos irracionais pode ser uma boa maneira de tranquilizar o “overthinker”.

Pergunte, de vez em quando, se está tudo bem.

  1. Ver como o amado está, uma hora ou outra, dá espaço para que ele possa se expressar. Não precisa ser demais; uma vez por semana, pergunte se está tudo bem de forma tranquila e carinhosa; mesmo que ele responda que sim e o assunto acabe ali, continue fazendo isso, já que isso demonstra que você deseja ter uma relação franca e comunicativa com ele, o que é importante para os “ovethinkers”.
    • Fale, por exemplo: “E aí. Tudo bem? Só queria saber se está tudo certo entre nós.”
    • Pessoas que costumam analisar tudo detalhadamente têm o hábito de não externarem suas preocupações. Ao dar um pouco de espaço para que o parceiro possa se abrir, ele vai perceber, aos poucos, que pode falar sobre qualquer coisa que o incomodar.

Pergunte e discuta as questões que o incomodam.

  1. Fazer perguntas e conversar sobre elas poderá ajudar os “overthinkers” a entenderem melhor o que sentem. Se o indivíduo estiver quieto e for óbvio que está perdido nos próprios pensamentos, questione sobre o que ele está refletindo; caso fale sobre alguma ideia ou raciocínio, faça perguntas complementares para entender melhor o assunto e discuti-lo. Ele valorizará bastante o seu interesse em compreender o que se passa em sua mente.
    • Se ele disser que está preocupado com o fim de uma amizade após uma briga, pergunte “Você já tentou conversar com ele?” ou “O que causou essa briga?”
    • Quando o parceiro falar que quer praticar um novo hobby, você pode questionar “Sempre teve interesse nisso?” ou “Que legal! Eu amo esportes radicais! É muito caro o equipamento para iniciantes?”.

Confie nas palavras dele.

  1. Demonstrar confiança incentiva um “overthinker” a se abrir com maior frequência. Como remoem demais as coisas até que cheguem a certas ideias e decisões, não o questione e nem duvide de suas intenções quando ele falar sobre opiniões ou planos. Não há necessidade de concordar cegamente com eles, mas duvidar ou supor o pior só fará com que seu companheiro se desgaste pensando ainda mais.

Abra-se para o “overthinker”.

  1. Fale sobre suas crenças e demonstre quais são suas ideias. Aos poucos, você vai se aproximar do parceiro, que provavelmente é alguém intelectual e que considera muito os outros. Quer demonstrar seu amor por ele? Fale sobre o que se passa em sua cabeça, seja apenas algo pequeno, sobre o futuro que você quer, ou um sonho bobo; o importante é que o mozão saiba o que você está sentindo e sobre o que reflete.
    • Essa é uma parte fundamental de ser vulnerável. Junto com a autenticidade, são pontos importantes para fazer alguém que remói pensamentos se sentir mais à vontade.
    • Se você tem o hábito de se fechar quando algo o incomoda ou preocupa, o companheiro vai supor que você está irritado, principalmente se não compartilhar o que está passando por sua cabeça.

Seja sempre otimista.

  1. É muito comum que os “overthinkers” fiquem obcecados com pensamentos ruins, portanto, seja feliz. Toda laranja tem sua metade e o relacionamento com quem reflete de forma compulsória sobre tudo e um pouco de otimismo só será benéfico. O amado só se concentra nos pontos negativos de uma situação? Tente animá-lo tendo compaixão, espalhando energia positiva e lembrando-o de que as coisas não são tão ruins.
    • Por exemplo: o namorado fez uma prova na faculdade e disse que vai tirar uma nota baixa. Tente dizer, por exemplo, “Você sempre fala que foi mal e sempre tira um notão. Não se subestime, você é um jornalista muito melhor do que se considera!”

Não fale para a pessoa parar de ser um “overthinker”.

  1. Nunca se esqueça de que ela não quer pensar demais sobre tudo. Cada indivíduo é diferente e é importante que você compreenda que essa é a maneira de ser do seu parceiro. Falar para ele não se preocupar tanto com as coisas só vai deixá-lo mais irritado, então procure não se chatear ao notar que ele se perdeu em um raciocínio. Tenha paciência e dê um pouco de espaço para que ele coloque as emoções no lugar, quando precisar, e desfrute da companhia do mozão!
Теги:
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.