Como Fazer Mímica

Опубликовал Admin
3-10-2017, 18:00
640
0
A mímica é uma das mais antigas formas de teatro. Veja aqui como fazer para se tornar um mímico.

Passos

  1. Vista-se como um mímico (opcional). Se você quiser se vestir como um mímico, tente o seguinte:
    • Faça uma maquiagem de mímico. Um mímico é imediatamente identificado pela sua maquiagem – tinta branca no rosto (mas não na garganta), delineador grosso preto com "lágrimas" estilizadas escorrendo nas maçãs do rosto, sobrancelhas escuras e batom vermelho escuro ou preto. Você também pode fazer pequenos círculos com um blush claro cor-de-rosa (para parecer um mímico feliz ou um mímico mulher).
    • Use um traje de mímica. Mímicos sérios podem não utilizar mais a roupa clássica, mas é um traje facilmente reconhecido em festas ou no halloween. Use uma camisa com listras horizontais em preto e branco, idealmente de mangas três-quartos e decote canoa. Use calças escuras, suspensórios pretos, luvas brancas de comprimento até o pulso e um chapéu-coco preto para completar o visual.
  2. Use linguagem corporal. A fala é desnecessária durante a mímica. Em vez disso, use expressões faciais, gestos e postura para fazer a "fala".
    • Use um espelho (ou um expectador) para avaliar quais movimentos são os mais bem-sucedidos em transmitir emoções, atitudes e reações. Um espelho de corpo inteiro é uma necessidade para iniciantes, mas tenha em mente que o espelho é um amigo que terá de deixar para trás quando estiver realmente atuando.
    • Uma câmera de vídeo, se disponível, também é uma ferramenta de valor inestimável para se utilizar.
  3. Comece com técnicas básicas de mímica. Inicie com técnicas básicas de mímica: existem algumas lições bastante básicas que a maioria dos mímicos utiliza para começar. .
    • Cultive sua imaginação. O uso de sua imaginação não pode ser subestimado na criação de ilusões. É mais importante para um mímico acreditar de fato que a ilusão é real. Naturalmente, quanto mais real a ilusão for para o mímico, mais realista será para o seu público. Isso pode ser feito através da prática. Por exemplo, fingir que uma parede é real. Veja a parede em cores diferentes. Sinta a parede em texturas diferentes, ou seja, sinta o áspero, suave, molhado, seco, frio ou quente. Use essas mesmas técnicas enquanto pratica “todas” as ilusões. Você também vai sentir o seu corpo reagir naturalmente à ilusão, se você estiver convencido de que ela é real.
    • O uso do ponto fixo. Esta técnica é normalmente chamada de “pointe fixe”, que é simplesmente a tradução do texto em francês para “ponto fixo”. Esta é uma concepção extremamente simples: o mímico localiza um ponto em seu corpo e, em seguida, o mantém imóvel no espaço. Esta técnica é a base de todas as ilusões que um mímico pode criar.
    • Adicione linhas aos pontos fixos. A linha se expande a partir do ponto fixo simplesmente adicionando um segundo ponto fixo no espaço. O que torna esta uma habilidade técnica única é a dificuldade acrescida de manter dois pontos à mesma distância relativa entre si. Além disso, a distância relativa entre os dois pontos se torna a definição deste bloco de “construção”. Como tal, a linha pode tornar-se não fixa, enquanto os dois pontos são mantidos constantes em sua relação com o outro. Uma boa aplicação deste conceito é a “parede de mímica”.
    • Faça uma linha dinâmica. Enquanto que a linha não aplica a força a seus pontos, a linha dinâmico adiciona este elemento. Essa é a ideia aplicada a “puxar a corda”, mas pode ser aplicada a praticamente qualquer uso da força em uma ilusão. O segredo desse conceito é sincronizar o impacto de uma força imaginária por todo o corpo. Nesse caso, a linha dinâmica é essencialmente a compreensão da física aplicada ao corpo humano. Isso pode parecer complicado, mas você pode entender o sentido facilmente: posicione-se em frente a uma parede e coloque ambas as mãos sobre ela, aproximadamente na altura do ombro. Empurre levemente a parede com as mãos. Ao empurrar, tente sentir onde a pressão se acumula em seu corpo. Você deve sentir a pressão em suas mãos e também sentir um pouco de tensão em seus ombros e quadris. Se você não sentir nada, vá aumentando a pressão gradualmente até que sinta. Tente também posições diferentes e sinta como elas mudam as pressões em seu corpo. A linha dinâmica apela para a memória de forças como as do exercício anterior para criar ilusões realistas de forças imaginárias.
    • "Manipulação" de espaço e matéria. Esta é uma frase extravagante para "fazer as coisas com o ar". Essa é a técnica mais complicada de explicar porque faz uso de muitos dos elementos das três técnicas anteriores. É mais bem explicada usando uma ilusão como exemplo: o drible de uma bola de basquete. Usando apenas uma mão, o mímico imita muito da ideia por trás da linha dinâmica, no entanto, com apenas uma mão, ele usa apenas um ponto. Em vez de dois pontos, o mímico transforma seu ponto restante em uma forma: uma palma arredondada com os dedos suavemente dobrados. Esta forma define o "espaço" onde a ilusão existe e permite que a bola de basquete, a "matéria", exista na ilusão. Manipulação da matéria/espaço pode ser usada para criar qualquer número de objetos, personagens, ou de eventos, utilizando este princípio.
  4. Pegue uma corda. Finja que tem uma corda pendurada na sua frente e tente escalá-la.
    • Deslize para baixo e escale de volta para um melhor efeito. Quando você chegar ao topo, limpe o suor da testa. Escalar uma corda é uma ilusão muito difícil, se feita corretamente. Imagine e sinta o peso de seu corpo inteiro. Se você realmente está escalando uma corda, seus músculos vão esticar e esticar. Seu rosto vai fazer caretas devido ao esforço doloroso. Enxugar o suor da sua fronte será uma reação natural. Se você nunca subiu em uma corda real, faça isso com supervisão adequada em um ginásio e use um colchão para não se machucar. Faça anotações mentais de suas ações e reações, apesar de muitas ilusões não poderem ser feitas com os movimentos exatos como a realidade, a atitude mental (imaginação) deve ser a mesma que a coisa real. (Veja a primeira nota abaixo em "Avisos" e não se esqueça de aquecer antes de tentar essa ilusão.)
  5. Suba uma escada. Para mostrar como subir uma escada, segure um degrau da escada imaginária e suba no ar. Coloque o calcanhar de um pé no chão, como você iria colocá-lo em um degrau da escada. Puxe os degraus para baixo (mantenha as mãos juntas em movimento!) à medida que sobe um degrau, faça o mesmo com o pé oposto em um "outro degrau". Vá alternando pés e mãos cada vez que você "subir". Mantenha seu foco para cima, como se você estivesse olhando para o lugar que você está escalando. (Se for uma escada alta, olhe para baixo ocasionalmente para efeito cômico - incline a cabeça lentamente e com cuidado, apenas o suficiente para olhar para baixo e, em seguida, olhe para a frente rapidamente, com uma expressão de alarme!) Faça com que suas pernas façam os mesmos movimentos, como se seus pés estivessem escalando uma escada de verdade.
    • Finja que está em uma caixa. Se você estiver em uma caixa invisível, você poderá pressionar o ar para fora na sua frente com as mãos, primeiro a palma da mão e depois os dedos. Aja como se você estivesse tentando encontrar uma maneira de sair desta caixa invisível, identificando seus lados e cantos. Passe uma mão entre as "bordas" da sua caixa imaginária, como se tentasse encontrar a tampa e a saída da caixa. Se você quiser, pode finalmente encontrar a tampa e abri-la drasticamente com ambos os braços, num gesto triunfante.
    • Faça a "Inclinação". Finja que está encostado em um poste de luz, na parede ou em um balcão. Pode soar fácil, mas é preciso muita força e coordenação para se "apoiar" em nada. A inclinação básica tem duas partes. Comece com os pés separados na distância da largura dos ombros.
    • Para a parte superior: mantenha seu braço ligeiramente afastado do corpo, com o cotovelo dobrado para que seu antebraço fique paralelo ao chão e sua mão (pulso um pouco relaxado) fique perto de seu torso. Agora levante seu ombro quando você mover seu peito na direção do cotovelo (mantendo o cotovelo no mesmo ponto no espaço!).
    • Parte inferior: ao mesmo tempo, dobre seu joelho ligeiramente, tendo o seu peso sobre a perna dobrada. O efeito deve ser que seu cotovelo fique onde está, mas pareça que seu peso se apoiou no lugar imaginário onde repousa o seu cotovelo. Certifique-se de que você apenas dobrou a perna com o braço levantado. Mantenha a perna oposta perfeitamente reta, pois isso aumenta a ilusão.
    • Observe a si mesmo em um espelho, ou use uma câmera de vídeo para ver como a técnica é eficaz. Às vezes, é mais eficaz fazer essa técnica casualmente, com muito pouco exagero na performance.
    • Para uma demonstração mais ativa de inclinação, o ato também pode incorporar um tropeço, algum deslizamento ou até mesmo a falta do objeto no qual você estava se apoiando.
  6. Deixe-se levar pelo vento. Finja que está ventando muito e que você está tendo dificuldades para ficar de pé. Deixe o vento levar você para lá e para cá. Para maior diversão, inclua uma luta com um guarda-chuva que se abre e fecha com o vento.
  7. Faça uma mímica de comer. Pode ser muito divertido assistir a uma mímica de comer. Finja estar consumindo um hambúrguer ou cachorro-quente de forma desleixada, com todo o conteúdo caindo na sua roupa. Acidentalmente espirre molho de tomate no olho. Ou tente descascar uma banana e, em seguida, escorregue na casca.
  8. Ande no lugar. Um dos ícones de mímica é o andar parado. Ele também é um dos feitos mais exigentes fisicamente. Esta caminhada inverte o padrão de caminhada real. O pé "à direita" na caminhada da mímica não suporta qualquer peso, mas “representa” o pé de suporte de peso de um pé normal. Eis porque a perna deve permanecer em linha reta na ilusão – ela “parece” suportar o peso. Aqui está como fazê-lo.
    • É muito importante começar com uma boa postura. Você deve encolher bem seu abdômen, pois será propenso a se mover quando você não está prestando atenção. Mantenha os ombros para cima e para trás - não fique encurvado, seu peito e o pescoço devem estar eretos também - não estufados.
    • Para começar, coloque seu peso todo na bola de um pé. Este é o seu pé de "avançar". Dobre um pouco o joelho sobre o pé de avançar ao fazer isso. Com o outro pé (pé "de arrastar"), posicione os dedos paralelos aos dedos do pé de avançar. No entanto, não deixe que o pé de arrastar toque no solo, mantendo a sola do mesmo paralela ao chão. Mantenha esta perna perfeitamente reta.
    • Com o pé de avançar, lentamente abaixe o calcanhar no chão e estenda a perna. Ao fazer isso, desloque o pé de arrastar para trás, mantendo a sola do pé paralela ao chão e a perna reta - você deve sentir um estiramento intenso ao longo da parte de trás de sua perna. Empurre a perna de arrastar o mais longe que puder, mantendo todas as qualidades acima e o seu equilíbrio.
    • Uma vez que o pé de arrastar esteja o mais longe que puder chegar, traga-o de volta para ficar paralelo ao pé de avançar. Tente primeiro fazer com que o calcanhar do seu pé de arrastar pareça um passo natural. Dobre a perna à medida que põe o pé de arrastar para a frente.
    • Agora, toque o chão com a bola do seu pé de arrastar. Se você olhar para os seus pés, eles estão agora em um reverso exato de sua posição inicial. O pé "de avançar" está agora na posição de "arrastar" e vice-versa.
    • A transição do peso entre esses pés é o aspecto mais crucial da ilusão! Você deve transferir o peso suavemente do seu antigo pé de avançar para o novo pé de avançar. Ao mesmo tempo, você deve levantar o pé recém-liberado e começar a arrastá-lo atrás de você. Isso levará um pouco de prática até que domine o movimento.
    • Com toda essa atividade em seus pés, não se esqueça de mover a parte superior do corpo! Balance os braços para que o pé de avançar fique sempre em oposição à mão que está à frente. Além disso, inspire quando você levantar o pé de avançar; expire quando você deslizar com seu pé de arrastar.
    • Se você não trouxer seu pé de arrastar de volta, paralelo ao pé de avançar, você pode simplesmente transferir o seu peso para ele e começar a fazer um moonwalk!
  9. Faça uma mímica interessante. Você pode fazer os outros rirem eventualmente, ou você pode tentar aumentar seu patamar de mímica para uma forma superior de arte. Se você criar uma história a partir de sua mímica, você envolverá o seu público-alvo e proporcionará ressonância artística verdadeira para a arte da mímica. Pense em um "conto" que você gostaria de contar. Tenha em mente que a mímica pode ser muito bonita e tocante quando bem feita. Use alguns dos exemplos citados:
    • É um dia de vento (mímica do vento/guarda-chuva) e você deseja caminhar até o carrinho de hambúrguer, onde você encontra um amigo que tem um gato que está preso em uma árvore. Seu amigo lhe pede para subir a escada para resgatar o gato (mímica da escada). Quando você devolve o gato (mímica de segurar um gato inquieto e ingrato), seu amigo lhe dá um hambúrguer (mímica de comer de forma desleixada), e quando vai embora, você deixa de notar uma casca de banana no chão.
    • Se você deseja fazer da mímica algo mais sério, adote humor em suas roupas, maquiagem e iluminação. Pense em um conto sério com antecedência. Por exemplo, você pode querer destacar a situação dos sem-teto que dormem no frio durante o inverno. Pinte um rosto triste, use roupas esfarrapadas e pouca iluminação. Pense em uma história que permita que você faça a mímica do desespero de um morador de rua procurando abrigo para passar a noite. Faça uma mímica dele criando um espaço para dormir sob uma ponte com apenas uma caixa de papelão como cama. Faça mímica de tremedeiras e da incapacidade de dormir bem. Projete tristeza para refletir a situação dessa pessoa.

Mais Informações

Dicas

  • Este artigo aborda apenas um estilo específico de mímica - "mímica de estilo" ou "mímica de ilusão". Há centenas de outras formas de mímica que não tem nada a ver com Marcel Marceau ou Charlie Chaplin.
  • Se está realmente interessado em prosseguir uma carreira na mímica, considere fazer um curso de mímica em uma escola ou grupo de artes dramáticas.
  • Mímicos são conhecidos por usar maquiagem branca no rosto e maquiagem preta delineando os olhos e outras características faciais para exagerar as emoções. Uma blusa listrada preta e branca, luvas brancas e um chapéu preto também são características de um mímico tradicional. Estes traje e maquiagem têm sido uma tradição de muitos artistas de mímica, incluindo o lendário Marcel Marceau. No entanto, você não precisa se vestir desta forma - na verdade, ela é considerada muito clichê por artistas modernos e a maioria deles procura evitá-la.
  • Um mímico muito bom é um artista muito procurado em áreas como teatro, cinema e circo. Pense no Cirque du Soleil e filmes de ficção científica, onde mímicos podem expressar emoções sem palavras e criar uma ponte entre as nossas expectativas humanas e as do mundo de sonhos e de outras manifestações mundanas.
  • "Mímicos devem ter os corpos de ginastas, as mentes dos atores e os corações dos poetas." - Etienne Decroux, o "pai da mímica moderna".
  • Apesar de a mímica poder parecer caricata, não tenha medo de temas mais sérios. Mímicos mais conhecidos, incluindo Marcel Marceau e Charlie Chaplin, atuaram principalmente como personagens corajosos, mas que também inspiravam compaixão (Bip e O Vagabundo, respectivamente).
  • Muitos indivíduos treinados na arte da mímica agora utilizam o termo "teatro físico" a fim de evitar o estigma social que a mímica muitas vezes inspira. A maioria desses artistas não usa roupas tradicionais de mímica ou maquiagem.
  • O moonwalking e o break são derivados da mímica.
  • A maquiagem branca usada por mímicos é realmente emprestada da tradição da arte de clowning. Ela é usada em ambos os casos para enfatizar traços de caráter e expressões de modo que possam ser claramente vistos à distância. A maquiagem branca foi originalmente concebida para expressar um caráter simples e inocente. A tradição da maquiagem da mímica passou a utilizar mais símbolos estilizados enquanto ao mesmo tempo simplificou o esquema de cores e linhas.
  • Em vez de rostos brancos, os mímicos antigos usavam máscaras ou simples maquiagem de palco.

Avisos

  • Para evitar lesões, sempre aqueça antes de tentar exercícios de mímica; a mímica exige tanta agilidade quanto a dança ou a interpretação.
  • A mímica pode ser extremamente árdua para se realizar ou praticar. Não tente fazer exercícios de mímica se você tiver problemas para se exercitar normalmente.
  • Antagonismo ou medo de mímicos artistas de rua, por vezes, pode ocorrer. Nunca faça sua performance em um lugar público sem um amigo ou gerente nas proximidades observando o seu desempenho.
  • Da mesma forma como descrito acima, nunca faça suas apresentações em um lugar público sem um lugar seguro para se retirar (carro, vestiário, sala empresarial - não use banheiros públicos.)
  • Não confunda mímica com palhaçadas (ou arte de clowning). Mímicos e palhaços representam formas distintas de atuação cômica, e, embora as duas disciplinas possam parecer relacionadas, na profundidade, não poderiam ser mais distintas.
Теги:
Information
Users of Guests are not allowed to comment this publication.