Como Lidar Com o Desejo de Trair o Parceiro

Опубликовал Admin
29-08-2017, 14:00
365
0
Mesmo que você seja muito feliz com seu parceiro/a atual, você está casado/a, e não morto/a. Existem muitas pessoas atraentes por aí, e você pode passar pela tentação de trair seu parceiro em algum momento. Mas esse sentimento comum não deve ser o fim do seu relacionamento, pois existem várias maneiras de lidar com os sentimentos de atração por alguém fora do seu círculo e o desejo de satisfazer estes sentimentos.

Passos

  1. Identifique o motivo de você estar tentado a trair. Razões comuns incluem o tédio com a vida sexual, a frustração com algum aspecto do seu relacionamento, ou simplesmente a ideia de que a grama do vizinho é mais verde. Relacionamentos são como jardins – você tem que regar e cuidar, ou eles vão estragar e morrer. Talvez seu relacionamento esteja um pouco morno ou desanimado com a idade e seja hora de dar uma apimentada. Identificar os motivos pelos quais você pode estar atraído/a por outra pessoa é um passo importante para lidar com estes sentimentos.
  2. Fale com seu parceiro/a sobre o problema. Por exemplo, se você estiver entediado/a com a vida sexual, discuta sobre qual nova atividade podiam fazer juntos. Ou, se você simplesmente gosta dos elogios vindos de outra pessoa (se a pessoa também estiver atraída por você), deixe que seu parceiro saiba disto. Algumas vezes a vida entra no caminho e nós acabamos não dizendo a eles como amamos e gostamos da companhia – se seu companheiro/a estiver em um ciclo tedioso de preocupações e vida ocupada ao ponto que não tem tempo para demonstrar que ama você, é hora de mudar isso. Seu relacionamento deve trazido de volta para o centro, e vocês dois devem se esforçar para fazê-lo florescer novamente, para que você se sinta relaxado/a, confortável, amado/a e desejado/a em casa.
    • Você e seu parceiro/a podem decidir ter um relacionamento aberto. Neste caso, vocês vão precisar ter uma conversa série sobre as “regras” desta relação. Estes relacionamentos são difíceis de sustentar, pois uma parte geralmente sente que a outra está “se divertindo demais”. Entretanto, se você sente que esse modelo de não-exclusividade pode funcionar para vocês, vale a pena discutir isso com a pessoa.
  3. Pense na pior coisa que pode acontecer. Se você ceder à tentação, o que irá perder? Vocês possuem uma casa juntos? Filhos? Como se sentiria se perdesse tudo isso? Sua vida pode mudar drasticamente, praticamente da noite para o dia. Você pode perder o contato com as crianças. Você pode ter que sair de casa (vamos encarar: traição geralmente leva à separação. Para começar, não é certo trair, e se você fizer isso, será você a parte errada.) Sem pensar na pessoa com quem está pretendendo trair, pense em como você se sentiria se seu parceiro fosse morto ou abandonasse você, e você tivesse que ficar sozinho. Como se sente, pensar em perder a pessoa que você compartilhou tanto da vida nos últimos tempos?
    • A tentação vale a pena perder tudo que você já amou? Não somente isso, mas considere a perda de respeito dos amigos, família, colegas de trabalho, e possivelmente a comunidade quando for descoberto que seu relacionamento terminou por causa da sua infidelidade. É difícil, se não impossível, voltar atrás, e geralmente a família hostiliza a nova pessoa por um bom tempo.
    • Se você tiver filhos, pense no exemplo que está dando a eles. Se decidir ter um caso, estará ensinando a eles que é certo quebrar suas promessas de casamento e que o casamento e a família não são importantes. Como você pode ter que sair de casa, estará negando a eles a estabilidade de uma vida junto com ambos os pais.
  4. Faça uma lista das melhores qualidades do seu parceiro/a. Foque no que você amava nele/a. Por exemplo, você pode gostar das piadas espirituosas ou dos atos gentis aleatórios. Você pode listar as qualidades físicas também. Pensar nestes traços bons irá ajudar a lembrar do motivo de se sentir atraído por essa pessoa.
  5. Pense nas coisas positivas do relacionamento. Seu parceiro/a pode encorajar você a seguir seus hobbies e participar deles com você, ou ser um ótimo ouvinte. Vocês podem ter uma longa história juntos, com memórias que ligam um ao outro; você a família dele/a podem ter uma boa relação que irá terminar se vocês se separarem.
  6. Passe um tempo agradável com seu parceiro. Não fiquem simplesmente assistindo TV ou jogando vídeo-game enquanto o outro assiste. Conversem. Tenham experiências. Visitem amigos juntos. Vejam um filme e saiam para jantar ou tomar algo e conversem – igual faziam quando começaram a namorar.
  7. Evite qualquer situação possivelmente comprometedora. Como você já está atraído por outra pessoa, certifique-se de não se por em situações em que as coisas podem sair do controle. Não pegue carona com ele/a, não fiquem trabalhando juntos, não dê o número do seu telefone ou adicione como amigo no Facebook. Não tenha nenhuma interação quanto estiverem sozinhos – nunca. É muito provável que seu parceiro/a esteja ciente da sua atração por essa pessoa – e ele/a vai estar de olho. Se quiser que seu relacionamento atual sobreviva, terá que garantir que a confiança do seu parceiro/a não seja jogada fora. Não se coloque em uma situação ruim só por uma chance de ficar sozinho com alguém legal.
  8. Lembre-se de quem você é. Você é um traidor? Um mentiroso? Um babaca? Se a resposta for não, então não aja como um. Você é uma boa pessoa? Uma pessoa gentil, que se importa com os outros? Seja a pessoa que você pensa que é – e lembre-se, você não é só quem você pensa que é. Você também é o que você faz. Se você acha que é uma pessoa boa e nobre, lembre-se que alguém assim não mente e trai só para se divertir ou ficar com outra pessoa. Se você acha que é uma pessoa legal, mas fizer coisas ruins, então você é uma pessoa ruim. Portanto, lembre-se de quem você é. Se for uma pessoa boa, faça o que uma pessoa boa nesta situação faria: mantenha-se firme e resista à tentação, ou se sentir que a atração serviu para apontar o porquê seu relacionamento não está mais dando certo, dê os passos para termina-lo antes de fazer alguma coisa com a outra pessoa.

Dicas

  • Trate seu parceiro/a sempre com consideração, respeito e gentileza, e lembre-se de devolver o favor.
  • Cultive um ambiente em que você e seu parceiro/a vivem para fazer da vida um do outro mais agradável. Se você acordar todo dia e pensar “O que posso fazer para melhorar a vida dele/a hoje?”, irá encontrar maneiras de fazer isso. E pode se surpreender em descobrir que quanto mais você tiver consideração e atenção por ele/a, mais ele/a também irá tratar você da mesma maneira.
  • Deixe bilhetes para ele/a, talvez no almoço que você faça, ou na bolsa. Espere-o na porta com um sorriso e um beijo romântico, e deixe que saiba que você sentiu saudades enquanto estavam separados. Uma recepção gentil e romântica faz muito por ajudar uma atmosfera em que o romance abunda em casa. Quando seu relacionamento é romântico e divertido e cheio de sensações de afeto, é bem difícil ser tentado pelo rostinho bonito de outra pessoa – porque você se lembra do rosto bonito esperando você em casa.

Avisos

  • Todas estas dicas são considerando que você queira ficar no seu relacionamento atual. Se você estiver com problemas para encontrar boas qualidades no seu parceiro, ou estiver seriamente frustrado com o relacionamento, pode ter que considerar terminar seu relacionamento atual ao invés de “forçar” ficar juntos. Definitivamente, é muito melhor e mais respeitoso terminar o relacionamento antes de ceder aos sentimentos que você possa ter sobre outra pessoa.
  • Mesmo pensar em ceder à atração por outra pessoa pode ser perigoso. Seria bem melhor redirecionar estes pensamentos imediatamente – por exemplo, quando estiver atraído pelo rosto bonito, substitua por pensamentos sobre o rosto do seu companheiro/a, e pense em maneiras de demonstrar seu amor, como comprar um presente ao voltar para casa, ou dar um abraço carinhoso. Sempre que você fizer isso, irá continuar na direção certa.
Теги:
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.