Como Ganhar Dinheiro com Apresentações de Rua

Опубликовал Admin
28-09-2017, 23:00
285
0
Fazer arte na rua é o equivalente na carreira artística a ser estagiário numa empresa. Qualquer um pode sair às ruas e se apresentar, mas se você for muito bem, pode se unir aos famosos artistas – Jimmy Buffett, Bob Hope e os fundadores do “Cirque du Soleil”, apenas para nomear alguns – que começaram suas carreiras nas ruas. Seja você um músico, mágico, mímico, malabarista, palhaço ou comediante, se você consegue entreter as pessoas, pode conseguir dinheiro executando sua arte na rua.

Passos

  1. Apresente-se bem. Você não precisa ser excelente para se apresentar nas ruas. De fato, muitos possíveis mendigos (alguns talentosos, outros nem tanto) fazem algum tipo de apresentação para conseguir algum dinheiro, ao invés de virarem pedintes. Apresentar-se em público também é uma ótima forma de você e sua banda ou trupe treinarem suas apresentações e conseguirem experiência de estar na frente das pessoas. Mas se você tem uma séria vontade de ganhar dinheiro com isso, você precisa alinhar sua apresentação à realidade das apresentações de rua. E elas existem em duas formas básicas diferentes:
    • Atos passageiros são performances contínuas. As pessoas passam andando pelo artista e apenas um ou dois irão parar, ou alguém irá jogar algumas moedas. A maior parte dos atos musicais são atos deste tipo, e por mais que aconteça de vez em quando, a maior parte das pessoas não vai ficar por mais de uma música ou duas, no máximo. Ainda assim, preste atenção para o caso de ter alguém que ficou mais tempo, para evitar repetir seu repertório.
    • Atos em círculo têm um começo e um fim distintos. O artista irá tentar reunir algumas pessoas para assistirem ao ato. Elas ficarão geralmente em um círculo ou semicírculo. O ato em círculo ideal dura de 10 a 20 minutos. Você pode fazer a mesma apresentação várias vezes por hora, já que o público provavelmente será diferente a cada vez. Alguns dos passos abaixo são mais pertinentes a apresentações em círculo do que às passageiras, já que estas são relativamente simples – você escolhe um lugar e começa a tocar, apesar de que alguns atos passageiros se tornam um ato em círculo.
  2. Encontre um lugar para se apresentar. O lugar ideal para uma apresentação de rua é um que seja razoavelmente silencioso e com muito tráfego de pessoas andando. Exemplos desses lugares incluem esquinas, praças, calçadões, feiras, mercados abertos, entre outros. Você também deve encontrar um nicho que satisfaça suas necessidades. Se você é um músico, por exemplo, fique de costas para uma parede, para melhorar sua acústica, e se você é parte de uma equipe de acrobatas, vocês precisarão de algum espaço. Se você está apresentando algo de circo, certifique-se também de ter algum espaço em frente a você para o público.
    • Alguns lugares são proibidos, então é uma boa ideia checar nas leis locais ou perguntar a alguém, como um policial ou o gerente da feira. Alguns lugares proíbem apresentações de rua, enquanto outros exigem licenças. Há ainda aqueles que até encorajam apresentações de rua, com uma estrutura que garante a segurança dos artistas. Em geral, leis contra apresentações de rua costumam ser consideradas inconstitucionais, por irem contra a liberdade de expressão, garantida pela nossa Constituição de 1988, então a maior parte dos locais públicos é uma boa pedida. Em alguns outros países, entretanto, as leis variam muito, então informe-se se estiver no exterior. Mas em geral, a não ser que haja alguma lei muito estrita contra as apresentações de rua, está tudo bem em montar seu espaço em qualquer local público, desde que você não obstrua a passagem das pessoas ou esteja sendo um incômodo de alguma forma. Se alguém pedir para você sair do lugar, saia. Em propriedades privadas, porém (incluindo muitas feiras e mercados ao ar livre), você deve sempre pedir permissão antes.
    • Tente evitar ficar muito próximo de outros artistas. É falta de etiqueta tentar competir pelo público de outros artistas de rua, e na maioria dos casos, isso resulta em ambos conseguindo menos dinheiro do que esperavam. Em algumas áreas altamente desejadas, especialmente atrações turísticas ou feiras, pode ser impossível conseguir uma grande distância de outros artistas. Se há uma grande quantidade de pessoas passando, isso realmente não importa, desde que você não esteja interferindo (p.ex.: tocando música muito alta). Em outros casos, os artistas se revezam nas apresentações, distraindo as pessoas em momentos diferentes, cada um com seu tempo.
  3. Arrume seu espaço. Quando você encontrar seu nicho adequado, prepare seu palco. Deixe todo o seu equipamento preparado de forma que consiga ajeitar seu show rapidamente e com pouco trabalho. Considere colocar um cartaz e, se realmente quiser chamar a atenção, alguma forma de iluminação na área. Se você é um músico, é sempre melhor se apresentar em pé, ou sentado em um banco alto. Seja o que for, nunca se sente na calçada – você parecerá um mendigo, não um profissional.
  4. Junte um público. Qualquer artista de rua aprecia ter um público, mas para atos em círculo, ele é essencial. O ato de fazer as pessoas notarem você é uma arte em si. Ao invés de simplesmente iniciar o show de uma vez, comece a atraia a atenção das pessoas. Músicos fazem isso ao brincarem com os sons um pouco, para se aquecerem – até mesmo afinar seu instrumento atrai atenção e cria uma tensão dramática. Outros artistas podem começar alguma forma de entretenimento leve pré show (como alguns malabarismos simples, por exemplo, se vocês são malabaristas). Conforme faz isso, seja proativo na hora de atrair as pessoas. Sorria e seja encantador e solícito. Fale com as pessoas. Você pode ir desde o tradicional “Venham ver o maior espetáculo da terra!” até o mais simples “A apresentação começa em um minuto, gostaria de parar para assistir?”. Você tem que ser um vendedor nato para fazer isso, então não seja tímido. Traga seu público para perto. Isso irá ajudá-lo a ter uma conexão estabelecida com as pessoas, permite que elas estejam abertas a ouvir você, e se assegura de que elas não estejam no caminho de outras pessoas.
  5. Mantenha o público interessado. Faça cada segmento do seu ato mais incrível que o anterior. Se você está fazendo alguns truques com cartas, por exemplo, comece com algo relativamente simples e continue progressivamente passando pelos mais difíceis até chegar ao Grand Finale. Se você está tocando música, mantenha as suas numa vibe elevada, para que as pessoas se empolguem (você pode experimentar com músicas tristes e lentas, mas geralmente são as felizes que vão trazer as gorjetas). Mova-se rapidamente de um truque ou música para o próximo – tudo deve ser preparado previamente para garantir que o tempo entre uma coisa e outra não seja longo, e enquanto você prepara o próximo número, você deve conversar com as pessoas, preferencialmente fazendo-as rir.
  6. Interaja com seu público. Alguns dos shows de rua de maior sucesso são 1 parte habilidade incrível do artista e 2 partes (ou mais) comédia. As pessoas podem já ter visto tudo aquilo, mas elas vão assisti-lo se você for capaz de fazê-las rir, e a comédia vai deixá-los de bom humor – um humor bom para gorjetas, pelo menos. Mesmo você não estiver sendo engraçado, dê um jeito de interagir com as pessoas. Fala com elas, responda às suas perguntas ou comenta algo sobre elas, conte histórias interessantes ou fatos curiosos relacionados ao que você está fazendo.
  7. Aumente a participação das pessoas no seu ato. Alguém da plateia participar só irá aumentar o prazer em assisti-lo. Peça por voluntários e traga-os para o centro das atenções, para um truque ou dois. Está tudo bem – e alguns dizem até que é esperado – se você embaraçar o voluntário de forma amigável, já que as pessoas adoram ver as outras um pouco desconfortáveis, desde que ninguém se magoe e seja algo divertido. As crianças especialmente adoram ser voluntárias, e a fofice delas é ouro puro para você.
  8. Colete gorjetas. Em atos passageiros, apenas deixe uma jarra ou caixa de instrumento aberta para receber o dinheiro. Pode ajudar muito se seu recipiente for atraente – chapéus são OK, mas cestas ou potes bonitos, ou recipientes incomuns funcionam muito melhor – especialmente para crianças! Atos de circo, entretanto, devem fazer suas apresentações, passar por todo o ciclo de 10 a 20 minutos, e depois coletar as gorjetas ao final, então é importante ser criativo e assertivo para ser propriamente compensado.
    • Deixe a sua “fala do chapéu” antes do grand finale. Uma fala do chapéu é algo que você diz para que as pessoas deem gorjeta. Você deve dizê-la antes do ato final, porque as pessoas vão ficar para verem a parte mais excitante do show. Se você soltá-la depois de o show acabar, elas vão começar a ir embora na hora. Há muitas frases ótimas que podem ser ditas, mas em geral você quer dizer às pessoas que está fazendo um trabalho, e que gostaria de ser recompensado por isso, querendo saber o quanto seu show vale para elas. As pessoas podem não saber o quanto darem de gorjeta, então você pode dar uma ideia, geralmente sugerindo algo entre 2 e 5 reais. Você pode ilustrar seu pedido comparando seu show com o preço de uma revista, um sanduíche ou um filme. Depois de dizer a sua fala do chapéu, certifique-se de que seu grand finale seja realmente fantástico.
    • Passe o chapéu. Bem, não precisa ser necessariamente um chapéu, e você não precisa necessariamente passa-lo, mas você deve ter algum lugar para coletar as gorjetas. Agradeça ao público logo após o seu grand finale, e imediatamente pegue o seu “chapéu” e comece a trabalhar o público. Segure-o e deixe as pessoas jogarem o dinheiro. Seja amigável e faça piadas com o público, usando algumas falas adicionais, como a clássica “Eu podia estar roubando, podia estar matando, mas estou aqui, fazendo arte”. Se você tiver alguém para ajudá-lo, ele ou ela pode começar a passar o chapéu logo ao fim do seu ato. Uma pessoa bonita, que sorri e olha nos olhos das pessoas e diz algo como “Você não gostaria de colaborar com algo para o artista?” pode facilmente dobrar as contribuições.
  9. Venda produtos. Você pode adicionar uma segunda linha de dinheiro ao oferecer produtos à venda com suas performances. Se você é um músico, venda CDs ou camisetas. Outros artistas podem fazer camisetas com estampas da trupe ou outros souvenirs. Deixe seu produto à mostra proeminentemente, e com os preços bem claros.
  10. Mantenha registros dos seus resultados. Se você planeja se apresentar com frequência nas ruas, você precisa manter registros dos diferentes lugares que tentou, os dias da semana e horários em que se apresentou e quanto de dinheiro conseguiu. Um show geralmente não dará indicações suficientes de quão bom ou ruim um lugar é, mas no longo prazo, você será capaz de deduzir quais os melhores lugares, dias e horários para se apresentar. Você está essencialmente cuidando de um pequeno negócio, e quanto melhor forem os registros que você mantém, melhor você pode maximizar seu lucro.
  11. Aprenda com suas experiências. Se um truque ou piada não der certo, mude ou abra mão dela. Se certas músicas tendem a trazer mais dinheiro que outras, toque-as, e os outros vão gostar mais de você. Preste atenção ao seu público e tente se certificar de que ele está entretido o tempo todo. Se não estiver, você precisa mudar algo.

Dicas

  • Antes de começar, coloque algumas moedas e notas no seu chapéu/estojo/coletor de dinheiro. Quando as pessoas virem o dinheiro, elas se sentirão mais encorajadas a contribuir.
  • Se você é músico, toque músicas de acordo com a idade do seu público, para mantê-lo entretido. Um senhor de sessenta anos dificilmente conhecerá seu cover da última música da Taylor Swift. Ele irá contribuir com mais dinheiro, e até mesmo terá maior probabilidade de dar uma gorjeta, se você tocar músicas das quais ele gosta.
  • Apresenta-se na rua com um instrumento musical como um violão ou acordeão deixa seus pés livres, então você sempre pode fazê-los criarem a parte rítmica da música. Não é incomum para músicos de folk ou blues usarem um bumbo pequeno ou tamborim operado através de um pedal, para melhorar seu som, mas você terá que ter extrema destreza com o pé, assim como tem com as mãos, antes de tentar isso em público.
  • É sempre educado pedir às lojas próximas a onde você está se apresentando por permissão, porque isso significa que eles não vão ficar reclamando de você ou o atrapalhando.

Avisos

  • Sempre tome cuidado com ladrões. Nunca deixe suas gorjetas, seus equipamentos ou instrumentos sem supervisão nem por um momento, e tente observar as pessoas com cuidado conforme passa o chapéu.
  • Conheça a lei! Em alguns lugares, os artistas de rua devem ter uma licença especial para se apresentarem, ou podem ser presos como mendigos.
  • Mesmo com a licença, algumas calçadas são, na verdade, propriedade privada, e você pode ser preso por invasão ou perturbação do sossego.
  • Não faça apresentações próximas a muitas casas. Os moradores podem odiá-lo por isso.
  • Mendigos costumam se reunir próximos a artistas de rua para tentar “absorver” um pouco do seu “talento”, se é que me entende. Pior que isso, alguns irão mexer com os artistas ou público – tentando extorquir algum dinheiro deles. Lide com essa situação da forma que achar melhor, mas em geral evite confrontos, especialmente com grupos de mendigos ou com bêbados.
Теги:
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.