Como Cuidar de um Pug

Опубликовал Admin
18-09-2017, 18:00
163
0
Todos amamos as carinhas amassadas dos pugs, mas antes de comprar um impulsivamente, é preciso garantir que você poderá cuidar de um cão tão especial. Nós lhe diremos quais são seus problemas de saúde, prós e contras, dicas, avisos, padrão da raça e muito, muito mais!

Passos

  1. Considere os diferentes padrões da raça (pelo American Kennel Club):
    • Grupo Toy
    • Aparência geral
    • Observe a simetria e aparência geral do animal. Ela deve decididamente ser quadrada e atarracada. Um pug magro e com pernas compridas e outro com pernas curtas e corpo longo são igualmente questionáveis.
    • Tamanho, proporção, substância
    • O pug deve ser compacto, e essa condensação (Por falta de palavra melhor) é aparente em seu corpo, com proporções bem definidas e músculos rígidos. O peso desejável fica entre 6,5 kg a 8,5 kg. Proporções quadradas.
    • Cabeça
    • A cabeça é grande, massiva, redonda – e não com forma de maçã, sem fendas no crânio. Os olhos são escuros, bem grandes e proeminentes, com forma globular, macios e com expressão solícita, bem lustrosa e cheios de energia quando ele fica animado. As orelhas são finas, pequenas e macias como veludo preto. Há dois tipos – “rosa” e “botão”. Preferencialmente o último. As rugas são grandes e profundas. O focinho é curto, quadrado, sem ponta e não é virado para cima. Mandíbulas – a mandíbula inferior do pug deve ser bem ligeiramente para dentro.
    • Pescoço, corpo, parte superior do corpo
    • O pescoço é ligeiramente arqueado. Ele é forte, grosso e com comprimento suficiente para manter a cabeça erguida de forma orgulhosa. As costas curtas ficam retas, desde os ombros até a cauda alta. O corpo é curto e compacto, com o peito largo e as costelas altas. A cauda é enrolada o máximo possível por cima do quadril. Se ele der duas voltas, é perfeito.
    • Quartos dianteiros
    • As pernas são muito fortes, retas, de tamanho moderado, e ficam bem abaixo do corpo. Os cotovelos devem ficar diretamente abaixo dos ombros quando visto de lado. Os ombros ficam ligeiramente voltados para trás. As patas são fortes, nem voltadas para cima nem para baixo. Os pés não são tão longos quando pés de lebres, nem tão redondos quanto os de um gato; dedos bem divididos e unhas pretas. As unhas traseiras geralmente são removidas.
    • Quadris
    • Seus quadris fortes e poderosos têm uma curvatura moderada e calcanhares perpendiculares ao chão. As pernas são paralelas quando vistas de trás do animal. Os quadris ficam na mesma linha dos ombros da frente. As coxas e glúteos são cheios e musculares. Os pés são idênticos aos dianteiros.
    • Pelagem
    • Ela é fina, lisa, macia, curta e brilhante, nem dura e nem macia como lã.
    • Cor
    • As cores são bege ou preto. “Damasco” e “prata” são variações da pelagem bege, parecendo mais âmbar e esbranquiçada, respectivamente. Prefere-se que a cor bege seja usada para completar o contraste entre a cor e o contorno e máscara.
    • Marcas
    • As marcas são claramente definidas. O focinho ou máscara, orelhas, verrugas nas orelhas, marca no polegar ou losango na testa, e a linha nas costas da nuca até a cauda devem ser o mais pretas possível. A máscara deve ser preta. Quanto mais intenso e definido, melhor.
    • Caminhada
    • Visto de frente, as pernas dianteiras devem ser levadas bem para a frente, sem demonstrar fraqueza nos calcanhares, as patas tocando o chão por igual com os dedos centrais virados para a frente. A ação traseira deve ser forte e livre, sem torções ou voltas nas juntas. As pernas traseiras devem seguir as dianteiras. Há uma ligeira convergência natural dos membros, tanto dianteiros quanto traseiros. Um pequeno balanço dos quartos traseiros tipifica a caminhada, que deve ser livre, confiante e com pequenos saltos.
    • Temperamento
    • Essa raça tem um temperamento bom, exibindo estabilidade, sendo brincalhão e com muito charme, dignidade, e uma disposição amorosa e extrovertida.
    • DESQUALIFICAÇÃO: qualquer cor além do bege ou preto.
  2. Considere os prós e contras dos pugs.
    • Prós
      • Muito amoroso
      • Podem ficar no colo
      • Fácil de treinar
      • Fácil de entreter
    • Contras
      • Dentes compridos
      • Precisa de limpeza nas orelhas, olhos, pele, dobras da pele e nas unhas regularmente.
      • Não tolera clima muito quente.
      • Tem momentos de alta energia
      • Perdem muitos pelos.
  3. Limpe as rugas do pug uma vez por semana. As rugas bonitinhas do pug exigem cuidados especiais, pois elas podem abrigar diferentes sujeiras como pelos, comida, feridas, etc. Essas partículas podem se tornar infecciosas, portanto, uma limpeza suave uma vez por semana mantém o animal livre de infecções. Você pode seguir o método a seguir para limpar as rugas do seu pug: Required Items:
    • Lenços umedecidos
    • Flanela
    • Geleia de petróleo
    • Cotonetes
    • Petiscos para cães
  4. Dicas para limpar as rugas:
    • Compre lenços com medicamentos pra limpar as rugas. Além disso, você pode mantê-las limpas com produtos de limpeza da sua casa.
    • Encha uma caneca ou tigela com água em temperatura ambiente e mergulhe a ponta de um cotonete nela.
    • Ponha o polegar e o dedo indicador em cada lado da dobra facial do cão e abra gentilmente.
    • Passe a ponta do cotonete úmido pelas dobras da ruga para limpar a gordura e sujeira. Seja gentil, pois o interior das dobras faciais é bem sensível.
    • Quando você limpar completamente as dobras, use um cotonete para espalhar um pouco de geleia de petróleo no lado interior das rugas para mantê-la protegida.
    • Dê petiscos ao cachorro durante o processo de limpeza para que ele associe o processo com a recompensa gostosa.

Dicas

  • Não deixe um filhote sozinho. Os pugs são cachorros curiosos. Não há como saber o que eles podem acabar fazendo.
  • Divirta-se!
  • Nunca compre um pug preto com listras marrons (com ou sem o peito, dedos, etc. brancos) se quiser um cão de “raça pura”. Os criadores amadores chamam esses cães de “Pugs Brindle”. Mesmo que ele possa parecer ter uma cor “rara”, ele é apenas o resultado de uma cruza de um Pug com uma outra raça de cão (que possa ter uma coloração manchada na pelagem naturalmente dentro de sua raça), e portanto não é um “pug”. Manchas não são naturais para o Pug, e jamais ocorrem naturalmente entre dois cães dessa raça. Comprar um desses é como pagar mais e receber menos, e não é recomendado pela maioria dos criadores de boa reputação e entusiastas da raça.

Avisos

  • Devido a seus focinhos curtos, os pugs às vezes respiram alto e roncam. Se eles forem cruzados incorretamente, podem ter problemas de respiração mais sérios.
  • Os pugs têm tendência de sofrer insolação se o clima for quente o suficiente, portanto certifique-se de nunca mantê-los fora de casa em um dia quente, especialmente se ele for ensolarado.
  • A cruza inadequada pode resultar em uma saúde ruim, portanto certifique-se de pesquisar e comprar de um criador experiente e de boa reputação, garantindo que seu filhote será feliz e evitando visitas caras ao veterinário.
  • Essa raça não suporta ficar sozinha. São cães de companhia. Muitas pessoas dizem que seus pugs são como uma “sombra”!
Теги:
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.
ТОП Комментарии